Tendências em alarmes para o setor de segurança em 2019

Por Edson Machado

Estar à frente em relação às novas tecnologias e tendências em segurança faz toda diferença na hora de cuidar da proteção de empresas, casas ou condomínios. Em 2019, o mercado conta com muitas novidades para o setor que prometem melhorar consideravelmente a proteção dos usuários e patrimônios. Segundo a Pesquisa Nacional sobre Segurança Eletrônica, feita pela SMG para a ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), 95% das indústrias pretendem trazer novidades este ano.

Seguindo esta tendência, nós, da Intelbras, contamos com inovação em nosso DNA, e investimos 6% do nosso faturamento em pesquisa e desenvolvimento. Assim, estamos sempre desenvolvendo novos produtos e soluções para o mercado e o consumidor brasileiros. Neste processo de constante evolução, nós identificamos as principais tendências de mercado para o setor de segurança para este ano:

Aplicativos de Segurança em Dispositivos Móveis
Com a popularização do uso dos dispositivos móveis, os aplicativos passaram a ser uma ótima alternativa para integrar o usuário ao seu sistema de alarme possibilitando comandos remotamente para ligar e desligar o alarme e verificar status do sistema em suas residências. Além disso, é possível disparar comandos como: acender uma lâmpada, abrir e fechar portões, desse modo é possível intimidar um possível invasor, por exemplo. Segundo a pesquisa da ABESE, o uso de aplicativos de segurança em dispositivos móveis representa 94% das principais apostas do segmento para os próximos três anos.

Aplicativos para Técnicos
Além do desenvolvimento de aplicativos para os usuários, o mercado revela uma forte tendência também na criação de apps para os técnicos. A ideia é criar uma interface amigável e intuitiva que facilite o trabalho e diminua o tempo na instalação e manutenção dos dispositivos. A Intelbras é pioneira no desenvolvimento dessa ferramenta, com o AMT Remoto Mobile, possibilitando ao técnico toda a programação do sistema de alarme, inclusive programar os dispositivos sem fio.

Central de Alarme sem Fio
Essa tecnologia permite a instalação do sistema de alarmes em locais onde não foi prevista a passagem da fiação dos dispositivos, como sensores, por exemplo. Os sensores, neste caso, comunicam com a central de alarme por radiofrequência e o sistema precisa ser inteligente para monitorar e supervisionar todos os dispositivos garantindo a comunicação do sistema de alarme. É uma nova aposta que trará tanta praticidade no momento da instalação e também economia devido aos custos cada vez mais reduzidos. Além disso, esses modelos de centrais e sensores detectam o movimento cada vez mais com maior precisão e técnicas que garantem que o disparo não seja falso.

Integração de Alarmes com Sistema CFTV
Cada vez mais os alarmes serão integrados com o sistema CFTV, aliando o uso de aplicativos em que será possível comandar a central de alarmes e verificar as imagens em tempo real, ou até mesmo a gravação do DVR no momento do disparo. Ainda segundo a ABESE, o item mais vendido do setor de segurança pública e patrimonial no ano passado foram as câmeras de videomonitoramento IP, representando 36% dos produtos, o que revela um cenário muito promissor para o sistema.

As novas tecnologias desenvolvidas nas centrais de alarmes poderão reconhecer a rotina do usuário, transformando a proteção do ambiente em um cenário pré-definido. Essas tendências geram praticidade para o dia a dia e são aliados muito importantes na segurança patrimonial e pessoal.

Edson Valdir Machado é gerente do segmento de Alarmes da Intelbras. Trabalha na empresa há mais de seis anos. Mestre em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina e graduado em Administração com habilitação em Marketing pela faculdade Estácio de Sá de SC, o executivo possui vasta experiência no setor de segurança e alarmes.

Notícias Relacionadas

Destaque

Cidades inteligentes: evento no DF mostra uso da tecnologia na segurança pública

Reconhecimento facial nas ruas, mapa online da violência urbana e inteligência artificial para reinserção de presos no mercado de trabalho….

Destaque

Traficantes monitoram polícia através de câmeras

Traficantes do Complexo da Serrinha, em Madureira, na Zona Norte do Rio de Janeiro, instalaram um sistema de câmeras de…

Destaque

Metrô usará drone para monitorar trilhos em Salvador

A concessionária CCR Metrô Bahia começou utilizar, desde o ano passado, um drone que sobrevoa os 33 km de malha…