Shopping Eldorado: Segurança para os visitantes

Um dos maiores shoppings do Brasil, o Eldorado conta com um sistema completo de segurança para os seus visitantes, desde ações preventivas até proteção contra ataques terroristas. Conheça as estratégicas do shopping que recebe mais de 15 milhões de pessoas realiza para manter todos os seus frequentadores seguros.

Por Fernanda Ferreira

O Shopping Center Eldorado está localizado na cidade de São Paulo e recebe aproximadamente 15 milhões de pessoas e quatro milhões de carros por ano em seu estabelecimento. Com uma área interna de mais de 75 mil m², variedade de lojas e atrações, o Eldorado precisa ter uma grande preocupação com a segurança e o bem-estar dos seus visitantes.

Por isso, o Shopping realiza anualmente simulações que imitam situações reais que podem comprometer a segurança, como invasões, evacuações, roubos, furtos, ameaça de bomba, entre outros. Uma das novidades desse ano, foi a simulação em situações de terrorismo.

“Todos falam que no Brasil não há terrorismo, porém, nós da segurança trabalhamos com probabilidade. Temos visto ataques terroristas ao redor do mundo e em determinados locais que também não era habitual acontecer. Essa realidade está muito próxima de nós e precisamos estar preparados para isso”, disse Nelson Junior, Gerente de Segurança do Shopping Eldorado.

Na simulação foi projetada uma explosão na área dos caixas eletrônicos, em que o objetivo do ataque não era um roubo e sim causar danos as pessoas. Ao todo 15 vítimas foram atingidas, sendo que uma delas precisava de resgate aéreo. Para fazer com que o exercício chegasse ao mais próximo de uma situação real, o Eldorado contou com a participação do Corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo, do Grupo Especial de Reação da Polícia Civil (G.E.R), do Grupo de Resgate e Atendimento a Urgências Paulista (GRAU), da Defesa Civil, do Serviço Aerotático da Polícia Civil (SAT) e do Hospital das Clínicas (HC).

Foram utilizadas bombas reais, uma na parte externa e outra no subsolo. O G.E.R fez a detonação dos artefatos e o SAT utilizou um helicóptero para transportar um dos ‘feridos’ para o HC; a vítima chegou até a ser levada para a sala de cirurgia. “Foi incrível ver a mobilização e integração da segurança pública com a privada. Do portão para dentro temos a expertise e do portão para fora são eles. Quando unimos esses dois conhecimentos o trabalho fica próximo ao perfeito”, contou Nelson.

Investimento em Soluções

O Eldorado conta um sistema de segurança misto – soluções analógicas, IP e segurança patrimonial terceirizada e orgânica. Utilizando câmeras das marcas Bosch, Pelco e Brickcom, a empresa planeja fazer aos poucos a migração para ter um sistema totalmente IP. “Chegaremos em um momento que teremos 100% de equipamentos IP porque esse é o caminho, até para podermos aproveitar todas as facilidades que esse sistema nos permite, porém temos um sistema analógico que funciona bem, então estamos dando prioridade em fazer investimentos em ampliação do parque. Ao invés de pegar essa verba e desativar um analógico, preferimos ampliar o parque de câmeras IP e em um segundo momento fazer essa transição para ficar completamente digital”, disse Junior.

Para fazer a análise das imagens, o estabelecimento optou pelo software de gerenciamento de vídeo do Digifort. Com ele o Shopping seleciona imagens quando necessário, aplica cerca virtual em locais com restrições de acesso e horários, entre outras funções. “O sistema facilitou muito a vida do meu operador. Hoje não se fala mais em fazer segurança sem pensar na tecnologia. Se tem centenas de homens, mas não tem uma câmera, ele não está fazendo segurança. Você precisa ter a tecnologia para ter determinados ganhos que o homem não consegue dar. Um complementa o outro”, explicou Nelson.

Estacionamento

Desde 2004, o Shopping Eldorado oferece mais mil vagas no Edifício Garagem com cinco pisos e acesso direto ao Shopping pelo Piso 1 e Piso 2, todo o local tem um sistema de fiscalização rigoroso de entrada e saída dos veículos e um sistema completo de câmeras.

No primeiro projeto foram colocadas câmeras Speed Dome no estacionamento coberto. Devido a quantidade de colunas e o pé direito baixo, a visão ficou comprometida. Os investimentos estão sendo feitos para trocar as câmeras móveis pelas fixas e realizar testes com câmeras fisheye. “Tiramos como lição que as câmeras fixas nesse caso são melhores do que as móveis. Temos muitas interferências na área, como sombras e colunas. Vamos seguir a sugestão do nosso integrador Alfasistemas e instalar fisheye para termos maior eficiência”, contou o Gerente da Segurança.

Segurança Cooperativa

Um dos diferencias do sistema de segurança do Eldorado é a interação que possuem com o setor público e com outros shoppings. Há um contato direto da segurança do estabelecimento com a Polícia Militar e Polícia Civil para avaliar as ocorrências que acontecem na região do Shopping. Se em determinado mês há um aumento de furtos de veículos, por exemplo, a área de segurança começa a traçar estratégias e se planejar para que isso não atinja o empreendimento.

Já com a tecnologia de Reconhecimento de Placas de Veículos (LPR) – que está em fase de testes no Eldorado, mas será implementado de forma definitiva – diversos shoppings de São Paulo trocam informações sobre veículos de pessoas que cometeram algum tipo de ato ilícito em outros shoppings. Essa troca de informações permite que a segurança fique atenta caso o mesmo veículo entre no estabelecimento para repetir o crime que praticou em outro estabelecimento. “O cidadão que pratica um roubo, por exemplo, em um determinado shopping, pode realizar em outro, por isso trocamos informações. Não há o cuidado de alterar o veículo para realizar outro crime, então conseguimos tomar atitudes caso um veículo suspeito entre no shopping”, explicou Nelson.

Segurança Preventiva

Além de investir em forças humanas, soluções eletrônicas e integração com outras administrações e setor público, o Eldorado também pratica a segurança preventiva. Por não ser possível ter um controle de acesso ou um pré-cadastro de todos os visitantes que entram e saem do estabelecimento, o trabalho preventivo é constante. “Por incrível que pareça ainda há pessoas que penduram bolsa nas costas da cadeira, e para evitarmos furto o nosso vigilante é orientado a se apresentar para a pessoa e pedir para que coloque a bolsa no colo ou na cadeira ao lado. É uma ação preventiva que fazemos sempre para evitar problemas”, explicou Junior.

Notícias Relacionadas

Segurança Eletrônica

Genetec expande seu portfólio de infraestrutura de segurança física para clientes de todos os tamanhos

A Genetec vai apresentar na ASIS 2017, evento direcionado para os profissionais de segurança, as novas adições à sua linha de…

Segurança Eletrônica

SCATI lança NVR compacto com 1TB de armazenamento

A SCATI apresenta ao mercado um novo gravador de vídeo desenvolvido para atender as necessidades de gravação de pequenas instalações,…

Segurança Eletrônica

Trilobit lança versões de entrada Smart SE, TriW SE e TriP SE, baseadas nas soluções de acesso da marca já consolidadas no mercado

A Trilobit desenvolveu versões de entrada de soluções já consagrados da marca, porém com valores reduzidos, voltados para pequenos projetos….