VIVOTEK quer ampliar sua atuação no Brasil

Novo programa de canais e plataforma de ensino são algumas das estratégias da empresa para crescer no país

Por Fernanda Ferreira

A VIVOTEK é uma empresa taiwanesa que atua há 21 anos no mercado de segurança e se tornou uma marca líder em vigilância IP no mundo. De olho na era da Internet das Coisas, a companhia passou por uma transformação na marca recentemente que reflete o novo posicionamento em relação às tecnologias e inteligência das soluções. Para falar mais sobre isso e as novidades que a VIVOTEK tem para o Brasil, conversamos com a Sara Amorim Costa, Country Manager da VIVOTEK para o Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Revista Segurança Eletrônica: Como está sendo a atuação da VIVOTEK no âmbito global?

Sara Costa: Está sendo diferente, mas ao mesmo tempo muito bom, tem muita mudança acontecendo, não somente por conta da pandemia, mas por outros aspectos internos. Desde 2017 fazemos parte do Delta Group Company e isso tem refletido em várias mudanças positivas.

A pandemia trouxe muita incerteza, apreensão, no início ninguém sabia como iria ficar a situação, mas ao mesmo tempo muitas empresas e profissionais tiveram que sair da zona de conforto e inovar.

Gosto de fazer uma comparação com os dias de inverno, em que estamos em uma cama quentinha, aconchegados e de repente toca o despertador e não queremos sair daquele conforto. O que fazemos nesse momento? Pensamos no nosso propósito, no motivo que nos faz levantar e encarar o dia. Foi um pouco disso que aconteceu com a VIVOTEK, o nosso propósito sempre foi muito claro, todos os anos fazemos o planejamento de negócios, que vai sendo revisto ao longo do ano e sempre definimos nossos objetivos, o que irá nos motivar a levantar todos os dias e fazer o que fazemos.

Isso ajuda muito nesses momentos mais difíceis, por isso que a VIVOTEK acabou se reinventando, tornando os procedimentos mais automatizados, mais digitalizados, para facilitar os processos internos e com nossos clientes.

Esse ano temos um desafio extra que é a da falta de chipsets, isso está trazendo alguns outros desafios, mas faz parte do processo e mais uma vez, temos que voltar a sair da zona de conforto e encontrar outras soluções para dar a volta nesses desafios.

Revista Segurança Eletrônica: A VIVOTEK conquistou ao longo dos anos a posição de líder global em vigilância IP. Ao que você atribui essa conquista?

Sara Costa: Acredito que seja porque fazemos produtos de alta qualidade e muito confiáveis. Para conseguirmos ser bem-sucedidos, os clientes precisam experimentar as soluções e sempre focamos nessa questão, de fazer com que os clientes vivam essa parte de experimentar os produtos e eles mesmos atestarem a qualidade das soluções VIVOTEK.

Revista Segurança Eletrônica: Quais são as soluções comercializadas pela VIVOTEK?

Sara Costa: Todo o nosso portfólio é 100% IP e as câmeras são o nosso produto principal. Temos também os NVRs, o sistema de gerenciamento de vídeo (VMS), uma linha de switches PoE e analíticos de vídeos. Também estamos apostando muito na parte de inteligência artificial como forma de otimizar processos para os clientes.

Revista Segurança Eletrônica: Recentemente a VIVOTEK passou por uma transformação na marca. O que mudou internamente na empresa com essa mudança de posicionamento?

Sara Costa: A VIVOTEK faz parte de um grupo gigante, uma das maiores empresas de Taiwan e que fatura bilhões de dólares por ano, que é o Grupo Delta. Passamos a contar com uma infraestrutura muito maior, com outros tipos de recursos que não tínhamos acesso anteriormente. As mudanças refletem especialmente no Brasil, a Delta tem fábrica no país e tem uma equipe grande com mais de 100 pessoas na região, isso significa que o nosso potencial de crescimento no Brasil aumentou exponencialmente por conta da junção das empresas.

Revista Segurança Eletrônica: Como está a atuação da VIVOTEK hoje no Brasil?

Sara Costa: Eu falo sempre que no Brasil os desafios e as oportunidades são proporcionais, e nós estamos focados nas oportunidades. Com a entrada do grupo Delta na VIVOTEK, nós passamos a ter acesso a verticais que antes eram áreas que estavam muito fora do nosso mercado, como por exemplo: telecomunicações, data centers, energia renovável, linha de veículos elétricos etc. Temos acesso a uma vasta gama de clientes e por isso também traçamos uma meta bastante agressiva de duplicar o nosso faturamento nos próximos cinco anos no Brasil. Estamos agora nos unindo com a Delta no Brasil, temos o processo, o suporte local e os treinamentos; vai haver uma mudança grande na VIVOTEK no país, vamos ter uma infraestrutura enorme.

Revista Segurança Eletrônica: Como funciona a política comercial da VIVOTEK no Brasil?

Sara Costa: Atualmente trabalhamos com quatro distribuidores no país: Alca Distribuidora, Sicur, MedSeg e Alphadigi. Também temos parcerias com distribuidores globais com base em Miami, como a ISTC e a Anixter.

Revista Segurança Eletrônica: Que estratégias estão realizando para conquistar mais espaço no Brasil, para que os profissionais realmente tenham contato com as soluções da VIVOTEK?

Sara Costa: Temos feito duas coisas: um novo programa de canais e uma nova plataforma. O programa de canais já está implementado no México e está em fase de teste para identificar possíveis ajustes e muito em breve vamos implantar no Brasil. Esse programa vai ter três níveis de clientes e vai permitir que eles tenham acesso a informações privilegiadas, garantia estendida, produtos demo, suporte prioritário, ou seja, uma série de benefícios que antes eram mais complicados e menos automatizados. Sobre a nova plataforma, trata-se de uma ferramenta de aprendizado online, que permite que os usuários possam realizar desde certificações básicas até as mais avançadas e técnicas, tudo dentro da mesma ferramenta. Essas duas ações vão permitir aos clientes terem um contato mais próximo e direto com a VIVOTEK.

Revista Segurança Eletrônica: Gostaria de deixar um recado final para os nossos leitores?

Sara Costa: Tenham força. Nós vamos conseguir sobreviver a esse momento, o pior já passou. Também queria agradecer imensamente a todos os clientes e parceiros, realmente tudo isso é fruto de um trabalho em conjunto, de cooperação. Obrigada!

Notícias Relacionadas

Destaque

Grupo ASSA ABLOY Brasil reposiciona Vault para ASSA ABLOY Controle de Acesso

A mudança mira no fortalecimento da operação A Vault, empresa de tecnologia que atua há mais de vinte anos desenvolvendo barreiras…

Destaque

Volta às aulas: como a tecnologia pode minimizar os riscos de transmissão da covid-19 com o retorno das atividades presenciais

Com o aumento do número de vacinados contra a covid-19 no Brasil, volta a discussão sobre o retorno das aulas…

Destaque

Intelbras é ganhadora do Prêmio Lide SC 2021

Empresa recebeu o reconhecimento na categoria Tecnologia e Inovação A Intelbras foi a ganhadora do Prêmio Líderes de Santa Catarina 2021 na categoria Líder…