PGB Security irá apresentar sistema de segurança baseado em fumaça na ISC 2017

Um levantamento realizado pela NTC (Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística) mostra que o roubo de cargas em caminhões no Brasil aumentou 42% entre os anos de 2009 e 2014. O prejuízo total causado chegou a dois bilhões de reais em todo o país. Esses constantes roubos também acontecem nos Estados Unidos, que alcançou perdas entre 10 a 30 milhões de dólares e na Europa, registrando mais de oito milhões em roubos.

Pensando nisso, a PGB Security, braço da dinamarquesa PROTECT A/S no Brasil, irá apresentar na 12ª Feira e Conferência Internacional de Segurança – ISC Brasil 2017 – o LOAD SAFER, um sistema de segurança baseado em fumada. A solução foi projetada especificamente para evitar possíveis roubos ou vandalismo em transportes e em pequenos espaços, como estoques, quiosques e comboios.

A LOAD SAFER baseia a sua operação em um dispositivo pequeno que dispara 110m³ de fumaça branca mediante a
um impulso elétrico que obstrui a visão e irrita as mucosas enquanto o invasor permanecer no ambiente. O equipamento é ativado quando alguém tenta ganhar acesso a uma zona PGB Security protegida, preenchendo imediatamente o espaço com uma fumaça de baixa densidade que em poucos segundos irá inibir a visão do ladrão e reduzir significativamente a capacidade de um roubo. A fumaça gerada é completamente inofensiva, limpa e não mancha ou deixa resíduos.

   

Para atender o setor, a solução é composta por até 16 dispositivos de fumaça que serão distribuídos ao longo do baú de carga e controlados por uma central eletrônica. Opera em cinco frequências (GPS, GPRS, 3G, WIFI e Bluetooth), garantindo a localização da carga e a posição do veículo através do celular.

Os dispositivos podem ser instalados em ambientes onde não há alimentação de energia, pelo próprio usuário, sem a
necessidade de técnico especializado. Também é possível ligar a um alarme ou operar de forma independente.

A solução foi criada para ser usada em uma ampla gama de espaços, além do mercado de transporte de cargas, como
cofres, máquinas de autoatendimento, pequenos escritórios, sala de medição de energia elétrica, arquivos, residências, salas de ferramentas, máquinas de venda automática, caixas eletrônicos, entre outros.

Notícias Relacionadas

Destaque

Axis Communications lança a Axis Cloud Connect

Axis Communications, líder em vídeo de rede, apresenta a Axis Cloud Connect, uma plataforma de nuvem híbrida aberta projetada para…

Destaque

Quando cai a energia: é melhor utilizar geradores ou nobreaks?

Os apagões que vêm ocorrendo no Brasil, especialmente em São Paulo durante todo o ano acenderam o alerta para a…

Destaque

Com gasto anual de R$ 171 bilhões contra a violência, empresas mantêm aquecido o mercado de proteção patrimonial no Brasil

Valor investido no setor privado representa 1,7% do PIB nacional de 2022, segundo o Ipea; Came do Brasil eleva em…