Indústria de drones deve valer um total de US$ 1,5 trilhão em 2040

A indústria dos drones deverá continuar o seu crescimento acentuado durante as próximas décadas, com a firma especializada em análise de mercado Morgan Stanley prevendo que o segmento de drones alcançará um valor total de US$ 1,5 trilhão (R$ 6,3 trilhões) em 2040. Além disso, os analistas da empresa também apontam que as aeronaves não tripuladas vão movimentar US$ 100 bilhões em 2020.

Ou seja, isso significa que a indústria de drones tem o potencial para aumentar de tamanho em 15 vezes nos próximos 20 anos. Muito disso se deve aos novos usos que estão só agora sendo desenvolvidos para esse tipo de aeronave, incluindo dentro de serviços militares de emergência e até no segmento do transporte privado.

“A indústria de drones deverá atingir US$ 100 bilhões no mundo inteiro em 2020 com aplicações militares representando a maior fatia de mercado com US$ 70 bilhões. Os drones de consumidores deverão representar US$ 17 bilhões enquanto empresas e diversos governos representam os últimos US$ 13 bilhões”.

Segundo especialistas entrevistados pela rede de TV CNBC, a expectativa é de que o uso de drones irá crescer em todos os três segmentos. Ao mesmo tempo, os custos de produção deverão diminuir e a tecnologia por trás desses drones deverá se tornar cada vez mais sofisticadas. Para os consumidores domésticos, o principal uso desse tipo de drone está em drones compactos para fotografia recreativa.

Já para a área comercial, os drones são usados em setores como transporte, agricultura, construção e até para regastes em desastres. Na aviação, os drones podem facilitar as inspeções de segurança a partir do uso das suas câmeras para verificar áreas de difícil alcance.

Para completar, tem ainda o uso militar das aeronaves não tripuladas. Nesse segmento, as forças armadas de diferentes países podem usar os gadgets para espionagem, para avaliar a situação da batalha, para ganhar vantagens táticas em confrontos e até para atirar em alvos.

Notícias Relacionadas

Artigos

Segurança nas empresas e a frequente realidade do cada um por si

Por Paulo Murata Recentemente, a sede da TV Cultura, em São Paulo, foi invadida por assaltantes armados e funcionários foram…

Destaque

Americanet é a responsável pelo projeto Cidade Inteligente, de São José dos Campos (SP)

A Americanet assinou contrato sobre a implantação da solução Cidade Inteligente (SCaaS – Smart City as a Service) com a…

Segurança Eletrônica

Came apresenta linha de automatizadores de portões pensada para todas as necessidades

Pensando em todas as necessidades de segurança, desde grandes indústrias até residências, a Came do Brasil – empresa de origem italiana…