Eagle Eye Networks lança câmera corporal 4G, conectada diretamente à cloud, projetada para o mercado comercial

A Eagle Eye Networks, líder mundial em vídeo vigilância por Cloud, apresentou hoje a primeira câmera corporal 4G, projetada especificamente para uso comercial. Este novo produto oferece aos clientes comerciais acesso à serviços avançados através de câmeras corporais que tem características ricas e profissionais, melhoram a segurança e a responsabilidade de funcionários, acionam uma resposta imediata e fornecem provas valiosas, tudo isso enquanto protegem os bens e mantêm as comunidades seguras. As câmeras corporais Eagle Eye estão agora disponíveis para pedidos com entrega no 3º trimestre.

As câmeras corporais dissuadem a agressão, melhoram a responsabilidade e reduzem as falsas acusações. Os funcionários, desde guardas de segurança particulares até funcionários de varejo, prestadores de serviços domiciliares e entregadores se sentem mais seguros e valorizados quando usam câmeras corporais.

A organização global de pesquisa Omdia identificou as câmeras corporais em aplicações de segurança privada, como uma das principais tendências em 2021, afirmando que o mercado potencial de câmeras comerciais corporais é muito maior do que o mercado segurança pública. Somente nos Estados Unidos, a Omdia estima que os guardas de segurança privados é o dobro do número de policiais, e diz que novos usuários de câmeras corporais comerciais – no varejo, por exemplo – estão emergindo rapidamente.

“O mercado de câmeras comerciais corporais representa uma grande oportunidade para novos participantes”, disse Paul Bremner, Analista Principal do grupo de comunicação crítica da Omdia. “Características como a conectividade à Cloud, 4G, transmissão ao vivo, GPS e preço, são importantes para os varejistas, serviços de entrega, guardas e outros no setor comercial. Novos fornecedores de câmeras corporais que quebrem o antigo molde de câmeras corporais de segurança pública com câmeras corporais à um preço razoável, ricas em recursos, e de grau profissional estarão se posicionando para preencher uma necessidade crescente que o mercado comercial está procurando”, disse Bremner.

Os revendedores estão acolhendo a chegada de câmeras corporais que atendem às suas necessidades. Jaime Abad Valdenebro, diretor executivo da OmniCloud, disse estar entusiasmado com o lançamento da Eagle Eye Networks, que está lançando também o suporte comercial de câmeras corporais para sua plataforma Eagle Eye CameraManager. “Câmeras IP fixas integradas com câmeras corporais habilitadas para 4G representam a extensão dos serviços de vídeo em Cloud em um ambiente móvel real, fornecendo uma nova solução de vigilância por vídeo disruptiva”, disse Valdenebro.

“Em uma aplicação de cidade inteligente, as novas câmeras corporais 4G da Eagle Eye, conectadas diretas para a Cloud, proporcionarão proteção extra aos guardas de segurança e garantirão que as patrulhas sejam concluídas a tempo. A 4G é importante, pois dá ao usuário acesso ao vivo ao vídeo da câmera corporal. Ele tornará um sistema de vigilância por vídeo em Cloud de alto desempenho ainda mais poderoso”, acrescentou ele.

Com as Câmaras Corporais Eagle Eye Eye, os usuários podem: 

• Usar 4G ou Wi-Fi para transmissão ao vivo, visualização remota em tempo real e direta para gravação em nuvem.

• Combinar câmeras fixas, móveis e corporais, facilitando o trabalho conjunto de todo o seu sistema de vigilância.

• Transmitir imagens para um centro de monitoramento ou operações de segurança e uso de georeferenciamento para resposta e suporte imediatos.

• Contar com uma área de visualização maior com capacidades de olho de peixe que estão incorporadas na aplicação Eagle Eye Cloud Management

• Um grande número de câmeras em Cloud e assistir vídeos em uma sala de controle.

• Usar o áudio bidirecional para se comunicar claramente.

• Proteger funcionários no trabalho e na comunidade.

• Fazer um investimento à prove de futuro com câmeras reforçadas que oferecem durabilidade e qualidade “a um preço acessível”.

• Ganhar flexibilidade para transmissão ao vivo e recuperação de vídeo durante a acoplagem com capacidade de recarga rápida.

“A demanda de câmeras corporais de alta qualidade que se conectam à Cloud vem crescendo há vários anos, acelerando ainda mais com a pandemia, a agitação social e ao aumento da adesão à serviços domiciliares, em meio a limitações e serviços remotos”, disse Dean Drako, Fundador e CEO da Eagle Eye Networks. “As câmeras corporativas tradicionais de segurança pública usam um modelo de assinatura de alto custo, que é muito cara para clientes comerciais. A Eagle Eye Networks dará suporte às novas câmeras corporais Eagle Eye ao mesmo baixo custo de assinatura das câmeras fixas, tornando a solução acessível para clientes comerciais acostumados a pagar adiantado por câmeras avançadas com assinaturas de longo prazo acessíveis”, acrescentou ele.

As câmeras corporais estão inicialmente disponíveis na plataforma Eagle Eye Networks CameraManager, com disponibilidade no Eagle Eye Cloud Video Management System (VMS) em 2022. As câmeras corporais Eagle Eye Body Cams também podem ser protegidas com o serviço de substituição rápida líder da indústria Eagle Eye Networks.

Notícias Relacionadas

Destaque

Número de condomínios que utilizam portaria remota cresce 86% em 3 anos

Uma pesquisa realizada pela plataforma SíndicoNet em 2021 com 957 gestores de São Paulo mostra que 15,4% dos entrevistados migraram…

Destaque

Os três principais benefícios do vídeo inteligente para varejistas

Fala-se muito sobre como a análise de dados pode melhorar as operações de varejo. Mas, de acordo com Andy Martin,…

Destaque

Congresso ISC Brasil vai trazer novas tecnologias e tendências do setor de segurança integrada

Evento está incluído na pauta de atrações da exposição, que será presencial e realizada de 21 a 23 de setembro,…