Confira as novidades e os principais momentos do 8º Congresso Catarinense das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança

Várias novidades, networking e parcerias estratégicas marcaram 8º Congresso Catarinense das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança, uma realização do SIESE-SC (Sindicato das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança de Santa Catarina), que ocorreu no dia 15 de agosto. Além disso, este ano, o SIESE-SC aproveitou o momento do já reconhecido congresso para realizar mais dois eventos: o Almoço das Diretorias dos SIESEs e o Workshop Segurança para Condomínios.

O evento mais importante do mercado de segurança eletrônica do estado reuniu mais de 200 lideranças do segmento e contou com o patrocínio da Segware, SIAM, DigitalSat, MONI, Bairro Seguro, Inside Sistemas, Moninf Corretora de Seguros, Vigisoft, SIM Sistemas Integrados de Monitoramento, Vetti e o apoio da ABESE (Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança), FECOMERCIO SC, Revista Segurança Eletrônica, Revista Só Aqui Condomínios, ParkSeg Treinamentos e do Canal Papo Segurança.

Diretores do SIESE-SC e Alexandre do Canal Papo Segurança

A presidente do SIESE-SC, Barbara Locatelli, deu abertura ao congresso, divulgando as ações do sindicato e benefícios dos associados. Alertou que muitas empresas de segurança eletrônica de Santa Catarina estão pagando mais encargos que o necessário por desconhecimento e devem procurar o SIESE-SC para esclarecimentos. Reforçou que, para o segmento no estado, enquanto a convenção coletiva não é firmada, a orientação jurídica é seguir a CLT e reajustar os salários anualmente conforme a inflação pelo índice INPC.

Diretoria SIESE-SC e SIESE-PR

O Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina, Coronel Araújo Gomes, foi o primeiro a palestrar, falando sobre “Tecnologia, Ferramentas de Gestão e os índices da Segurança Pública”. O comandante sinalizou que está adotando cada vez mais tecnologias para otimizar o trabalho da equipe. Deu também uma lição de liderança, falando da importância da valorização do policial para a realização de seu trabalho com comprometimento e orgulho diante da sociedade e principalmente da sua família. Falou também do marketing da polícia militar que promove diversas campanhas e da influência em seus resultados. Ao final, quando questionado, o comandante esclareceu assunto polêmico, que foi motivo de notas de esclarecimento da Polícia Militar recentes, relativas a empresas que diziam ter um atendimento prioritário pela corporação. Foi enfático e reforçou as notas já publicadas informando que a polícia não prioriza nenhuma empresa em suas operações e condena companhias que se utilizam indevidamente o seu nome. Além disso, informou que o comando está engajado com a questão do Estatuto da Segurança visando a regulamentação do segmento.


Palestra de abertura com Comandante Geral da Polícia Militar de Santa Catarina Coronel Araújo Gomes

A especialista em segurança da informação Gislaine Parra Freund falou sobre Segurança da Informação e a Lei LGPD 13.709/2018. Alertou sobre os riscos atuais e sobre diversos tipos de ataques cibernéticos. Também deu ênfase à Lei Geral da Proteção de Dados já aprovada, que baseia-se na regulamentação europeia, sendo assim as multinacionais já adotam esse padrão e estão desde já passando a exigi-lo de seus fornecedores, o que motiva empresas a já iniciarem seu processo de adequação à lei que passará a ser exigida a partir de agosto de 2020.

Eleita a 5ª melhor trainer do Brasil do instituto Dale Carnigie, Taise Eisler, fez um palestra muito dinâmica envolvendo a plateia sobre os “Pontos Cegos da Liderança”, palestra baseada em pesquisa mundial recente do instituto que atua em 84 países e tem 150 escritórios no Brasil. O fundador do instituto Dale Carnegie escreveu dois grandes best-sellers: “Como fazer amigos e influenciar pessoas” e “Como evitar preocupações e começar a viver”.

Surpreendendo positivamente a todos, o Deputado Federal Coronel Armando, com vasta experiência no mercado de segurança privada, falou sobre o Estatuto da Segurança Privada, Projeto de Lei 4238/ 2012, os impactos para as empresas de Segurança Eletrônica e sua tramitação. A feliz surpresa foi porque além dos esclarecimentos, o deputado esteve em audiência pública relativa ao estatuto na semana anterior ao congresso, sentou ao lado do seu relator e produziu um vídeo especialmente para o evento, com mensagem do Senador Randolfe Rodrigues para os presentes se comprometendo a apresentar seu relatório sobre o Projeto de Lei do novo Estatuto da Segurança Privada até o mês de Setembro, e em seguida encaminhá-lo para votação no Senado e após aprovação poder ser tornado lei pelo Presidente. Todos aplaudiram o Coronel Armando que está fazendo um trabalho além do esperado em prol do mercado de segurança eletrônica.


Coronel Armando, palestrante do congresso, ao lado do Senandor Randolfe, relator do estatuto, em audiência pública sobre o estatuto na semana anterior ao congresso

Uma novidade deste ano no congresso foi o momento do Painel do Integrador, que foi precedido da palestra do consultor especialista em integração de sistemas de segurança Vagner Camilo, que falou sobre o como vender solução e não produto dando subsídios para os debates no painel. O Painel foi um momento muito rico onde foram chamados para compartilhar suas experiências integradores de diversas regiões de Santa Catarina, Paulo Henrique Baesso Região Sul, Élvio Cassol Grande Florianópolis, Rafael Belli Krapp Vale do Itajaí e finalmente o palestrante Vagner Camilo da Região Norte, cada um com um foco e visão sobre o mercado de integração, mas foram unânimes em reforçar a importância dos contratos de manutenção preventiva e corretiva, tanto para a tranquilidade do cliente quanto para solidez financeira da integradora. O momento foi de perguntas e respostas sobre soluções, dificuldades, estratégias e nichos de mercado, falando com sinceridade sobre o dia a dia da maioria, o que deteve a atenção de todos.

Coronel Armando passando o vídeo com Senador Randolfe especial para o 8o Congresso Catarinense

Painel dos Integradores de Santa Catarina: Rafael Belli Krapp Vale do Itajaí, Paulo Henrique Baesso Região Sul, Vagner Camilo da Região Norte e Élvio Cassol Grande Florianópolis

Pensando no fortalecimento do mercado, o SIESE-SC organizou também um almoço para diretorias dos SIESEs que ocorreu no 14 de agosto à tarde, um dia antes do congresso, onde estiveram presentes lideranças de Santa Catarina, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul e os patrocinadores do congresso. Logo após o almoço, os diretores seguiram para uma reunião, onde foi formado um círculo de debates, criando um clima de união e igualdade, o que promoveu a troca de informações, experiências e fortalecimento do relacionamento para percorrer objetivos comuns a todo o mercado de Segurança Eletrônica. Os temas mais debatidos foram a regulamentação do mercado e a importância da representatividade, e Negociação Coletiva, tema sobre o qual os SIESEs de São Paulo e Paraná tiveram muito para contribuir principalmente para Santa Catarina que percorreu um grande caminho de negociações principalmente em 2018, mas até o momento está sem convenção.

 Almoço diretorias SIESEs

Da esquerda para a direita: Marcelo Cabbao, diretor financeiro do SIESE-SP, Francisco Condini, presidente SIESE-SP, Cledemar Mazzochin, vice-presidente SIESE-PR, Marcelo Motta, diretor fundador SIESE-RS, Barbara Locatelli, presidente SIESE-SC e Adroaldo Companhoni, presidente SIESE-PR

Ainda no dia 14, à noite, o SIESE-SC realizou em parceria com a Revista Só Aqui Condomínios, um evento para qualificar e informar o mercado final, focado em síndicos e administradoras de condomínios. O Workshop Segurança para Condomínios teve um interesse tão grande que as vagas ficaram esgotadas, com a presença de mais de 200 síndicos. O primeiro tema foi “Segurança Prática Para Síndicos” apresentado pelo palestrante Wlauder Robson, Coronel da Polícia Militar do Estado de São Paulo e Especialista em Gestão de Segurança de Condomínios. Ele falou principalmente da responsabilidade e citou diversas situações do dia a dia do síndico envolvendo a segurança. O segundo tema foi Condomínio 4.0, o Condomínio do Futuro, apresentado pelo vice-presidente do SIESE-SC Odirley da Rocha, que é referência em portaria remota. Ele apresentou as tendências tecnológicas e principais inovações para o segmento de condomínios. O workshop contou com o patrocínio da DigitalSat, Atende Portaria, Pormade Portas, Porter Portaria Remota, Engetel Automação e Segurança, Construsat, Constâncio Neto Cobrança Garantida, Impacto Visual Tapetes Personalizados, Marazul Piscinas, Mural Digital Online e Patrimonial.

Coquetel de Recepção do Workshop  Segurança para Condomínios

Palestrantes Odirlei da Rocha e Wlauder Robson e Márcia e Miriam da Revista Só aqui Condomínios que organizou o evento em parceria com o SIESE-SC

No dia 15 de agosto, o 8º Congresso Catarinense encerrou em clima de festa, com sorteios, até 50.000 milhas aéreas da Azul foram sorteadas, e um coquetel que permitiu expandir os relacionamentos neste mercado tão qualificado e emergente que é o de Segurança Eletrônica de Santa Catarina.

O 9º Congresso já tem data, será no dia 13 de agosto de 2020.

Notícias Relacionadas

Artigos

Classificadores de veículos contribuem para o monitoramento das rodovias e planejamento viário

Alexandre Krzyzanovski A classificação dos veículos que trafegam por uma via em diferentes categorias é essencial para os sistemas inteligentes…

Segurança Eletrônica

Sensor de presença, controle remoto e medidor de energia são as novidades na linha IoT da Khomp

A linha de Endpoints IoT Khomp acabou de ganhar oficialmente mais três integrantes: Sensor de Presença, Controle Remoto com 4…

Segurança Eletrônica

SC EXPO DEFENSE: Intelbras marca presença na feira e apresenta soluções inovadoras de segurança

A Intelbras apresenta na SC EXPO DEFENSE soluções inteligentes para cenários diversos das forças armadas e polícia civil e militar…