Cipher registra crescimento de 40% no primeiro semestre e prevê dobrar o faturamento em 2020, em comparação ao mesmo período do ano anterior

A Cipher Brasil, empresa do Grupo Prosegur, especializada em cibersegurança, registrou um faturamento de 40% maior no primeiro semestre de 2020, em comparação ao mesmo período do ano anterior.

O aumento é reflexo da aceleração dos projetos de Transformação Digital por grande parte das empresas brasileiras, em meio às demandas de Segurança da Informação, pela adoção do trabalho remoto e pela LGPD, Lei Geral de Proteção de Dados, que entrou em vigor no mês de setembro e deve demandar por novos serviços de consultoria em Segurança.

Em meio a esse aquecimento do mercado de Segurança, a Cipher de forma ágil revisou seu plano de expansão e focou os investimentos na reestruturação dos seus processos internos da área de Operações e Recursos Humanos.

“O resultado até aqui foi de um crescimento de 120% no faturamento em comparação a 2019 e devemos manter esse número”, comemora o VP Latam da Cipher, Paulo Bonucci.

Segundo o executivo, a empresa investiu mais de R$ 500 mil na aquisição de ferramentas de gestão e automação de processos internos.

“Focamos na profissionalização do nosso time de especialistas, investimos em treinamento e capacitação dos nossos colaboradores atuais e reforçamos nossa equipe com a contratação de novos profissionais, altamente capacitados, além de reestruturarmos os nossos departamentos internos a fim de agilizar e otimizar nossas entregas.

Para Bonucci, esse bom desempenho registrado na região, no primeiro semestre de 2020, em meio à pandemia do coronavirus, veio ratificar a consolidação da Cipher no mercado de segurança cibernética.

“Grande parte das iniciativas realizadas até o momento fomentaram uma participação mais incisiva da companhia no mercado de MSS (Managed Security Services). Inclusive, esse segmento foi o que mais cresceu no primeiro semestre, com a entrada de mais de 10 novos clientes”, afirma.

Projetos integrados

Além do avanço da área de MSS, a Cipher apostou na integração das soluções dos parceiros (hardware e software) para fazer entregas mais assertivas no desenvolvimento de negócios de cibersegurança.

“Com a pandemia que levou muitas empresas a adotar o trabalho remoto, as companhias se viram obrigadas a repensar seus modelos de negócios e aceleraram seus projetos de Transformação Digital que já estavam sendo considerados, e investiram em infraestrutura de TI, isso abriu um leque de oportunidades para novos negócios e a Cipher, como especialista em Segurança Digital, desenvolveu exponencialmente sua área de CTI- Cyber Technology Integration”, explica Bonucci.

Essa experiência positiva, conforme explica o VP Latam da companhia, obtida a partir do novo cenário no mercado de Segurança Digital fez também com que a Cipher reforçasse sua atuação junto a novos parceiros estratégicos para manter o crescimento no mercado de Cyber Technology. 

“Nosso plano de expansão, principalmente agora na reta final de 2020 é continuar investindo em Recursos Humanos e em programas que visem a contratação e retenção de novos talentos, além de treinamentos permanentes de capacitação e aperfeiçoamento de nossos colaboradores”, destaca Paulo Bonucci.

Para Bonucci, o objetivo é continuar fortalecendo pilares estratégicos da operação da Cipher Brasil e América Latina: liderança em consultoria de Professional Services e na área de integração de projetos de Cyber Technology.

Esses pilares contam com os serviços de Governança,  Riscos and Compliance (GRC), visto que o setor tem inúmeras ofertas para o mercado de Meios de Pagamentos como o Payment Card Industry (PCI), onde a Cipher ocupa posição de liderança no Brasil.  Além disso, com a conquista da certificação PCI-QPA, a Cipher passa a ser mais uma empresa certificadora para PIN Security, um novo requerimento para as empresas adquirientes e processadoras de cartões de crédito e com isso, busca a liderança também neste setor.

“A Cipher está preparada para apoiar todos os clientes e parceiros nessa jornada de Segurança Cibernética, oferecendo consultoria e tecnologia integradas para atender todos os portes e segmentos de empresas”, conclui Bonucci.

Notícias Relacionadas

Destaque

Número de condomínios que utilizam portaria remota cresce 86% em 3 anos

Uma pesquisa realizada pela plataforma SíndicoNet em 2021 com 957 gestores de São Paulo mostra que 15,4% dos entrevistados migraram…

Destaque

Os três principais benefícios do vídeo inteligente para varejistas

Fala-se muito sobre como a análise de dados pode melhorar as operações de varejo. Mas, de acordo com Andy Martin,…

Destaque

Congresso ISC Brasil vai trazer novas tecnologias e tendências do setor de segurança integrada

Evento está incluído na pauta de atrações da exposição, que será presencial e realizada de 21 a 23 de setembro,…