Câmeras de segurança da PM são usadas para monitorar uso de máscaras em Balneário Camboriú

Câmeras de monitoramento estão sendo usadas para monitorar o uso de máscara em locais públicos de Balneário Camboriú, no Litoral Norte catarinense. Segundo a prefeitura, o objetivo é orientar a população nos locais onde for observada baixa adesão ao uso do item de segurança obrigatório contra o coronavírus na cidade.

As câmeras de monitoramento da Polícia Militar devem ser utilizadas também durante a pandemia para observar o uso da máscaras, além da segurança no município. Segundo a prefeitura, a ação foi feita em parceira entre o órgão estadual e a prefeitura e não tem custos.

“As câmeras de monitoramento facial vão reconhecer também o uso de máscaras. Isso vai nortear nossa fiscalização, na conscientização e na distribuição de máscaras”, disse o prefeito Fabrício Oliveira.

A Polícia Militar emite relatórios diários para a Secretaria de Saúde, que monitora a situação e evolução da doença. Com as informações, a Secretaria de Saúde pretende fazer ações nos locais onde o decreto que obriga o uso de máscaras não está sendo respeitado.

As equipes de Saúde irão abordar as pessoas, falar da importância da prevenção, distribuir máscaras, medir a temperatura e encaminhar para um posto de saúde quando for o caso de alguma pessoa com sintomas da doença.

Pelo monitoramento feito em maio e junho, a prefeitura calcula que 70% da população esteja usando a máscara com frequência, principalmente na região mais central da cidade.

Até o momento, quatro câmeras estão sendo usadas, mas a intenção é aumentar a vigilância nas ruas. As atuais câmeras de monitoramento facial estão nas esquinas das ruas: Avenida Brasil com a Avenida Central; da Avenida Brasil com a rua 1901; da Quinta Avenida com a Rua Biguaçu; e no no Pontal Norte. Em alguns desses pontos a prefeitura observou adesão de 80% do uso e em outros, de 30%.

Balneário Camboriú tem 672 casos confirmados de coronavírus, incluindo quatro mortes pela doença, segundo divulgou o governo estadual na noite desta terça-feira (16).

Na capital, por exemplo, as câmeras do transporte coletivo devem ser usadas também pela Prefeitura de Florianópolis para fiscalizar o uso de máscaras com o retorno dos ônibus, nesta quarta (17).

Fonte: G1

Notícias Relacionadas

Destaque

Uso de Inteligência Artificial tem sido imperativo para combater ataques cibernéticos durante pandemia

A coleta, o monitoramento e a análise credíveis de dados são imperativos à medida que se adota novas tecnologias, como…

Destaque

Distribuidora especializada em segurança eletrônica investe 40% a mais para atender o novo normal

A pandemia da COVID-19 chegou e acelerou as mudanças tecnológicas do mundo, principalmente no setor de Segurança Eletrônica. O mercado…

Artigos

Sua empresa está preparada para o Apagão Digital?

Por Pedro Al Shara Não é mais novidade que estamos vivendo em um cenário que se torna a cada dia…