Após furto de 4 milhões, joalheria demanda maior segurança em shopping de Fortaleza

Uma joalheria localizada no shopping Iguatemi Fortaleza foi furtada há cerca de um mês e, conforme os proprietários, ainda não teve qualquer resposta do estabelecimento, “nem de desculpas, nem de alguma providência”. O furto aconteceu poucos minutos após as 22 horas do dia 25 de junho. Conforme o proprietário da Tânia Jóias, foram levados cerca de R$ 4 milhões em relógios e jóias especiais mantidas na loja.

“Imagens de vídeo mostram que dois homens entraram na loja ao lado acionando o portão, sem necessidade de arrombar. Depois foram diretamente quebrar com uma furadeira a parede que separa nossa loja da vizinha”, detalha Alexandre Leitão. “É uma parede reforçada, de cerca de 25 centímetros de espessura que nós mesmo instalamos ao vir para o shopping. Com certeza houve muito barulho e é estranho que ninguém da segurança tenha ouvido.”

Ainda conforme Leitão, a dupla saiu do local por volta das 22h40min. “Um deles até chegou a ser abordado por um segurança, mas foi deixado ir embora sem qualquer revista ou algo do tipo”, conta. “O que fica claro é que a segurança de lá é ineficaz, tanto de dia quanto à noite. Depois de cinco, seis reuniões com eles não houve qualquer retorno. Nenhum apoio. É uma situação revoltante”, constata.

O prejuízo só foi percebido na manhã seguinte, no dia 26 de junho. Quando a gerente da loja vizinha chegou para iniciar o expediente, percebeu o local revirado e acionou a segurança. “Foi aí que notaram a invasão à joalheira e nos ligaram. Prontamente acionamos a Polícia e também um advogado”, lembra Leitão. Segundo ele, o trabalho da Polícia Civil do Ceará (PCCE) tem sido “muito bem feito”, mas até o momento nenhuma mercadoria foi reavida.

A loja foi reaberta nesta semana e os proprietários decidiram manter o funcionamento dentro do shopping. “Com a experiência e importância do Iguatemi, nunca pensamos que uma invasão desta poderia vir a ocorrer”, completa Leitão. “Esperamos que o shopping faça um pedido de desculpas, ressignifique todo o sistema de segurança e faça o aprimoramento dos seus protocolos de segurança.”

Em nota de esclarecimento, o Iguatemi Fortaleza ressalta que o furto, cujas imagens e fotos estão circulando recentemente em redes sociais, ocorreu há mais de um mês. “Na ocasião, o sistema de segurança do shopping foi efetivo para auxiliar na averiguação do ocorrido, tendo captado e cedido as imagens à Polícia”, afirma. O shopping reforça ainda que “desde então, o caso está em processo de investigação por parte das autoridades da área de segurança pública”.

Em nota, a PCCE informou que a Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) apura o furto. Imagens das câmeras de segurança auxiliam as investigações. “A Polícia Civil mantém diligências a fim de identificar e prender os suspeitos. Mais informações serão repassadas em momento oportuno para não atrapalhar as investigações”, conclui o comunicado.

Notícias Relacionadas

Artigos

Enchentes: tecnologia que usa IA é usada para prevenção de desastres naturais

Por Hilton Carvalho, gerente de pré-vendas da Hikvision As enchentes são o tipo mais frequente de desastre natural e ocorrem…

Destaque

Axis Communications nomeia Luis Ceciliato como novo Gerente Nacional de Vendas no Brasil

Com ampla experiência no setor, Luis Ceciliato ingressou na Axis Communications em 2011 A Axis Communications anunciou Luis Ceciliato como…

Cases

Aeroporto de Heathrow Londres transforma operações aeroportuárias com a Genetec

Plataforma unificada de segurança física dá suporte às ambições do aeroporto de inovação contínua A Genetec anunciou hoje que o…