Pulseira inteligente Schood pode ser aliada para escolas voltarem às aulas presenciais em segurança

O retorno das aulas presenciais já é uma realidade em diversas cidades do Brasil e a segurança de alunos e funcionários das escolas se tornou uma preocupação ainda maior. O governo do Estado de São Paulo, por exemplo, tornou facultativo o retorno às aulas a partir de 8 de fevereiro com 35% da capacidade e levantou novamente muitas discussões sobre as melhores maneiras de assegurar o cumprimento das normas sanitárias estabelecidas pelos órgãos competentes para frear e reduzir os impactos da pandemia. Diante deste cenário, soluções de tecnologias educacionais podem ser um importante aliado no retorno às salas de aula, como a pulseira inteligente Schood, um wearable desenvolvido pela Tecnologia Educacional, braço de educação da Positivo Tecnologia.

Lançada em 2019 como uma tecnologia vestível que permite monitorar a chegada de alunos às escolas, presenças em sala de aula e até mesmo auxiliar em compras na cantina sem o uso de dinheiro vivo ou cartões, a Schood foi aprimorada no último ano para auxiliar também no controle de aglomerações, seja na chegada e saída, no recreio ou em qualquer outra situação.

A partir de um termômetro instalado na entrada da escola, o sistema realiza a aferição da temperatura de cada estudante, professor ou funcionário, e exibe essa informação no seu visor e a registra no banco de dados do usuário. Assim, é possível, controlar a temperatura corporal de todas as pessoas que acessam a escola, e, consequentemente, dar às escolas a oportunidade de gerenciar e tomar providências de acordo com os protocolos sanitários.

Em relação ao monitoramento de aglomerações, o Schood também faz o controle da presença dos usuários por geolocalização, emitindo um alerta caso o espaço exceda o limite de pessoas recomendado. Com esses dados em mãos, os gestores escolares podem evitar situações de risco para o contágio do novo coronavírus e ainda elaborar medidas e estratégias ao longo da retomada e continuidade das aulas presenciais.

“A aferição térmica e geolocalização são recursos que dão ainda mais segurança aos pais, estudantes e profissionais das escolas, que podem acompanhar à distância e em tempo real uma série de atividades que podem não ser recomendadas em um cenário pandêmico”, disse Rafael Kohler, gerente de produto da unidade de tecnologias educacionais da Positivo Tecnologia. “Sempre destacamos, entretanto, que a tecnologia veio pra somar, e é fundamental que outras medidas preventivas à disseminação do vírus, como o uso de máscara e o distanciamento mínimo de 1,80m, entre outras, sejam tomadas pelos responsáveis por cada ambiente escolar”.

Integrado ao sistema da cantina, o Schood incentiva o pagamento cashless, sem a necessidade de uso de cédulas ou cartões, diminuindo o contato entre as pessoas. Outro recurso, o “Tô indo”, evita aglomerações na saída da escola, pois informa quando o pai ou responsável está próximo da escola para buscar algum aluno. Além disso, a pulseira inteligente da Tecnologia Educacional envia notificações e alertas relacionados a segurança, como no caso da aproximação de alunos a áreas de risco.

Antes da pandemia, a adoção do Schood pelo Instituto Cuiabano de Ensino (ICE) de Cuiabá/MT, levou a um aumento de 30% nas matrículas. Segundo o diretor, Edu Neto, o feedback dos pais foi muito positivo. “Para eles, é importante saber que seus filhos são acompanhados em tempo real no ambiente escolar. E, “a partir de agora, o Schood se torna ainda mais relevante para a adoção e controle das normas sanitárias, além de aliado na luta contra a covid-19”. disse Edu.

Notícias Relacionadas

Destaque

Mercado imobiliário do Rio aposta em tecnologias de segurança de última geração

O mercado imobiliário do Rio tem lançado cada vez mais condomínios de alto padrão com recursos tecnológicos voltados para a…

Destaque

Dahua Technology anuncia programa de estágio

A Dahua Technology anuncia o programa de estágio 2021 com duração de até dois anos. As inscrições podem ser feitas…

Destaque

SP está prestes a liberar câmeras com reconhecimento facial no metrô e trem

O uso de câmeras de reconhecimento facial em metrô e trem pode ser aprovado em breve pelo governo paulista. A…