Saiba como escolher o melhor sistema de alarme para a sua casa

Garantia de segurança é hoje uma das principais preocupações, especialmente nas grandes cidades, que têm visto os índices de invasões e furtos residenciais aumentar nos últimos anos. Só na capital paulista, dados da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) contabilizam mais de 150 assaltos em casas por mês – um aumento de 3% entre os anos e 2017 e 2018.

Em busca de mais tranquilidade e bem-estar, muitas pessoas e condomínios passaram a investir nos mais diversos tipos de sistemas de segurança. Nesse momento, a dúvida que surge é: como decidir pela melhor empresa e os melhores equipamentos?

Moradora recém-chegada a Belo Horizonte, umas das principais preocupações da empresária Fernanda Muniz ao alugar sua nova casa no bairro do Prado foi a segurança. “Procuramos uma empresa idônea e indicada por amigos para fazer toda a instalação”, diz. “Hoje temos câmeras em áreas estratégicas da casa, como parte externa e de circulação, sensores de presença com alarme e cerca elétrica. O bom serviço prestado foi um diferencial e por isso já estamos pensando em um ‘upgrade’, com a instalação de um serviço de monitoramento à distância”, explica.

O que compõe um sistema de alarme?

Hoje existem diversos tipos de sistema de alarme, cada um deles com características específicas e valores e tecnologias diferentes.

Os kits podem incluir diversos equipamentos, de alarmes sonoros a detectores de movimento em janelas e botões de pânico. E podem ou não estar conectados a uma central de monitoramento que aciona a polícia em caso de invasão.

O melhor sistema deve levar em conta a rotina da família

Na hora da escolha, é importante pensar no estilo de vida da família, como circulações de madrugada ou a presença de animais de estimação (que podem ativar um alarme de presença, por exemplo), e nos possíveis pontos de risco apresentados pela residência e região em que está localizada.

Para ajudar nessa decisão, as empresas de segurança enviam um técnico especializado ao local, para entender as principais necessidades da residência (áreas internas e externas) e, assim, poder recomendar os aparelhos mais adequados para a proteção do local.

Nesse momento, recomenda-se compartilhar com o técnico um pouco dos hábitos dos moradores da casa, sua percepção sobre a rua e os arredores e também suas principais preocupações em relação à segurança.

Na Verisure, empresa de segurança, o kit básico do sistema de alarme residencial vem com seis equipamentos, entre eles painel de controle portátil com autonomia de bateria de até 24 horas em caso de queda ou corte de energia e chaves inteligentes para ativação e desativação do alarme sem necessidade de memorização de códigos. Além disso, o sistema de alarme da empresa garante serviço de proteção 24 horas por dia, pois está conectado a uma Central de Monitoramento, que aciona a Polícia imediatamente, em casos confirmados de intrusão.

Notícias Relacionadas

Artigos

Como proteger estádios e arenas esportivas com tecnologia de segurança

Por Leopoldo Ruíz, Diretor Regional para a América Latina da Axis Communications Este mês tem sido uma temporada esportiva bastante…

Controle de Acesso

ASSA ABLOY Controle de Acesso passa a comercializar produtos Mul-T-Lock no Brasil

Referência em segurança desde 1973, agora é a vez dos brasileiros aproveitarem a qualidade dos acessórios e produtos da marca…

Cibersegurança

Entenda que é um apagão cibernético e quais são os riscos

Uma falha de grande magnitude, que compromete o funcionamento de sistemas interconectados e, portanto, pode afetar uma porção significativa dos…