SAFR da RealNetworks lança versão 3.4 com Detecção de Vivacidade Passiva (Liveness) e Anti-Spoofing

SAFR from RealNetworks anunciou uma nova versão do SAFR, a solução de reconhecimento facial mais avançada do mundo para vídeo ao vivo, que oferece reconhecimento facial preciso, rápido e imparcial e recursos adicionais de visão computacional. Já disponível, a versão 3.4 do SAFR apresenta novos recursos de detecção passiva de vivacidade (liveness) e anti-spoofing, para rostos com e sem máscaras, para aumentar a segurança das soluções de autenticação biométrica facial. A nova versão também inclui alarmes de listas de observação por SMS.

Detecção de Vitalidade Passiva

Agora ainda mais protegida contra falsificação, a detecção de vivacidade alimentada por IA do SAFR pode rapidamente (em 0,3 segundos) e com precisão (95,27% de True Positive Rate) verificar se é uma pessoa real e viva que está na frente de qualquer câmera RTSP ou USB padrão, e não uma foto ou videoclipe sendo apresentado. Na versão 3.4, o algoritmo SAFR analisa textura e contexto, com base no campo de espectro visual RGB de uma câmera 2D padrão – seja uma câmera IP embutida em um terminal de controle de acesso, uma câmera ATM, uma câmera USB ou laptop usado para autenticar o usuário.

Idealmente adequado para uma ampla gama de aplicações, como controle de acesso sem toque ou autenticação para aplicações como carteiras digitais ou realização de testes online, o recurso de detecção de vivacidade passiva do SAFR é muito intuitivo de operar, uma vez que os usuários não são obrigados a fazer nada específico, como virar o rosto, olhar para a esquerda ou para a direita, sorrir ou até mesmo tirar a máscara, se estiver usando uma.

Um recurso exclusivo da versão 3.4 do SAFR é sua capacidade de automatizar alertas para equipes de segurança quando uma tentativa de spoofing ou uma tentativa fraudulenta de obter acesso é detectada. A nova versão também permite que os times de segurança estabeleçam limites específicos para a vitalidade. Esses limites permitem equilibrar a conveniência do usuário final e os níveis específicos de veracidade da vitalidade que precisam, dependendo do caso de uso. Com o SAFR 3.4, os usuários podem visualizar os resultados da análise de vídeo e vivacidade em tempo real ou revisar os registros históricos baseados em eventos.

Compatível com qualquer câmera IP disponível, o SAFR Passive Liveness Detection oferece um baixo TCO (Custo Total de Propriedade) e pode ser rapidamente implantado em dados e redes existentes.

Alarmes SMS de Listas de Observação (Watchlist Alarms)

O SAFR agora conta com a funcionalidade de alerta por SMS para plataforma Windows e também Cloud. Isso representa uma ótima solução para pequenas e médias empresas que desejam ter a capacidade de configurar notificações por SMS para que os funcionários responsáveis pela segurança possam ser alertados, estejam eles no local ou fora do escritório. Os usuários SAFR têm flexibilidade para configurar notificações SMS que são acionadas em um conjunto de condições de evento, incluindo a identificação se a pessoa é VIP, de interesse ou se o indivíduo está em uma área específica.

“A nova versão do SAFR adiciona novos níveis significativos de segurança para controle de acesso, autenticação para acesso físico ou validação de identidade de uma pessoa para fins de eKYC. A abordagem passiva baseada em IA do SAFR funciona com fluxos de vídeo RGB 2D, oferece suporte para BYOD (Bring Your Own Device, ou em português, traga seu próprio dispositivo) e reduz drasticamente os custos e as complexidades associadas às soluções baseadas em hardware”, disse Eric Hess, Diretor Sênior de Gerenciamento de Produtos, responsável pelo SAFR: solução de Reconhecimento Facial e Segurança da RealNetworks.

Notícias Relacionadas

Destaque

23ª edição da EXPOSEC é adiada para 2022

Maior feira de segurança na América Latina, antes programada para junho deste ano, foi transferida para o período de 7…

Destaque

Homem processa polícia após ser preso por engano por falha em reconhecimento facial

Um homem entrou com um processo contra a polícia de Detroit, nos Estados Unidos, após ser preso por engano por…

Destaque

Como um Estado nos EUA conseguiu criar regras para reconhecimento facial

Legislação de Massachusetts alcançou um equilíbrio na regulação da tecnologia, permitindo às autoridades policiais colher os benefícios da ferramenta e…