Novidades mundiais no setor de segurança

Sistemas integrados, equipamentos autônomos e inteligência artificial foram alguns dos destaques demonstrados por 800 marcas expositoras

Por Fernanda Ferreira

A 22ª edição da feira Exposec recebeu 45 mil visitantes, entre empresas e profissionais, em seus três dias de realização. O evento aconteceu de 21 a 23 de maio, no São Paulo Expo, zona sul da capital paulista, e contou com a presença de aproximadamente 800 marcas expositoras.

“As inovações em produtos apresentadas pelas empresas, incluindo a Arena Abese Conecte-se, com a participação de gestores de segurança, IoT e startups, foram a grande novidade nesta edição da Exposec”, disse Rimantas Sipas, diretor comercial da Cipa Fiera Milano, organizadora da Exposec. Segundo ele, os resultados da feira mostram que “o setor está crescendo com investimentos em novas tecnologias para atender o mercado com soluções mais eficientes”.

Já a presidente da Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), Selma Migliori, declarou que a 22ª Exposec foi um marco para o setor no Brasil. “O evento consolidou a conexão entre segurança e novas tecnologias, como IoT. Nós conseguimos apresentar soluções de segurança que estão de acordo com novas possibilidades de negócios e que acompanharam todas as transformações do nosso mercado. Essa constante atualização nos orgulha e, certamente, nos motiva para grandes novidades previstas para 2020”, afirmou.

A edição de 2019 contou com atrações como a Arena Abese Conecte-se, que reuniu universidades e startups para apresentar as novidades na aplicação de Internet das Coisas no setor de segurança. Outras atrações foram o Fórum Brasileiro de IoT e a Ilha de Startups, além do 2º Congresso de Segurança em Hospitalidade e do 1º Seminário da Escola Superior de Segurança (ESS) sobre condomínios integrados.

Novidades em soluções de segurança eletrônica

Na edição anterior, antecipamos o que alguns players do mercado, como Giga Security, Intelbras, JLF Alarmes, Seagate, Nice, Seventh, Segware, Moni Software, TS Shara e Fulltime apresentaram durante a feira. Nesta edição, mostraremos as soluções que outras marcas apresentaram durante o evento.

Começando com a Hikvision, um dos destaques foi a nova linha HiLook de CFTV, com câmeras de vigilância analógicas, IP e DVRs. Os modelos são todos focados no mercado de entrada de videomonitoramento.

Outra novidade foi o Terminal de Controle de Acesso DS-K1T606MF, que possui avançada tecnologia de reconhecimento facial. No estande, a solução estava integrada a uma catraca inteligente, que elimina a necessidade de crachás e/ou outros sistemas de identificação, como a biometria e a espera em longas filas para apresentação de documentos pessoais. A solução de reconhecimento facial é ideal para bancos, faculdades e empresas, entre outros locais com intensa movimentação de pessoas. A empresa destinou parte de seu estande para demonstrar de forma interativa com o público o funcionamento da solução. O painel reconhece automaticamente a até um metro de distância as pessoas com autorização para entrar nos ambientes. A solução permite também verificar, identificar e liberar de forma remota os visitantes que chegam aos condomínios, a partir de uma central. Se necessário, envia imagens e transfere ligações para o smartphone do morador. Com a solução da Portaria Remota é possível substituir os serviços terceirizados de monitoramento de portaria nos condomínios.

Os visitantes também conheceram várias opções de câmeras de vigilância com tecnologia Wi-Fi, da linha HikHome. Os equipamentos são fáceis de instalar e de usar, e possibilitam monitoramento a partir de qualquer local via tablet ou smartphone. Outra opção apresentada pela empresa foi a Linha de Sistemas Integrados, voltada para o controle interno e externo de entrada e saída de pessoas. São soluções que podem ser compostas pela integração de produtos de alta tecnologia Hikvision, como vídeos porteiros, switches, controles de acesso, alarmes e acessórios, atendendo às mais diferentes necessidades dos usuários.

Além disso, também foi destaque a linha de alarmes sem fio que tem como principal característica a longa distância de transmissão (até 800m) bidirecional inteligente, vídeo verificação e gerenciamento via aplicativo Hik-Connect; e a linha Turbo HD 4.0, que oferece aos sistemas de segurança analógicos alta resolução Ultra HD 4K.

Já a italiana Came do Brasil, trouxe o Came Connect, uma plataforma capaz de integrar o usuário com suas soluções. O aplicativo realiza um autodiagnóstico do produto e fornece essas informações para o integrador/instalador, como o estado do motor, se está no momento de fazer manutenção, se apresenta algum problema, entre outros, dessa forma o profissional passa a ter uma cultura mais preventiva do que reativa. Também é possível saber se os portões estão abertos ou fechados e realizar a abertura ou o fechamento diretamente do smartphone.

A companhia também apresentou o Came Key, solução que permite ao instalador fazer toda a atualização, instalação e ajustes dos produtos Came remotamente. Dessa forma, se o equipamento apresentar algum problema, por exemplo, é possível, antes de se deslocar até o local, identificar e tentar resolver a distância. “O Came Key funciona como um arquivo dentro de um pen drive. Para passar para outro computador, basta você conectar. Não é necessário fazer de novo. Este produto conecta com a cancela, portão, catraca, entre outros produtos Came, e já passa todos os dados. Ele também conecta a um aplicativo de celular para ajuste necessários, como, por exemplo, velocidade, tempo de abertura, entre outros. Tudo online, sem necessidade de ajuste mecânicos”, explicou Marco Barbosa, diretor da Came do Brasil.

A companhia de controle de acesso Wolpac apresentou uma nova solução que promete inovar o controle do fluxo de pessoas para o varejo, o Wolgate Store. Completamente automatizado, o produto é destinado ao controle de entradas e saídas e à otimização do fluxo de pessoas em lojas e supermercados. A tecnologia vem ao encontro de questões atuais do segmento, já que muitos estabelecimentos estão optando pela independência dos usuários com o self-checkout, que agiliza os processos de compra do cliente e reduz os custos operacionais da empresa. O equipamento possui estrutura em aço carbono pintado e braço bidirecional com abertura em ângulo de 180º. Conta com o acionamento motorizado brushless, que garante maior precisão do movimento e maior durabilidade. “O novo equipamento também é automatizado para liberar a passagem em casos de emergência, como incêndios ou quedas de energia. Integrado ao sistema central da loja, o aparelho reconhece a situação atípica e aciona o mecanismo de liberação”, explicou Alan Lourenço, gerente Comercial da Wolpac.

Outra novidade para o mercado foi o lançamento do Sistema BQC (braço-que-cai) para as linhas de catracas tipo pedestal e gabinete. “Assim como a tecnologia utilizada no Wolgate, o sistema também está integrado à central do prédio ou estabelecimento. Em situações de emergência, faz com que os braços caiam instantaneamente, deixando a passagem livre, evitando acidentes e permitindo a rápida evacuação do local”, afirmou Lourenço.

Participando pelo oitavo ano seguindo, a ELSYS ampliou a sua linha de atuação e trouxe um portfólio com câmeras de segurança interna e externa, com conexão Wi-Fi e acesso pelo aplicativo ELSYS HOME em smartphones e tablets. Os equipamentos geram imagens HD e Full HD, além de contarem com visão noturna. No estande, a companhia também mostrou os vídeos porteiros. Além da versão tradicional, o modelo com Wi-Fi pode ser monitorado via aplicativo e a fechadura elétrica acionada por meio de um QR code temporário. Os visitantes também conheceram as novidades em fechaduras digitais. Os equipamentos permitem a configuração de até cinco senhas e alarme de violação, além de modelos com código para convidado.

A empresa MinhaPortaria.com lançou na Exposec o Kit Plug Play de Portaria Remota, disponível não só para os parceiros da empresa, mas para todos os profissionais que desejam realizar um projeto de portaria remota no Brasil.

A solução, que é patenteada pela companhia, traz um padrão de montagem com todos os itens necessários para a implantação de um projeto de portaria remota. O cliente apenas informa a quantidade de cada componente e suas respectivas marcas, e a MinhaPortaria. com monta os equipamentos dentro do Kit. “Quando nos referimos a portaria remota, estamos falando de cinco pilares tecnológicos: alarme, câmera, interfone, controle de acesso e portão, e tudo isso precisa funcionar de forma integrada e eficiente. A nossa solução é o desenho dessa lógica com o conceito plug in play, e tem permitido habilitar uma operação de portaria remota em 15 dias”, explicou Walter Uvo, especialista em tecnologia de segurança de condomínios da MinhaPortaria.com.

A solução já chega montada e pronta para o cliente. O Kit contempla DVRs, placas controladoras, módulos de acesso de veículos e pedestres, intertravamentos, no-breaks, conectividades e qualquer outro item que for previsto no projeto.

A Terzian, proprietária das marcas O-Tech e O-Tech Vision, apresentou um lançamento inédito no evento, exclusividade da marca. Trata-se de um monitorar com NVR embutido que se comunica com as câmeras sem precisar de Wi-Fi. Com capacidade de armazenamento de 2TB, a solução conta com uma entrada HDMI e duas entradas USB, com distância de até 50 metros, do aparelho até as câmeras. O kit vem com a opção de 4 ou 8 câmeras, ideal para monitoramento residencial ou pequenos comércios.

Partindo para a área de software, a ISS – empresa que desenvolve sistemas de vigilância de segurança e vídeo analíticos –, trouxe como novidade o ISS SecurOS Smart, um tracking de acesso totalmente integrado, que possibilita o rastreamento em tempo real e sincronização com as imagens gravadas. “Trata-se de uma solução modular, que dá a possibilidade de incorporar múltiplas autenticações, e com ela o usuário pode gerar relatórios para controle de informações de uma forma sem similares no mercado”, explicou Daniel Feitosa, diretor regional da ISS no Brasil.

Para o reconhecimento biométrico, a fabricante apresentou o ISS SecurOS FaceX, solução desenvolvido para ambientes controlados e não controlados, internos e externos, que atua na captura e reconhecimento simultâneo de múltiplas faces. A aplicação permite a pesquisa inteligente (com busca avançada e geração de listas de acesso) e, também, conectividade de banco de dados, com importação e exportação ilimitada de detectores faciais e suporte SDK. A novidade desta versão é que ela vem com um custo mais acessível que o anterior, pois não haverá mais a cobrança pela licença da base de dados.

Já o ISS SecurOS Auto, solução consagrada da companhia, realiza monitoramento veicular que permite, entre suas diversas funções, o reconhecimento de veículos e a leitura de placas em alta velocidade (até 250 km/h), pesquisa inteligente (com geração rápida de relatórios e conectividade de banco de dados) e facilidade de conexão com BD externo e integração com equipamentos e dispositivos terceiros, com suporte SDK.

Notícias Relacionadas

Destaque

Nova ferramenta potencializa a qualidade das instalações dos sistemas de vídeo

Dispor de uma visão global das melhores práticas para a instalação e implantação de soluções de vídeo confiáveis e escaláveis…

Segurança Eletrônica

FLIR lança a câmera termográfica destinada a socorristas mais accessível de seu inventário

A FLIR Systems anunciou o lançamento da câmera de imagem térmica portátil FLIR K1, a mais acessível da empresa para…

Cases

Universidade de Delaware adota segurança cibernética

Uma das universidades mais antigas dos Estados Unidos, a Universidade de Delaware tem suas raízes em 1743. Hoje, é a…