GR investe em soluções de tecnologia de vigilância patrimonial para reduzir repasses da inflação para clientes

Empresa usou expertise técnica de 30 anos para apresentar opções economicamente vantajosas para cada perfil atendido

Os impactos da inflação se farão presentes no dissídio 2022 de categorias como porteiros e vigilantes. Para evitar que o repasse pese para seus clientes, o GRUPO GR, uma das maiores empresas do setor de segurança privada no país, envolveu mais de 100 pessoas de diversos times que tiveram a missão de encontrar soluções vantajosas que reduzam custos. 

“Já havíamos realizado alguns ensaios em 2020, mas com a expectativa de um alto índice inflacionário que impactará no dissídio 2022, desde agosto, iniciamos um complexo trabalho com as nossas diversas áreas, entre elas comercial, gestão de contratos e operações, para simular hipóteses com vários cenários e verticais de atuação, em condomínios, shoppings, centros logísticos, indústrias, entre outros locais”, explica Maurice Braunstein, CEO do GRUPO GR.

O projeto envolveu a capacidade técnica que desenvolvemos ao longo dos anos, aliada a análises minuciosas das particularidades de cada cliente, levando em consideração, desde o tipo de mão de obra que seu contrato contempla, até a realização de estudo de viabilidade tecnológica, avaliando de que forma é possível ajustar as operações atuais, com soluções digitais. Essas equipes lideraram simulações, testes, reuniões a fim de encontrar as melhores soluções e apresentar cenários reais de modernização, que reduzam custos no curto prazo. 

A expectativa do GRUPO é ter pelos menos 30% de adesão entre os clientes, já que hoje a busca por inovação e alternativas que tornem as atividades do dia a dia mais fácil é cada vez maior. Em um local onde há três postos de recepção, por exemplo, é possível suprir um ou dois deles por totens de autoatendimento, para maiores velocidade e assertividade no acesso a um determinado local. 

“A ideia é unir mão de obra a recursos tecnológicos para uma economia por escalabilidade e otimização dos recursos financeiros. Além disso, pretendemos absorver a mão de obra substituída em um cliente antigo, para atuar em algum dos novos clientes que conquistamos todos os meses”, diz o CEO. 

Ele complementa: “sabemos que a tecnologia traz benefícios a qualquer setor, mas a questão não é só investir em tecnologia, mas sim saber como aplicá-la da melhor forma no seu setor de atuação e isso o GRUPO GR sabe fazer muito bem. Somos uma empresa altamente técnica, trabalhamos sempre baseados em estudos, metodologias, com profissionais especializados. Esse é nosso grande diferencial e o que nos torna uma das maiores do setor”.

Notícias Relacionadas

Destaque

Número de condomínios que utilizam portaria remota cresce 86% em 3 anos

Uma pesquisa realizada pela plataforma SíndicoNet em 2021 com 957 gestores de São Paulo mostra que 15,4% dos entrevistados migraram…

Destaque

Os três principais benefícios do vídeo inteligente para varejistas

Fala-se muito sobre como a análise de dados pode melhorar as operações de varejo. Mas, de acordo com Andy Martin,…

Destaque

Congresso ISC Brasil vai trazer novas tecnologias e tendências do setor de segurança integrada

Evento está incluído na pauta de atrações da exposição, que será presencial e realizada de 21 a 23 de setembro,…