Entenda como funciona o Domo de Ferro, sistema de defesa antiaéreo de Israel

Sistema consegue interceptar cerca de 90% das artilharias lançadas contra o país, como foguetes, mísseis e morteiros

Provavelmente você deve ter visto a foto acima, tirada pelo fotógrafo Anas Baba em maio de 2021 em meio aos conflitos entre as Forças de Defesa de Israel e a organização palestina Hamas. O registro mostra o exato momento em que o Domo de Ferro, também conhecido como Cúpula de Ferro, intercepta foguetes disparados da Cidade de Gaza.

O Domo de Ferro é um sistema de defesa aérea usado por Israel para interceptar e destruir foguetes de curto alcance, projéteis de artilharia e morteiros disparados a uma distância de até 70 quilômetros, com o objetivo de proteger civis e infraestruturas importantes. De acordo com as autoridades israelenses, o sistema consegue bloquear cerca de 90% dos mísseis disparados.

Como o Domo de Ferro funciona?

Basicamente o sistema possui três etapas:

1. O radar detecta e rastreia o foguete disparado da fronteira com Israel;

2. Um software avançado processa essa informação e prevê a trajetória do foguete;

3. Um interceptador – míssil cuja função é destruir o outro foguete – é disparado do solo para explodir o foguete em pedaços inofensivos no céu.

Em momentos de conflitos, por receber um grande volume de disparos, a Cúpula conta com um sistema inteligente capaz de identificar os mísseis que representam maior ameaça para as áreas urbanas, desconsiderando aqueles que atingirão locais despovoados ou o mar.

“O Domo de Ferro é o sistema mais avançado que existe para combater esse tipo de ameaças e Israel é o único país do mundo que possui essa solução, que já está em funcionamento há uma década. Ele foi desenvolvido para combater foguetes não guiados que permanecem em baixas altitudes. Para ameaças de médio e longo alcance, Israel está desenvolvendo os sistemas David’s Sling e Arrow, que conseguem interceptar aviões, drones, foguetes e mísseis balísticos”, explicou o israelense Hen Harel, especialista em segurança e diretor da Ôguen, empresa que importa soluções tecnológicas de Israel para o Brasil.

Segundo Hen, Israel é o país que desenvolve as soluções mais robustas para o mercado de segurança, como radares para segurança perimetral, drones para vigilância 24h, minas eletrônicas terrestres para uma segurança mais discreta, entre outras soluções inovadoras.

Esses equipamentos estão disponíveis no Brasil através da Ôguen, única representante dessas soluções israelenses no país.

Quer saber mais sobre tecnologias israelenses inovadoras? Acesse: www.oguen.com e os acompanhe no Instagram, www.instagram.com/oguen_tecnologias.

Notícias Relacionadas

Destaque

Congresso ISC Brasil vai reunir gestores de segurança e autoridades para debater soluções para integração entre segurança pública e privada

Evento acontecerá dentro da ISC Brasil, que será presencial e realizada de 21 a 23 de setembro, no Expo Center…

Destaque

Empresas de diferentes setores usam Genetec Mission Control para apoiar decisões nos procedimentos de inspeção de funcionários e visitantes

Isto porque o mecanismo de automação de segurança pode ser usado para estabelecer procedimentos de inspeção padronizados e eficientes para…

Destaque

Webinar: descubra a tecnologia multissensor de cobertura omnidirecional com a Illustra Pro Gen4

A Johnson Controls anuncia a realização de um encontro virtual para apresentar a tecnologia multissensor motorizada das câmeras Illustra Pro…