Distribuidora chega ao mercado de segurança com soluções de rádio comunicação

Com solução PoC e câmeras de corpo da Hytera, a 3R Network quer conquistar o setor de segurança eletrônica

Por Fernanda Ferreira

A 3R Network iniciou suas operações em 2019 e chegou ao mercado com o objetivo de tornar o setor de distribuição mais dinâmico, oferecendo novas oportunidades, produtos, formatos de negócio, além de fomentar um crescimento de receita expressivo aos seus clientes. A empresa acaba de completar um ano de atuação e mesmo com um cenário econômico instável devido a pandemia mundial, conseguiu se consolidar no mercado de Telecom e agora visa o segmento de Segurança com soluções de rádio comunicação. Para falar sobre a empresa, parceiros e soluções, conversamos com Rafael Vieira, Diretor de Marketing e Vendas da 3R Network.

Revista Segurança Eletrônica: Como foi o primeiro ano da 3R Network?
Rafael Vieira: Apesar da pandemia, ficamos acima da média. Conseguimos nos posicionar muito bem na área de rádio comunicação – dentro daquilo que tínhamos trabalhado –, e tivemos uma grata surpresa na área de conectividade, já que por conta do coronavírus, houve uma demanda expressiva de pessoas que tiveram que migrar para o home office e consequentemente buscaram melhor qualidade de transmissão de dados, o que acelerou essa área da companhia.

Também no primeiro ano de atuação, firmamos parceria com duas grandes fabricantes mundiais de tecnologia: D-Link e Hytera, o que nos garantiu a qualidade de soluções ofertadas aos nossos integradores.

Atuamos em todo Brasil, sendo que nossa matriz está localizada em São Paulo e nosso centro de distribuição no Espírito Santo onde fica nosso estoque e toda operação logística.

Revista Segurança Eletrônica: Vocês pretendem investir mais no mercado de segurança eletrônica? Rafael Vieira: Quando falamos em segurança eletrônica, automaticamente nos limitamos a pensar em câmeras de vigilância, só que o setor é muito mais abrangente. Por isso estamos disponibilizando no mercado soluções robustas de rádio em parceria com a fabricante Hytera, além disso, estamos fornecendo também para esse nicho, soluções D-Link de conectividade, como roteadores e câmeras residenciais.

Revista Segurança Eletrônica: Quais são as soluções da Hytera disponíveis para os integradores na 3R Network?
Rafael Vieira: São dois lançamentos: o Rádio PoC PNC370 e Bodycams VM686. O Hytera PNC370 é um rádio portátil LTE que permite comunicação de voz e transmissão de dados com uma conexão quase ilimitada em redes celulares em todo o país. Com essa solução o nosso cliente não fica restrito a uma área para conseguir se comunicar, o que a torna ideal para o mercado de segurança. Ele tem GPS, Bluetooth, Wi-Fi e lanterna de LED incorporados, bateria com capacidade de 18 horas de duração, classificação IP54 para suportar sujeira, poeira e umidade, e supressão avançada de ruído para ter um áudio nítido em ambientes barulhentos.

Já a Bodycam VM686 é um microfone com alto-falante de vídeo remoto (RVM) projetado para capturar, armazenar e compartilhar evidências de vídeo, áudio e imagens em campo. O dispositivo integra uma câmera usada no corpo com um microfone com alto-falante remoto. Com essa solução as empresas de segurança conseguem ter o controle de todas as ocorrências.

A solução Bodycam VM686 é compatível com os VMS de mercado, possibilitando a integração a outros sistemas de segurança. Além disso, se combinarmos o rádio com a bodycam é possível transmitir e receber comunicações de voz, iniciar alarmes de emergência e transmitir vídeo em tempo real para um centro de controle pela rede LTE mesmo em condições de baixa iluminação.

Revista Segurança Eletrônica: Quais são os diferenciais das soluções Hytera em relação a concorrente?
Rafael Vieira: A Hytera é um dos maiores fabricantes de soluções em radiocomunicação do mundo, com um portfólio completo de tecnologias DMR, Tetra, POC. Possui uma equipe extremamente competente para dar o suporte necessário para os distribuidores e revendas no Brasil. A inovação é outro fator de destaque, já que a Hytera é uma empresa que investe muito em P&D e consegue ter produtos inovadores com maior rapidez, um exemplo disso é o PoC.

Revista Segurança Eletrônica: Como funciona a política comercial da 3R Networks?
Rafael Vieira: Nós temos um DNA 100% de distribuição. O nosso trabalho é fomentar os parceiros de negócios, manter estoque, suporte de engenharia, marketing e financeiro. Disponibilizamos ferramentas financeiras para fomentar o mercado em diversos cenários, uma delas é voltada para que as revendas possam atuar com o sistema de locação mais confortavelmente.

Revista Segurança Eletrônica: Gostaria de deixar um recado final para os nossos leitores?
Rafael Vieira: A 3R chegou com o objetivo de fazer diferente do que o mercado tem feito, oferecendo melhor atendimento e trazendo sinergia entre segmentos distintos. Trabalhamos com um portfólio de soluções específicas às necessidades de cada cliente e queremos continuar desse modo, buscando a assertividade e o crescimento próprio e de nosso parceiro. SE

Notícias Relacionadas

Destaque

Pesquisadores de segurança enganam sistema de reconhecimento facial

Um time de pesquisadores da empresa de cibersegurança McAfee conseguiu enganar um sistema moderno de reconhecimento facial. Os especialistas divulgaram uma…

Destaque

HID Global apresenta tecnologia para automatizar o distanciamento social nos locais de trabalho

Conforme as organizações que fecharam no Brasil retomam suas operações, novos requisitos para criação de ambientes de trabalho seguros para…

Artigos

Transformação do sistema de videovigilância do setor bancário com tecnologia IP

Por Luis Miguel Dávila, Gerente de Vendas e Engenharia da Hanwha Techwin para a América Central A capacidade dos sistemas…