Coamo investe em inovador sistema de segurança eletrônica para prevenção de riscos

Monitoramento inteligente com Analytics e Inteligência Artificial foi desenvolvido pela Avantia e conta com mais de 100 câmeras que classificam riscos de colaboradores e dá suporte aos associados da cooperativa. Projeto inovador teve início pela nova indústria de óleo em Dourados/MS

A Avantia , uma das líderes em tecnologia para segurança no país, acaba de instalar o sistema de segurança eletrônica de alta performance na Coamo, maior cooperativa agroindustrial singular da América Latina. O projeto criará uma base de dados de segurança por meio de câmeras que contam com Inteligência Artificial e técnicas de Machine Learning para prevenção de riscos de acidentes com colaboradores, invasão de perímetro e gestão visual de processos. Foi instalado na Indústria de óleo em Dourados/MS e vai performar com 132 câmeras.

O projeto contou com o apoio do laboratório de inovação da Avantia – o Avantia Labs , que deu origem à plataforma AVVA (Avantia Vídeo Analytics), um servidor baseado em algoritmos treinados. Na Coamo, foi programado para classificar ameaças que remetam à invasão do perímetro e coloquem em risco a vida dos colaboradores. Por exemplo, a identificação de uma pessoa em um local pode não indicar um risco e nem sempre é possível acompanhar o momento que antecede uma eventual invasão, principalmente, quando o perímetro é extenso.

No entanto, se esse acesso for de fora para dentro e por alguém não identificado, esse parâmetro pode ser indício de ataque e, aí sim, exigir a atuação do operador de segurança. A ferramenta classifica esse risco: se o possível invasor veio da área externa e é desconhecido, o evento é categorizado de alto risco, o que exige prontamente a intervenção da segurança orgânica.

Se um colaborador for visualizado sem capacete ou qualquer outro equipamento de proteção individual, o analítico também faz a identificação. A plataforma detecta o risco com uma série de detalhamentos e alerta o operador de segurança, via software, que comunica o responsável pelo setor, para que ele tome as devidas providências.

As 132 câmeras estão conectadas ao sistema de videomonitoramento CFTV (Circuito Fechado de Televisão), plataforma AVVA e à AMS (Avantia Monitoring Services), que forma a base de dados com o plano de ação. As informações identificadas pelo AVVA são enviadas à outra plataforma integrada ao sistema – o AMS (Avantia Monitoring Services), para formar a base de dados que, automaticamente, cruza o evento com o plano de ação adequado, orientado antecipadamente pelos supervisores de segurança da empresa.

Para José Aparecido Bernardo, Gerente Administrativo da Coamo, a inovação deve contribuir para a evolução do setor. “Saímos de uma segurança conservadora para a mais avançada do mercado. Nosso objetivo é construir uma base de dados para sermos ainda mais assertivos nos processos operacionais, com total segurança dos colaboradores e parceiros”.

Douglas Brito, gerente de negócios da Avantia que conduziu o projeto com a Coamo, reforça que a inovação deve avançar o mercado agro. “É um projeto altamente inovador em que é possível reaproveitar todo o legado da empresa para chegar ao melhor custo-benefício. O sistema mitiga e classifica riscos, reduz mão de obra manual e traz uma base de dados estruturada, crucial para a rápida tomada de decisão que é determinante para o setor de segurança”, pondera Brito.

Notícias Relacionadas

Destaque

23ª edição da EXPOSEC é adiada para 2022

Maior feira de segurança na América Latina, antes programada para junho deste ano, foi transferida para o período de 7…

Destaque

Homem processa polícia após ser preso por engano por falha em reconhecimento facial

Um homem entrou com um processo contra a polícia de Detroit, nos Estados Unidos, após ser preso por engano por…

Cibersegurança

Cyber Security Summit Brasil 2021 abre inscrições para a quinta edição

A mais importante conferência internacional de cibersegurança, a Cyber Security Summit Brasil (CSSB), abriu as inscrições para a sua quinta…