Acaba de chegar ao Brasil drone capaz de voar 24 horas por dia

Desembarcou essa semana em São Paulo, diretamente de Israel, o drone cabeado com a capacidade de voar 24 horas por dia, sem qualquer interrupção. Essa é a primeira e única solução do tipo no Brasil.

Alcançando uma altura de até 100 metros, o drone atende diferentes necessidades operacionais, sendo capaz de realizar rondas perimetrais, mapeamento de áreas, coleta de dados, inspeções aéreas, pronta resposta, entre outros.

“Toda a tecnologia do equipamento foi desenvolvida em Israel e nos Estados Unidos, com o apoio da Força Aérea americana, resultando em uma solução com padrões militares, com proteção incomparável e nunca vista por aqui”, falou Hen Harel, especialista em segurança e diretor da Ôguen, representante oficial da tecnologia no Brasil em parceria com a Aeroscan. “Essa é a solução ideal para empresas que buscam monitoramento perimetral proativo e preventivo, resposta ágil e inspeções eficientes”, completou o especialista.

Além da capacidade de se manter no ar por 24 horas, a aeronave também tem a flexibilidade de se soltar do cabo de alimentação e realizar voos livres de até 35 minutos, sendo um excelente recurso nos casos de acionamento de alarme ou detecção de alvos, por exemplo.

Toda a tecnologia está conectada a uma base móvel composta de sensores e câmeras, onde o drone realiza pousos, decolagens e o carregamento da bateria. Dessa maneira, quando o cabo é desconectado, ele cai suavemente com a ajuda de um paraquedas, e volta automaticamente para a caixa. Assim, quando o drone volta para a base depois de um voo livre, o cabo se conecta automaticamente na aeronave.

A solução pode ser aplicada em diferentes segmentos, como indústrias, centros de distribuição, subestações de energia, usinas fotovoltaicas, condomínios horizontais, data centers, entre outras possibilidades.

“Essa é uma das tecnologias para segurança perimetral mais eficiente do mercado brasileiro atualmente. Com ela é possível programar missões de rotina; manter um monitoramento ativo para detecção de invasões; realizar respostas de emergências, como incêndio, missão de resgate e controle de multidão; além de inspeções comerciais e industriais, como mapeamentos e verificação de calhas e telhados, por exemplo”, explicou Hen Harel, da Ôguen.

A solução já está em solo brasileiro e disponível para aplicação. Para saber mais sobre a solução, acesse: www.oguen.com/drones-autonomos-easy-aerial.

Notícias Relacionadas

Cases

VIVOTEK implanta solução aprimorada de vigilância para uma cervejaria japonesa centenária

Uma conhecida cervejaria japonesa centenária, reverenciada localmente por seu saquê, shochu, vinho de ameixa, cerveja e aromatizantes, opera cinco cervejarias…

Cibersegurança

Cibersegurança e o fator humano: muito além da tecnologia

Por Andréa Thomé e Leylah Macluf Quase todas as empresas médias e grandes já sofreram um ataque cibernético. As que…

Destaque

Aeroportos tendem a ter processos mais inteligentes e focados em oferecer melhores experiencias aos clientes

Com este objetivo, as empresas devem ampliar sua digitalização e adotar soluções de segurança e inteligência cada vez mais integradas…