6 coisas que você realmente precisa saber sobre cerca elétrica

Por Icaro Torres, da Simas Technology

As cercas elétricas são uma camada de proteção valiosa nos dias atuais. São instaladas normalmente em cima de muros, grades, portões e também na propriedade rural.

Essas barreiras de proteção elétricas afastam ladrões e qualquer pessoa ou coisa indesejada. O choque ocasionado por elas (de 8.000 a 21.000 volts) não mata, mas causa um grande desconforto inibindo entradas irregulares. E o que você realmente precisa saber sobre elas são seus modelos, vantagens e regras.

Vantagens
Muitos sistemas funcionam sem luz elétrica por até 15h, por meio de bateria, tempo de sobra para voltar à luz em caso de falta de energia. Elas também podem ser equipadas também com alarmes, que alertam para o caso de rompimento da cerca.

O custo benefício é outra grande vantagem, em longo prazo, para quem deseja realizar a instalação, mas é importante observar e negociar a garantia oferecida pela empresa e o custo com manutenção. Com esses itens dificilmente as cercas elétricas darão algum incomodo.

Como funciona
A cerca elétrica é constituída de fios de aços, isoladores e hastes que interligam esses fios e recebem a tensão por meio de uma central de eletrificação.

Dica: Para uma segurança ainda maior, além de aumentar a tensão da cerca dentro dos padrões legais, quanto mais fios em diferentes locais e alturas forem instalados, mais seguro estará o imóvel.

Também estão à disposição do consumidor as cercas com monitoramento e as sem monitoramento:

As monitoradas são interligadas a uma central de alarme e quando violadas disparam sirene de alarme e acionam uma empresa de segurança ou disca para o numero de seu telefone.

• As não monitoradas não são interligadas a uma central de alarme e quando violadas disparam sirene de alarme. Ou seja, tem um nível de proteção a menos.

Lei
Vale destacar que cada Estado e Município podem possuir sua própria legislação, portanto regras diferentes para o uso das cercas eletrificadas. No município do Rio de Janeiro, Lei Nº 4.110, as cercas deverão ser instaladas em altura mínima de 1.80 metros, com choque não letal, e o local deve ter placas sinalizadoras para alertar sobre o perigo. Sua instalação e manutenção só devem ser feitas por profissional habilitado pelo CREA e deve ter como responsável técnico um Eng. Elétrico.

É imprescindível evitar também a instalação das cercas próximas às folhagens, árvores, postes ou outros cabos de energia elétrica.

Foi sancionada recentemente a Lei Federal 13.477, Rende multa de até R$ 5.000,00 para o dono do imóvel ou síndico que não contratar uma empresa especializada.

Manutenção
É importante contratar uma empresa de segurança eletrônica de confiança e gabaritada, pois uma cerca frouxa, por exemplo, diminui a sensação de choque que o ladrão pode sentir.

E ainda ter atenção à bateria, e sua troca anual, para garantir que em quedas de energia a cerca elétrica se mantenha em funcionamento.

Fonte: Simas Technology

Notícias Relacionadas

Destaque

Benefícios de um sistema de segurança com gravação em nuvem

As empresas estão cada vez mais utilizando a solução em nuvem que permite – no caso do mercado de segurança…

Cibersegurança

Um em cada dez incidentes de cibersegurança nas empresas é considerado grave

Segundo levantamento da Kaspersky ataques sofisticados são comuns e atingiram 27% das companhias Uma análise dos metadados do Kaspersky Managed…

Controle de Acesso

Tecnologia aliada ao design são tendências da CASACOR Minas Gerais em 2021

Em parceria com a Templuz, a ZKTeco será a marca responsável pelo Controle de Acesso inteligente e seguro dos participantes…