ZKTeco é eleita entre as 50 maiores empresas de segurança eletrônica no mundo

A ZKTeco, fabricante mundial em tecnologia de segurança inteligente por meio de reconhecimento biométrico (facial, palma, veia do dedo e impressão digital), foi classificada como a 14ª maior empresa de segurança eletrônica no ranking TOP 50 Empresas de Segurança Globais 2020 da revista a&s.

A empresa ainda foi classificada entre as 3 melhores empresas no Grupo de Soluções de Sistema de Entrada devido ao seu pioneirismo e inovação na criação de produtos e soluções.

Dentre as empresas que atuam em diversos segmentos da Segurança Eletrônica, classificadas como “Grupos Múltiplos”, a ZKTeco ocupa a 6ª posição. “Estamos extremamente orgulhosos por esse reconhecimento conquistado. O prêmio demonstra que estamos no caminho certo, desenvolvendo soluções e produtos inovadores com o nosso propósito de levar segurança inteligente para a vida das pessoas”, destaca Marcelo Lobo, CEO da ZKTeco no Brasil.

No Brasil, a ZKTeco também está alcançando grandes conquistas em 2020. Além da inauguração da sua fábrica em Minas Gerais, a empresa está desenvolvendo parcerias importantes para ampliar sua atuação no mercado nacional. “Em breve, lançaremos uma linha de produtos em parceria com a GIGA Multilaser e estamos desenvolvendo integrações com a Genetec, que logo divulgaremos ao mercado”, informa Rodrigo Sant’Ana, diretor Comercial e de Marketing da ZKTeco.

Notícias Relacionadas

Destaque

Grupo Prosegur lança solução de custódia de ativos digitais para mercado corporativo

O Grupo Prosegur lançou uma solução abrangente de gestão e custódia de ativos digitais chamada Prosegur Crypto. O serviço é…

Destaque

Intelbras realiza live para profissionais de segurança eletrônica

A Intelbras realiza no dia 24/11 um evento on-line exclusivo para profissionais de segurança eletrônica. Essa edição do future.now on-line terá…

Artigos

Dados são o novo petróleo! O que você tem feito com os seus dados?

Por Christian Visval e Fernando Só e Silva Estamos todos inseridos na denominada “revolução industrial 4.0” ou até melhor, na…