Universidade Estadual de Londrina (UEL) inaugura complexo de videomonitoramento em seu campus

Sistema composto por soluções da Intelbras foi ampliado com a aquisição de 45 câmeras; objetivo da ação é garantir mais segurança para as 25 mil pessoas que circulam pelo local

A Universidade Estadual de Londrina (UEL) inaugurou seu novo complexo de videomonitoramento. O sistema, que utiliza soluções da Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias com 47 anos de história, é voltado para prevenir e inibir ações que possam ameaçar a segurança dos membros da comunidade universitária, bem como proteger o patrimônio público.

O novo complexo tem capacidade para monitorar toda a extensão do campus, que abrange uma área de 235 mil m², por onde circulam cerca de 25 mil pessoas, entre elas estudantes, professores e colaboradores. Para expandir e fortalecer o sistema de videomonitoramento no local, foi feito um investimento na instalação de câmeras com leitura de placas de veículos para controle de acesso, além da atualização de todo o sistema de combate a incêndios dos prédios administrativos.

“Ao longo destes três meses de uso das soluções, adquirimos um amplo domínio na aplicação das tecnologias de reconhecimento facial e de busca forense, auxiliando o trabalho de nossa equipe de segurança na redução do número de ocorrências no campus”, explica Luiz Cláudio Buzeti, prefeito do campus da Universidade Estadual de Londrina.

Segundo Fabiano Paulino, supervisor de licitação do Grupo Smartseg e responsável pela comercialização e instalação das soluções no campus, a implantação do novo complexo foi resultado de um trabalho realizado em conjunto pela Intelbras, UEL e Smartseg.

“Compreendemos e avaliamos as necessidades do cliente para oferecer a melhor solução disponível no mercado. Nosso projeto foi abrangente, envolvendo não apenas a implantação do sistema de monitoramento, mas também uma infraestrutura de primeira linha, com a instalação de mais de 7 mil metros de fibra óptica em todo o perímetro do campus. Com isso, a universidade possui, em seu espaço físico, um dos maiores e mais avançados projetos de videomonitoramento no setor educacional do Brasil”, destaca.

Soluções empregadas

As soluções foram instaladas em locais definidos com base em critérios técnicos, visando aumentar a segurança da comunidade local. Todo o projeto foi cuidadosamente planejado para a implementação de um sistema integrado e centralizado, o que levou à escolha das soluções fornecidas pela Intelbras.

Segundo Raphael Rabello, gerente sênior de vendas da área de soluções e projetos da Intelbras, o projeto reforça a presença da empresa no segmento de educação. “Para nós, que somos reconhecidos por estarmos sempre próximos de clientes, parceiros e colaboradores, é muito importante atuar em setores fundamentais para a sociedade, como é o caso da educação. Nossas soluções estão proporcionando à equipe de segurança da UEL uma atuação mais eficiente e ágil na prevenção de ocorrências. Além disso, eles recebem um excelente suporte técnico e comercial, o que aumenta a confiança em nosso trabalho”, complementa Rabello.

O novo complexo conta com uma sala de videomonitoramento equipada com o software de gestão de segurança eletrônica Intelbras Defensa IA e uma central de videowall com seis monitores de 55 polegadas para três operadores. Para a implantação do projeto, foram adquiridas 45 novas câmeras, que se somaram às 56 já instaladas, totalizando um sistema com 111 câmeras em atividade.

Os modelos utilizados são das linhas 7000 e 9000 da Intebras, que se destacam pela alta capacidade de zoom, imagens em alta resolução e recursos de inteligência artificial embarcados. Além disso, câmeras térmicas foram instaladas na fazenda do campus a fim de evitar furto de animais, e câmeras com leitura de placas estão localizadas nas entradas e saídas do campus.

Também foram instalados alarmes de incêndio e um sistema de monitoramento convencional, bem como um sistema de controle de acesso e detector de temperatura.

“Estamos muito satisfeitos com as tecnologias implantadas e com a qualidade das soluções da Intelbras, além do ótimo serviço da Smartseg. O projeto está sendo um sucesso e vem alcançando os resultados esperados”, finaliza o prefeito do campus da UEL.

Notícias Relacionadas

Destaque

Polícia Federal deve iniciar fiscalização a bancos após 1 ano da publicação da portaria sobre segurança privada

Neste mês, completa um ano desde a publicação da portaria que regulamenta iniciativas para aumentar a segurança da população, empresas…

Destaque

Auvo Lança Auvo Chat na Exposec 2024: Inovação em Comunicação para o Setor de Segurança Eletrônica

A Auvo, plataforma completa de gestão para equipes externas, confirma presença na Exposec 2024 e apresenta uma inovação ao público…

Destaque

Aeroscan e Performancelab na Exposec: onde a segurança e a eficiência se encontram

É com essa mensagem que Aeroscan e Performancelab juntas na Exposec reafirmam a integração de suas plataformas para aumentar o…