Nice Brasil – Uma década de história

Após dez anos de atuação no país, a Nice se prepara para novos investimentos e foco no mercado local

Por Fernanda Ferreira

A Nice tem avançado a passos largos para se consolidar como uma das principais referência em automação residencial e predial, segurança e Smart Home no mundo. A empresa emprega hoje mais de 3 mil pessoas nos cinco continentes, abrangendo as mais diversas origens e culturas, com 16 centros de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e instalações de fabricação que atendem parceiros e clientes em mais de 100 países.

No Brasil, a Nice está prestes a inaugurar um novo complexo industrial no estado de São Paulo onde será realizada toda a produção e comercialização do portfólio da empresa. Para falar sobre essa nova fase da Nice Brasil conversamos com Leonardo Sanchez, Diretor Geral da companhia.

Revista Segurança Eletrônica: A Nice completa esse ano uma década de atuação no Brasil. Como vocês avaliam esses 10 anos no país?

Leonardo Sanchez: Estar presente no mercado brasileiro é uma estratégia global da Nice, sendo uma das principais sedes do grupo no mundo. Atualmente contamos com mais de 300 colaboradores em três unidades: Limeira/SP, São Caetano do Sul/SP e Santa Rita do Sapucaí/MG, além das nossas equipes regionais que estão presentes em mais cinco estados.

Nesses 10 anos de operações no país, houve uma completa renovação na linha de produtos comercializados no Brasil. Em nosso portfólio, inserimos novas tecnologias e novas funcionalidades, além de oferecer um design premium em toda a nossa linha de produtos, o que é um diferencial no mercado e uma característica global da Nice.

Mais de 100 lançamentos marcaram esses 10 anos. Tivemos um crescimento de 181% no nosso faturamento e ainda ampliamos em 73% as nossas linhas de produção. Entramos em novos segmentos, como o controle de acesso e segurança eletrônica, com a aquisição de quatro empresas: Peccinin, Genno, Omegasat e Linear-HCS.

Inauguramos uma nova planta da Nice em Santa Rita do Sapucaí/ MG, onde além do setor de produção, a fábrica conta com uma área administrativa e com uma divisão destinada a clientes, com auditório, centro de treinamento e showroom. É um lugar projetado para receber parceiros e empresas para experimentar soluções inovadoras e ter uma imersão no mundo da automação residencial.

Recebemos o prêmio Marca Brasil em 2017, 2018 e 2019 no setor de segurança patrimonial e empresarial em quatro categorias: Melhor Automatizador de Portão; Melhor Cartão de Proximidade; Melhor Leitor de Acesso e Melhor Biometria. E o prêmio IDEA Brasil, em 2014, com o controle remoto EVO. Além dos prêmios, também adquirimos as certificações ISO 9001 e LEED (Leadership in Energy and Environmental Design).

Revista Segurança Eletrônica: Entre os investimentos que a empresa realizou no Brasil está um complexo industrial orçado em R$ 100 milhões na cidade de Limeira, em São Paulo, que começou a ser construído em 2019 e está prestes a ser lançado. O que terá no local e qual o objetivo da companhia com essa nova estrutura?

Leonardo Sanchez: Além dos investimentos realizados na linha de produtos, a Nice também está investindo em melhorias do parque industrial. As unidades no Brasil estão se preparando para atender às demandas do mercado mundial com produtos de alta tecnologia e complexidade técnica. O Brasil representa um mercado estratégico para a Nice, contribuindo de forma relevante para nosso crescimento na América do Sul. A nova planta em Limeira é altamente tecnológica e proporcionará substanciais melhorias na qualidade dos produtos além de ganhos de produtividade. Localizada no km 144 da Marginal da Via Anhanguera, contará com uma área construída de 20.090 m² em um terreno de 40 mil m². É um dos centros de pesquisa e desenvolvimento global do grupo Nice. No local, serão testadas e implementadas novas tecnologias e soluções para simplificar o dia a dia das pessoas. O espaço, que inclui dois andares de escritórios, novos espaços para os funcionários (academia e churrasqueira), showroom e uma grande e importante área de treinamento, desempenhará um papel fundamental nos planos da Nice no âmbito nacional e regional. Iremos receber a visitação de clientes que terão a oportunidade de entender todo o processo de fabricação dos nossos produtos, além de testemunharem o DNA da Nice. Nosso novo complexo industrial trará oportunidades para o futuro da marca no Brasil. Teremos toda estrutura necessária para a produção e comercialização do nosso portfólio distribuído apenas no exterior, onde será possível modulá-los de acordo com as características e demandas do mercado local. Com isso, possibilitará a cobertura de atendimento e produção para novos clientes.

Revista Segurança Eletrônica: Entre os destaques do complexo está o viés inovador e sustentável da infraestrutura. Quais ações garantirão a preservação do meio ambiente e por que a Nice decidiu fazer um projeto como esse?

Leonardo Sanchez: A sustentabilidade é um dos pilares do grupo Nice no mundo. Ao desenvolver um projeto sustentável, todos ganham: nós como companhia, os colaboradores e a região na qual a instalação está inserida. É responsabilidade de todos nós, como fabricante, colaboradores e nossos consumidores, zelar pelo desenvolvimento sustentável. O cliente irá adquirir um produto que não prejudica o meio ambiente e que contém o DNA Nice. O complexo projetado pelo arquiteto e designer italiano Mario Cucinella, fundador do estúdio MCA – Mario Cucinella Architects, possui altos padrões de sustentabilidade, design com abordagem holística e 4 mil metros quadrados de painéis fotovoltaicos capazes de fornecer toda a energia elétrica necessária pela operação nos dias de sol, além de possuir um tanque de água de 500 metros cúbicos que armazena água da chuva para fins de reutilização. A ideia é que as ações e práticas sustentáveis do projeto possam interagir naturalmente com a paisagem local.

Já a fábrica, graças à combinação entre aumento da massa térmica e ventilação natural contínua, opera durante todo o ano no modo de funcionamento livre (sem necessidade de aquecimento ou resfriamento), com isso, deverá atender a necessidade mínima de utilização de ar-condicionado e de luz elétrica. A cobertura conta com um dispositivo ambiental passivo capaz de oferecer proteção à radiação solar, reduzindo em 47% a radiação incidente e sem emissão de carbono. O novo projeto faz parte de uma visão mais ampla da Nice em termos da Indústria 4.0 em sua extensão máxima, que chamamos de “Smart Factory 5.0”, uma alavanca essencial para apoiar o crescimento do grupo e desempenhar um papel fundamental tanto no mercado nacional quanto no internacional.

Revista Segurança Eletrônica: Recentemente a Nice adquiriu a Nortek Security & Control LLC, em um investimento avaliado em US$ 285 milhões. Qual foi o objetivo dessa aquisição e como isso pode refletir na atuação da empresa no Brasil?

Leonardo Sanchez: A Nortek Security & Control é uma empresa líder no desenvolvimento de soluções em tecnologia para segurança, automação residencial, controle, potência, AV e entretenimento, controle de acesso, saúde e sistemas de inteligência artificial (AI) para mercados residenciais e comerciais. Com esta aquisição e a adição de marcas premiadas estratégicas às nossas linhas de produtos e serviços, a Nice expande seu portfólio para fornecer um conjunto completo de soluções integradas para clientes residenciais, comerciais, industriais e governamentais, desde o faça você mesmo do consumidor, até produtos especializados, personalizados e instalados profissionalmente e aplicativos de alta segurança, aprofundando assim a presença da marca no Brasil.

Revista Segurança Eletrônica: Falando sobre soluções, quais foram os produtos que a empresa lançou para o mercado em 2021?

Leonardo Sanchez: Atualmente trabalhamos com 27 famílias de produtos em quatro segmentos: sistemas de automação de portas, portões e cancelas, sistemas de controle de acesso, segurança eletrônica e smart home.

A Nice foi a primeira empresa do mercado a lançar a tecnologia de criptografia e anticlonagem dos controles remotos. Foi pioneira na fabricação e comercialização de controles remotos com comunicação bidirecional, o Nice Era One BiDi, que permite saber o status do portão por meio do LED.

Nossos controles remotos possuem alcance de até 1 km e comunicação bidirecional, a Nice Era One Lora, com tecnologia NFC embarcada. Também somos as principais centrais eletrônicas para portões com fonte chaveada e central monofásica com a função de desaceleração. Ainda somos pioneiros em automatizador pivotante com conceito da Pivo Robo, tracionado com roda.

O programador Nice O-View permite ao instalador realizar a configuração do automatizador de maneira mais fácil e intuitiva. Desenvolvemos a nova geração de Programador WiFi com APP MyNice Pro; Linha de automatizadores de alta velocidade Nice Hi-Speed e versão brasileira com inversora trifásica; Automatizadores com motor DC; e cancelas com motor DC e bateria backup.

Recentemente, lançamos o Leitor Facial FRR1010, com precisão de 99% e tempo de reconhecimento facial de apenas 0,2 segundos e identificação do uso de máscaras. O equipamento realiza diversas formas de identificação, seja por reconhecimento facial, por cartão de proximidade, senha ou QR Code.

O Controle Remoto Era One DUO conta com uma estética elegante e sofisticada e possui como principal diferencial seus quatro canais, sendo dois Rolling Code, destinados para programação de produtos Nice e outros dois Learning Code, com compatibilidade de automatizadores de portões, cercas elétricas e alarmes também de outras marcas.

A Antena Veicular Nice UHF RTAG3000 é a primeira com fabricação 100% nacional do mercado. Atua no controle de acesso veicular com capacidade de até 12 mil TAGs. Tem como diferencial uma distância de leitura regulável, possibilitando o ajuste mais eficiente que garante a leitura apenas do veículo que está entrando, e Código RFID Nice criptografado, que não aceita TAGs clonados. Possui uma distância de leitura de até nove metros, LED com indicação de status em três cores diferentes e indicação sonora.

Nossas catracas possuem versões em: aço inoxidável escovado e pintura eletrostática preta. Seu acesso é feito por leitor RFID, leitor biométrico ou senha com cadastramento de mais de 8 mil usuários offline e 5 mil biometrias, com a opção de cofre coletor de cartões. A placa controladora é com comunicação TCP/IP, que pode ser integrada a qualquer software de controle de acesso. É possível a configuração de ações avançadas como: rotas, jornada e feriados, sentido unidirecional ou bidirecional e controle anti passback.

A Linha Hi-Speed de automatizadores de alta velocidade é a solução perfeita para quem busca velocidade aliada à tradição, durabilidade e performance da linha de motores. Dentro da família Hi-Speed, a Nice possui a versão HSC, desenvolvida para atender aplicações que exigem maior ciclo de operação e durabilidade do produto, características exigidas principalmente em condomínios, por isso a sigla HSC que significa Hi-Speed & Cycle.

A basculante Ultra i-HSC é o primeiro produto da família de alta velocidade com inversora inteligente e possui diversos recursos, como freio eletrônico, fechamento por fotocélula, configuração de botoeira somente abre e somente fecha, abertura parcial e função clausura (intertravamento).

A inversora Sprint 3F possui aprendizado automático do sentido de abertura e fechamento do motor e fim de curso – sem a necessidade de inverter fios, memória compatível com as centrais atuais da Peccinin e função configurável para uso em portões de abertura para fora ou para dentro, em atendimento à legislação municipal de São Paulo.

Revista Segurança Eletrônica: O que podemos esperar da Nice Brasil em 2022?

Leonardo Sanchez: A Nice tem avançado a passos largos para se consolidar como uma das principais referência em automação residencial e predial, segurança e Smart Home no mundo. Somos uma empresa global, porém pensada para suprir as necessidades do mercado brasileiro. Toda nossa eletrônica é desenvolvida aqui no país.

Evoluímos as nossas plataformas de produtos, permitindo a introdução de recursos de conectividade, tanto para o instalador realizar um trabalho mais ágil e oferecer novos serviços aos seus clientes, como para o consumidor desfrutar de uma casa inteligente e conectada.

Em 2022, o novo complexo será inaugurado em Limeira, um marco para a Nice e para o Brasil. No local, serão testadas novas tecnologias, novos produtos serão desenvolvidos e fabricados para abastecer as carências no mercado local. Daremos a opção para o cliente escolher um produto que foi pensado e produzido com responsabilidade social, que não prejudica o meio ambiente, algo raro no nosso mercado.

Com isso, podemos esperar muitos lançamentos e novidades para o ano de 2022. Nossa missão é oferecer produtos de qualidade, com alta tecnologia e design premium, proporcionando soluções para o mercado sem esquecer do desenvolvimento sustentável na área em que estamos inseridos.

Notícias Relacionadas

Destaque

Grupo ASSA ABLOY Brasil reposiciona Vault para ASSA ABLOY Controle de Acesso

A mudança mira no fortalecimento da operação A Vault, empresa de tecnologia que atua há mais de vinte anos desenvolvendo barreiras…

Destaque

Volta às aulas: como a tecnologia pode minimizar os riscos de transmissão da covid-19 com o retorno das atividades presenciais

Com o aumento do número de vacinados contra a covid-19 no Brasil, volta a discussão sobre o retorno das aulas…

Destaque

Intelbras é ganhadora do Prêmio Lide SC 2021

Empresa recebeu o reconhecimento na categoria Tecnologia e Inovação A Intelbras foi a ganhadora do Prêmio Líderes de Santa Catarina 2021 na categoria Líder…