Tecvoz e Camerite firmam parceria com a Prefeitura de São Paulo para o programa City Câmeras

A Tecvoz e a Camerite firmaram parceria com a Prefeitura de São Paulo através da doação de câmeras de alta resolução, doação do serviço de armazenamento de imagens em Nuvem e da liberação de acesso a plataforma e aplicativo de monitoramento das câmeras para a primeira fase do programa City Câmeras. O projeto tem o objetivo de inibir a ação de criminosos e aumentar a segurança na capital paulista com a participação da sociedade civil, empresas e com o Governo do Estado de São Paulo. A iniciativa faz parte do programa Cidade Segura e prevê a instalação de 10 mil câmeras por toda a cidade até 2020.

Ao todo, foram doadas 500 câmeras, sendo que 248 câmeras já foram instaladas no bairro do Brás com o apoio de empresas privadas – 230 IP Varifocal de 2 megapixels e 18 câmeras PTZ de 3 megapixels. As câmeras possuem tecnologia inteligente, o que significa que as imagens gravadas não correm o risco de serem perdidas, mesmo que haja perda de sinal de internet. Caso ocorra uma interrupção, as imagens são armazenadas dentro do equipamento (até 8GB de gravação), e quando a conexão é restabelecida, a câmera sincroniza e envia as imagens gravadas para a Nuvem.

A ideia da Tecvoz e da Camerite é continuar a parceria com a Prefeitura e doar mais equipamentos e acessos à plataforma de monitoramento para vigiar outros bairros residenciais e comerciais. “Esse modelo do Brás será levado para outras regiões da cidade, como José Paulino, 25 de março, Largo 13 de maio e assim por diante. Queremos fazer de São Paulo a cidade mais monitorada eletronicamente do Brasil”, disse o Prefeito João Doria, no lançamento do projeto City Câmeras.

As câmeras e o sistema de monitoramento serão integradas ao sistema do COPOM – Centro de Operações da Polícia Militar do Estado de São Paulo, e ao Detecta, sistema de monitoramento inteligente do Governo de São Paulo, e as imagens ficarão armazenadas por 24 meses na solução em nuvem da Tecvoz. A Polícia Militar, Polícia Civil e a Guarda Civil Metropolitana terão acesso a essas imagens, que serão uma importante ferramenta do poder público para detectar, prevenir e reagir a situações de emergência, além monitorar o patrimônio público, escolas, hospitais, ruas, avenidas, pontes e passarelas da cidade.

“Nós procuramos o secretário municipal de Segurança Urbana, José Roberto de Oliveira, e mostramos a nossa plataforma em Nuvem e as nossas câmeras de alta definição. A simplicidade de operação e a qualidade das imagens impressionaram o secretário, que viu que tínhamos a solução perfeita que o projeto precisava. Nós participamos do City Câmeras pela importância que damos a cidade de São Paulo e por acreditarmos que esse projeto é um exemplo a ser seguido. Como a Tecvoz tem estrutura em praticamente todos os estados, conseguiremos viabilizar o projeto de monitoramento para todo o Brasil. Queremos fazer história junto com São Paulo”, explicou Paulo Yoon, Diretor Comercial da TecVoz.

Lançamento do site City Câmeras

A Prefeitura também lançou nesta terça-feira (11), o site do City Câmeras, com orientações à população e a empresas sobre como participar do programa. O site será uma plataforma de monitoramento de segurança da cidade, reunindo imagens de todas as câmeras conectadas ao sistema e que poderão ser acessadas diretamente pelos distritos policiais, garantindo mais agilidade nas ações de prevenção e combate ao crime e contribuindo nas investigações. O sistema também é integrado ao Detecta, da Secretaria Estadual da Segurança Pública.

“O que nós estamos fazendo é integrar o que já existe na cidade de São Paulo. Hoje, quando acontece um crime, a Polícia Civil recebe a informação e faz uma ação no local para achar onde estão as câmeras. Agora, damos endereço a essas câmeras. A polícia já consegue acessar. A finalidade é criar a dificuldade para a prática do crime na cidade”, disse o secretário de Segurança Urbana, José Roberto Oliveira.

 

 

Prefeito João Dória com Paulo Yoon (Diretor Comercial da TecVoz) e Cristian Aquino (Diretor da Camerite)

Prefeito João Dória e a Selma Migliori (Presidente da ABESE)

Prefeito João Dória e Cristian Aquino (Diretor da Camerite)

Notícias Relacionadas

Destaque

Intelbras lança central de alarme de incêndio endereçável com possibilidade de configuração via Wi-Fi

O produto produzido no Brasil oferece maior facilidade de uso, custo-benefício e segurança A Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias…

Cases

Avantia, WeSafer e Farah Service entregam modelo de videomonitoramento inteligente para a Ciclovia Franco Montoro, na capital paulista

A Avantia e a WeSafer, unidade digital independente especializada em inteligência artificial, fecham parceria com a Farah Service – concessionária…

Destaque

Após um ano de uso de câmeras em uniformes, mortes por policiais caem 80%

As mortes cometidas por policiais militares despencaram em 19 dos 131 batalhões do estado de São Paulo um ano depois…