Tecnologia nos sistemas de intrusão – O que é Spread Spectrum?

Sempre que falamos em sistemas de segurança temos a seguinte imagem em nossas cabeças: câmeras, catracas e sensores de alarme. Nos sistemas de vídeos tivemos um avanço tecnológico muito grande, sistema de transmissão via IP, sensibilidades baixas, imagens coloridas em baixíssimas condições de luminosidade, além da resolução, antes tinhamos imagens em VGA, hoje transmitimos em Full HD e até em 4k!

Já nos sistemas de detecção de intrusão, erroneamente chamados de sistemas de alarme, pois também temos alarmes em sistemas de detecção de incêndio, não tivemos grandes mudanças, mas claro, tivemos sensores com maior acuracidade, duplas tecnologias, anti mascaramento, entre outros, mas destaco o grande avanço nos sistemas de transmissão sem fio. Vamos conhecer uma dessas inovações nesse artigo.

Antigamente (e ainda hoje em muitos produtos) os sinais dos sensores de alarme eram transmitidos para os receptores em uma unica frequência, ou seja, os diversos sinais para sensor em alarme, sensor restaurado, bateria fraca, entre outros, eram encapsulados em uma única frequência (433Mhz por exemplo), e para receber esse sinal o sensor e o receptor ficavam sintonizados todo o tempo.

Como temos frequência fixa, o sistema fica susceptível a interferências, pois todo o sistema sem fio de uma residência ou comércio (telefone, modem WIFI, baba eletrônica, etc) também irradiará frequências que poderiam conflitar com a transmissão do sinal de alarme. Esse conflito ou interferência diminui o alcance dos sensores até o receptor. Quantas vezes presenciamos equipamentos com a informação “alcance de até 100 metros” e quando ligamos temos na realidade 10 ou 20 metros?

Para resolver esse cenário colocamos diversos receptores no local, aumentando, logicamente, o custo com equipamentos, infraestrutura, mão de obra de instalação e manutenção, o que muitas vezes acaba impossibilitando o projeto.

Um outro problema é o consumo de bateria, normalmente a duração é curta, pois para ter alcance maior os equipamentos necessitam de mais energia na propagação do sinal. Muitos sensores transmitem os sinais de tempos em tempos ou somente quanto existe a violação, para diminuir o consumo. Com isso podemos ter violação no sistema ou o sensor desligar após o esgotamento da bateria e o painel de alarme não receber nenhuma informação. Mesmo assim, as baterias duram cerca de um ano.

Com tudo isso os sistemas sem fio foram tratados no passado como vulnerável, caros ou não profissionais, mas a tecnologia dos sistemas de transmissão chegou nos sistemas de detecção de intrusão e com isso a maioria dos problemas foram sanados.

Falamos acima sobre a transmissão em frequência única e os problemas que poderíamos ter se a transmissão fosse feita em diversas frequências. Com um pedaço da informação em cada uma seria possível?

Sim, essa tecnologia é chamada Spread Spectrum, basicamente todo a informação é codificada e transmitida em pacotes em diversas frequências. Essa codificação é transmitida ao receptor e esse seria o único a entender esse código.


Como colocado acima, o sinal é codificado e somente o receptor “entende” o código transmitido, ou seja, todo e qualquer sinal transmitido que não for compatível com o sinal enviado pelo sensor será tratado como ruído, como interferência e é eliminado pelo receptor, melhorando assim a relação entre o sinal e o ruído do sistema, com isso temos grandes distâncias entre o receptor e o transmissor que é o sensor, com essa tecnologia chegamos a u ou dois km de transmissão em linha reta, realmente um grande benefício.

Uma segunda vantagem é o consumo de bateria, pois como a transmissão é feita em todo o espectro, em várias frequências, a amplitude do sinal é bem menor, diminuindo o consumo. Com isso temos até oito anos de duração de uma bateria em um sensor, diminuindo muito o custo com manutenção.

Com a redução do consumo, pode se transmitir mais informação e por mais tempo, com isso a central de alarme pode monitorar 24 horas o status do sensor, ou seja, se já foi restaurado, se a bateria do sensor esta baixa, se o tamper do sensor foi violado ou ainda se saiu do raio de alcance (retirado do local).

Essas são algumas vantagens que a tecnologia Spread Spectrum pode trazer para o seu sistema de detecção de intrusão, com ela podemos afirmar que o sistema é confiável e não é vulnerável. Verifique se o seu sistema possui essas características, caso negativo, está na hora de uma substituição, está na hora de ficar protegido!

Claudio Moraes

Claudio Moraes

Product Specialist - Anixter do Brasil Ltda.

Notícias Relacionadas

Destaque

Milestone atualiza software e lança versão 2020 com novos recursos

A Milestone Systems implementa diversos novos recursos e potencialidades, e amplia as funcionalidades dos serviços on-line, possibilitando que nossos parceiros…

Destaque

D-Guard no desfile das escolas do Grupo Especial de São Paulo

A festa no sambódromo do Anhembi, na capital paulista, vai de 21 a 24 de fevereiro. Mais de 150 mil…

Artigos

Navegar é preciso, mas como fazer isso sem se expor tanto aos riscos da vida digital?

Por Fernando Amatte Neste mês de fevereiro é comemorado o Dia da Internet Segura, data que tem como objetivo conscientizar as…