Startup investe em Inteligência Artificial para solucionar crimes

A startup Áudio Alerta, focada em desenvolvimento de análise inteligente de áudio, expandiu os investimentos em pesquisa em Inteligência Artificial e Engenharia de Som com a contratação de dois pesquisadores. O projeto de inovação acontece através da parceria com a Avantia e a FACEPE (Fundação de Amparo a Ciência e Tecnologia de Pernambuco).

A empresa, que atualmente participa de um programa de aceleração da Intel e da Tivit para startups focadas IoT, recebeu um aporte de 230 mil reais do programa Pesquisador na Empresa de Pernambuco (PEPE), promovido pela FACEPE. A pesquisa, já em andamento, está desenvolvendo a Plataforma Eco, que busca criar soluções para escutar de forma direcional o que acontece em ambientes externos.

O objetivo é produzir um produto que seja capaz de focalizar sons e amplificá-los, atenuando os demais sons produzidos ao redor. A plataforma permitirá, por exemplo, que um policial em uma central de videomonitoramento escute o diálogo entre um suspeito e uma vítima, ao vivo, mesmo que a conversa esteja ocorrendo em ambiente altamente ruidoso.

Além desse novo projeto, já existe uma tecnologia desenvolvida pelo Áudio Alerta e consolidada para Detecção de Eventos Sonoros. A tecnologia, hoje implantada em alguns pontos de Recife, detecta eventos como disparo de arma de fogo, batidas de carro e quebras de vidro. Microfones acoplados às câmeras permitem inclusive saber de qual direção veio o som.

Uso da Inteligência Artificial

No caso da averiguação de diálogos com a Plataforma Eco, inicialmente, o próprio oficial irá analisar essa possível tensão num diálogo. No entanto, à medida que os algoritmos da análise de áudio evoluem durante a fase de pesquisa, o sistema poderá passar a identificar situações de risco automaticamente através da Inteligência Artificial.

Através dessa evolução será possível refinar a filtragem do som, o que permitirá classificar uma quantidade significativa de novos tipos de eventos sonoros e realizar a eliminação de ruídos constantes do ambiente, que poderiam gerar falsos alarmes no momento da análise. Essa melhora na filtragem também colabora para aumentar a área de alcance dos microfones.

Outro desafio da pesquisa é conseguir aplicar uma solução que utilize o menor número de microfones possível. Assim, a startup busca proporcionar custos factíveis com a realidade do mercado brasileiro. Isso auxilia na implementação do sistema em plantas com grandes áreas no setor privado e em mais locais do ambiente público.

A previsão para o aprimoramento e conclusão geral para todo projeto é de 18 meses. A parceria do Audio Alerta com a Avantia busca trazer cada vez mais inovações para diferentes áreas em setores públicos e privados, aprimorando as capacidades de uso da tecnologia de análise de áudio.

Notícias Relacionadas

Destaque

Monitoramento veicular alerta para fadiga e uso de celular 

Sistema analisa imagens no interior da cabine e emite alertas para motorista e gestor de frotas Imagine um sistema de…

Destaque

Como a segurança é garantida em eventos que lidam com grandes públicos?

O Brasil tem se destacado no cenário internacional como um dos principais destinos para grandes eventos, atraindo multidões de fãs…

Destaque

Axis Communications Brasil recebe certificação Great Place To Work

Para 95% dos colaboradores, a empresa, que já conta com a certificação na Europa, Oriente Médio e África, é um…