Software em nuvem traz mais segurança para as cidades

A Camerite, empresa de Joinville, é uma das principais organizações brasileiras no desenvolvimento de software em nuvem para ser usado por empresas de segurança, provedores de internet e integradores de câmeras. A ferramenta é oferecida aos clientes finais com a possibilidade de acessarem imagens das câmeras instaladas em suas residências ou empresas, de qualquer dispositivo e em qualquer momento a partir de um login.

A plataforma em nuvem veio para substituir os antigos aparelhos DVRs que exerciam essa função de forma mais cara, insegura e com menos conectividade. O software permite, por exemplo, a verificação instantânea de dados, cruzando informações para identificação de pessoas, veículos, objetos e detecção de movimentos e situações.

Presente em 24 estados brasileiros, a empresa conta com uma rede de mais de 200 parceiros, como Khronos, Grupo FT, Prefeitura de São Paulo, Tecvoz, Porto Seguro e Maaxcam. A Camerite faz parte do grupo MAP e cresceu mais de quatro vezes o número de funcionários no último ano – a previsão para 2018 é terminar o ano com 70 colaboradores.
Além do software, a Camerite entrega também aplicativos para Android e iOs que auxiliam no monitoramento das gravações e ainda garantem a interação entre os parceiros e seus clientes. Cristian Aquino, CEO da empresa, reforça que a missão da empresa é contribuir para a segurança de maneira inteligente e escalável.”É extremamente gratificante atuar nesse segmento pelo valor que entregamos à população através de nossos parceiros. Nós simplificamos o monitoramento por vídeo”, ressalta Aquino.

Tecnologia a favor da segurança
Quando os apps de monitoramento de trânsito ainda não eram popularizados, Cristian Aquino criou a VejaAoVivo – uma plataforma ligada a mais de 1600 câmeras que mostrava em tempo real a situação das principais ruas das cidades. Em 2015, o executivo percebeu que o modelo de negócio não era escalável. A partir daí, desenvolveu a Camerite – uma nova tecnologia, ainda focada em monitoramento por imagens, mas agora com um objetivo diferente. O foco a partir de agora é investir cada vez mais em inteligência artificial para poder identificar rapidamente situações que representam uma ameaça à segurança.

O software da Camerite estimula ainda a vizinhança colaborativa. Funciona assim: uma câmera é instalada a cada quatro casas e os vizinhos conseguem compartilhar essas imagens, assim, todas as residências ficam dentro da área de cobertura. A plataforma permite que os usuários acessem uma linha do tempo, façam o download das imagens que procuram e compartilhem o link.

Para além dos bairros, a tecnologia da Camerite permite também que as cidades se conectem em prol da segurança. Em São Paulo, o projeto City Câmeras permite que a população disponibilize para a prefeitura e Polícia Militar imagens de câmeras particulares espalhadas pelas fachadas das casas e comércios da cidade. De acordo com a prefeitura da cidade, a rede de monitoramento criada pelos habitantes já ajudou a cidade a economizar R$3,6 milhões por ano.

Notícias Relacionadas

Destaque

Monitoramento veicular alerta para fadiga e uso de celular 

Sistema analisa imagens no interior da cabine e emite alertas para motorista e gestor de frotas Imagine um sistema de…

Destaque

Como a segurança é garantida em eventos que lidam com grandes públicos?

O Brasil tem se destacado no cenário internacional como um dos principais destinos para grandes eventos, atraindo multidões de fãs…

Destaque

Axis Communications Brasil recebe certificação Great Place To Work

Para 95% dos colaboradores, a empresa, que já conta com a certificação na Europa, Oriente Médio e África, é um…