Reconhecimento facial: cresce procura em condomínios e recursos humanos

A pandemia alavancou muitas tecnologias e uma que vem se tornando muito comum em prédios e condomínios é a de reconhecimento facial, uma tendência que vem para ficar, aumentando a segurança das pessoas. A tecnologia muitas vezes lembra os filmes de ficção científica, entretanto, o futuro distante virou o hoje. Essas tecnologias já são utilizadas por empresas em quase todo o mundo e também no Brasil.

“Reconhecimento facial é uma das principais tendências de segurança que vemos atualmente. São muito os locais que já optaram por essa tecnologia e a procura é crescente. Esse sistema controla o acesso de um determinado local por meio de leitores faciais, logo na entrada do estabelecimento, tudo gerenciado por um software que reconhece o indivíduo e libera e controla a sua entrada”, explica Gabriel Borba da GB Serviços, que fornece esse serviço no país.

Um destaque é que esse sistema de acesso é mais eficiente e moderno do que a biometria, reconhecendo as medidas do nosso rosto, que são como uma impressão digital. Com isso também é possível criar limitações no acesso, podendo ser essa de local ou horário.

O sistema de reconhecimento facial, porém não funciona de forma isolada. “É preciso que esses sistemas estejam alinhados juntamente com as barreiras físicas disponibilizadas no local, com isso controla todo o acesso a um local, permitindo 100% de controle de quem acessou o ambiente, com data, hora, tempo de permanência e local acessado”, explica Gabriel Borba.

Não há invasão de privacidade, é apenas um cadastro comum, uma foto, como já é feito quando se visita prédios comerciais. Mas com muito mais facilidade e agilidade para todos. Isso mostra como o mundo está mudando e é preciso se adequar a essa nova realidade, com uma maior proteção que possibilita a segurança que os negócios e as famílias merecem, para o desenvolvimento e crescimento em harmonia.

Para empresas

Se essa tecnologia funciona para segurança de espaços físicos, o resultado também é muito positivo para marcação de ponto dos trabalhadores, principalmente em um mundo com forte experiência de home office pós coronavírus

Para potencializar o resultado atualmente se tem essa tecnologia de Reconhecimento Facial e Geolocalização, com interação automática com o recursos humanos. O objetivo é trazer uma solução de marcação de ponto aos nossos clientes, mas com um objetivo ainda maior de eliminar trabalhos repetitivos e duplicados da área de Recursos Humanos

As vantagens são diversas, como por exemplo, através de dispositivo móvel ou tablet a marcação é realizada por reconhecimento facial e geolocalização, as marcações são atualizadas em tempo real e tanto RH como o gestor de equipe podem realizar as consultas de marcações pela internet. tudo proporciona grande segurança para todos, sociedade, empresas e trabalhadores.

Notícias Relacionadas

Artigos

Como proteger estádios e arenas esportivas com tecnologia de segurança

Por Leopoldo Ruíz, Diretor Regional para a América Latina da Axis Communications Este mês tem sido uma temporada esportiva bastante…

Controle de Acesso

ASSA ABLOY Controle de Acesso passa a comercializar produtos Mul-T-Lock no Brasil

Referência em segurança desde 1973, agora é a vez dos brasileiros aproveitarem a qualidade dos acessórios e produtos da marca…

Cibersegurança

Entenda que é um apagão cibernético e quais são os riscos

Uma falha de grande magnitude, que compromete o funcionamento de sistemas interconectados e, portanto, pode afetar uma porção significativa dos…