Psiu Seg apresenta botão de pânico sem fio no seminário de segurança da ABRASCE

Um equipamento sem fio, capaz de emitir um alerta ao painel que fica localizado junto à central de segurança do shopping e do grande varejo, estará sendo demonstrado no Seminário de Segurança 2018 – Inteligência a Serviço da Segurança, realizado pela ABRASCE (Associação Brasileira de Shopping Centers), nos dias 24 e 25 de abril, no Centro Empresarial São Paulo.

Trata-se de um sistema de chamada sem fio, com botão de pânico para ser acionado com a mão ou com o pé, que permite ao lojista chamar silenciosa e discretamente a segurança do shopping.

José Rubens Ferreira de Almeida, criador do sistema e presidente da empresa PSIU SEM FIO, explica que o produto surgiu sob demanda do mercado e dentro da constante inovação tecnológica em novos produtos desde a criação da empresa em 2008 com o primeiro produto da linha, o Psiu Garçom, que surgiu de sua própria necessidade de ser bem atendido em bares e restaurantes.

“De lá para cá foi um longo caminho, onde vivenciamos vários mercados e várias necessidades em gerenciamento de filas, desde bares e restaurantes até logística, incluindo residenciais para 3ª idade, casas de repouso, hotelaria e hospitais, sendo que hoje a nossa base instalada é superior a 400 sistemas”, explicou Almeida.

De acordo com ele, a empresa foi chamada para desenvolver uma solução dentro do espectro de sistemas sem fio que pudesse permitir aos atendentes e lojistas de shoppings centers chamarem a segurança quando perceberem algum risco de assalto ou outro tipo de ameaça, e até mesmo um cliente ou funcionário com mal súbito. “E a solução foi o sistema denominado Psiu Seg equipamento sem fio para o lojista chamar a segurança, que normalmente é instalado embaixo das mesas ou balcões e até mesmo no bolso, para que os lojistas possam acioná-lo”.

No Psiu Seg, todos os botões de pânico possuem dois interruptores. Um para chamar a segurança, outro que o atendente usar para apagar o alerta. “Por meio de um chaveiro com imã usado pelo segurança, o chamado deve ser apagado depois de atendido. Os chamados podem ser exibidos em um ou mais painéis, simultaneamente. É também possível mostrar o chamado no celular do segurança”, esclarece Almeida.

Todos os atendimentos ou chamados dos botões de pânico das lojas interligadas realizados pelo Sistema Psiu Seg são gravados permitindo emitir relatórios sobre o tempo gasto em cada atendimento por meio do software Psiu Tempo. Além disso, registra a duração média por período, e os chamados não atendidos, além de realizar o controle da ronda.

O próprio segurança também pode usar um botão de pânico no seu bolso para sinalizar à central de segurança sobre uma ocorrência suspeita. E a central focar aquele local que o segurança está, através das câmeras. Nem sempre o segurança pode usar o seu rádio para se comunicar com a central, discretamente.

Mais informações www.psiusemfio.com.br ou pelo telefone (11) 2737-7687.

SERVIÇO
Início: 24 e 25 de abril, das 8h às 17h
Local: CENESP (Centro Empresarial São Paulo) – Av. Maria Coelho Aguiar, 215 – São Paulo

Notícias Relacionadas

Destaque

Axis Communications comemora 40 anos possibilitando um mundo mais inteligente e seguro

Fundada em 1984, a Axis Communications – pioneira em IoT, nuvem e IA em videomonitoramento – está comemorando seu 40º…

Artigos

Autenticação segura escalável sem comprometer o desempenho

Por Klauss Schoneborn, gerente de Vendas para soluções de identidade e gestão de acesso da HID na América Latina. A…

Destaque

Dahua e WDC firmam parceria estratégica para o desenvolvimento do mercado de projetos de alto valor agregado

A Dahua Technology anuncia uma parceria estratégica com a WDC Networks, empresa de tecnologia que importa, fabrica e distribui suas…