Proteção ativa contra roubos

Geradores de neblina reduzem em 70% ação de criminosos em rede de lojas de eletroeletrônicos; projeto de segurança contempla câmeras IP, alarmes, reconhecimento facial e cortina de fumaça

Por Fernanda Ferreira

A FUJIOKA abriu a sua primeira loja em 1964 especializada em serviços fotográficos. Hoje, após 55 anos, a empresa carrega o título de ser a maior distribuidora de tecnologia do Centro-Oeste e uma das maiores do Brasil, além de contar com 65 lojas espalhadas pelos estados de Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal.

Entretanto, ao aumentar o seu mix de produtos e passar a oferecer aos seus clientes produtos eletroeletrônicos de alto valor agregado, como smartphones, tablets e notebooks, a FUJIOKA passou a ser alvo constante de criminosos, sofrendo arrombamentos e assaltos a mão armada. “Por termos lojas de rua com alto fluxo de pessoas, os roubos eram constantes. Também tivemos que lidar com a quadrilha da Marcha Ré, que usavam o carro para arrombar os nossos estabelecimentos”, contou Anibal Bento da Silva, diretor Administrativo da FUJIOKA.

Para tentar reduzir esses incidentes, a empresa decidiu renovar todo o seu projeto de segurança. “O nosso sistema de Case de Sucesso FUJIOKA segurança era considerado crítico. Instalamos equipamentos de diversas marcas que não se comunicavam, diversos modelos de centrais e sensores de alarme e de câmeras analógicas, não conseguíamos impedir os criminosos de entrarem”, explicou Gilcimar Honorio, consultor Técnico da FUJIOKA.

Foi então que a empresa decidiu padronizar todas as lojas, conectando os sistemas de segurança e integrando tudo em uma central de monitoramento, o que permitiu acompanhar em tempo real todas as filiais, desde as aberturas das lojas até as salas onde ficam armazenados os produtos com alto valor agregado. “Optamos por trabalhar com a BYCON, dessa forma conseguimos padronizar milhares de câmeras e centenas de gravadores”, disse Anibal.

O primeiro passo da BYCON foi fornecer a FUJIOKA os gravadores híbridos BSA-HN1632POS, que recebem tanto câmeras analógicas existente nos projetos como câmeras IP HD de até 8 megapixels. “Os nossos gravadores híbridos são ideais para empresas que já tem um sistema analógico montado, mas deseja renovar gradativamente. Com a nossa solução o cliente consegue manter o legado de equipamentos e ir substituindo por soluções IP conforme o seu orçamento”, explicou Claudio Filho, diretor Comercial e de Marketing da BYCON.

Mesmo com medidas de prevenção, as lojas varejistas ainda sofrem com constantes arrombamentos. Pensando nisso, a FUJIOKA instalou em todas as suas lojas os geradores de neblina URFOG (marca italiana representada pela BYCON no Brasil). Foram mais de 350 geradores instalados que conseguem disparar uma fumaça densa e pesada que tira a visibilidade do invasor em apenas 15 segundos. “Os geradores de fumaça são uma medida de reação a uma ação criminosa que já está acontecendo, por isso a necessidade de sermos rápidos e pararmos o roubo em segundos. É possível também instalar os geradores de neblina em caçamba de caminhão e até em grandes armazéns; com um único disparo um equipamento gera neblina densa de 4 a 6 mil metros cúbicos e uma combinação destes equipamentos podem proteger grandes depósitos, sejam de eletroeletrônicos, medicamentos, defensivos agrícolas, dinheiro, joias, etc.”, explicou Claudio.

Segundo a FUJIOKA, as ações criminosas caíram em mais de 70%. “Estamos há 24 meses sem sofrer nenhum arrombamento desde a instalação dos geradores de neblina e os assaltos diminuíram consideravelmente após aderirmos as câmeras HD. O que foi um gasto se tornou um grande investimento”, falou Gilcimar.

Reconhecimento Facial

A empresa também começou a implantar um projeto piloto de reconhecimento facial. O objetivo é prevenir contra ações de meliantes que aplicam golpes em diversas lojas, como realizar compras com cartões de crédito fraudados ou tentar se passar por outras pessoas para conseguir concluir a compra. O sistema será usado também para identificar comportamentos suspeitos, realizar controle de acesso a salas reservadas apenas a pessoas autorizadas e também para reconhecer clientes VIPs e dessa forma gerar ações de marketing.

Todos os sistemas são fornecidos e customizados pela BYCON, estão integrados e podem ser gerenciados através de uma central de monitoramento equipada com o software D-Guard da Seventh.

Notícias Relacionadas

Cases

Vale instala câmeras térmicas em suas portarias

Empresa está adotando dois tipos de equipamentos para detectar alta temperatura corporal; investimento é de R$ 7,5 milhões Por Fernanda…

Cases

Câmeras térmicas contribuem para a segurança

Dahua Technology oferece câmeras térmicas capazes de medir a temperatura de grande número de pessoas simultaneamente, diminuindo a disseminação de…

Cases

O futuro do controle de acesso

Sabrah atende os moradores do condomínio por meio do WhatsApp Por Fernanda Ferreira Não é segredo para ninguém que o…