Na Era da Inteligência Artificial, NETSCOUT lança iniciativas inovadoras para combater ameaças cibernéticas

Com a sofisticação dos ataques cibernéticos baseados em IA, a líder global em soluções de cibersegurança lança tecnologias avançadas para proteger redes e prevenir novas ameaças

Com o avanço exponencial da tecnologia, a cibersegurança tornou-se uma preocupação central para empresas de todos os setores. Na era da Inteligência Artificial (IA), as ameaças cibernéticas evoluíram significativamente, utilizando técnicas avançadas como a IA generativa para maximizar seu impacto. “Com a IA generativa, os hackers podem desenvolver malwares mais inteligentes, que se adaptam e evoluem para escapar das tradicionais medidas de segurança”, adverte Kleber Carriello, Engenheiro Consultor Sênior da NETSCOUT, líder global em soluções de cibersegurança. Para prever e prevenir esses ataques, a companhia utiliza redes neurais avançadas e algoritmos de aprendizado de máquina. “Implementamos sistemas que analisam grandes volumes de dados em tempo real, permitindo a detecção precoce de ameaças e a implementação imediata de contramedidas,” explica Carriello.

A empresa desenvolveu ferramentas como o Adaptive DDoS Protection, que possui dois ajustes: um de medidas e outro de proteções. O ajuste de medidas tem como principais objetivos: detectar, analisar e classificar vetores de ataque em mudança de um ataque em andamento em segundos, apresentar os resultados da análise e recomendações de contramedidas aos usuários e ativar contramedidas ajustadas. Já o ajuste de proteções tem como meta: identificar comportamentos normais de tráfego e determinar linhas de base, utilizar os resultados da análise para fazer recomendações sobre como ajustar as configurações de proteção e ativar novas configurações de proteção. 

Tanto um quanto o outro buscam como automatizar a inteligência de ameaças e a experiência da NETSCOUT Asert, recurso que fornece uma inteligência de ameaças operacionalmente viável para milhares de usuários de operadoras de rede por meio de feeds de segurança automáticos em banda. “Ao dar poder à IA, estamos simultaneamente abrindo novas possibilidades e enfrentando novos desafios. É crucial que utilizemos essas tecnologias de forma ética e responsável e que nos antecipamos a qualquer tipo de ameaça antes mesmo de ela acontecer,” afirma  o  diretor-geral da NETSCOUT no Brasil, Geraldo Guazzelli.

Na era da Inteligência Artificial, a cibersegurança demanda soluções inovadoras e uma abordagem proativa. A NETSCOUT se destaca na indústria com tecnologias avançadas e estratégias eficazes para enfrentar os desafios das ofensivas digitais cada vez mais sofisticadas, posicionand-se na vanguarda da defesa cibernética na era da IA.

Notícias Relacionadas

Artigos

Enchentes: tecnologia que usa IA é usada para prevenção de desastres naturais

Por Hilton Carvalho, gerente de pré-vendas da Hikvision As enchentes são o tipo mais frequente de desastre natural e ocorrem…

Destaque

Axis Communications nomeia Luis Ceciliato como novo Gerente Nacional de Vendas no Brasil

Com ampla experiência no setor, Luis Ceciliato ingressou na Axis Communications em 2011 A Axis Communications anunciou Luis Ceciliato como…

Cases

Aeroporto de Heathrow Londres transforma operações aeroportuárias com a Genetec

Plataforma unificada de segurança física dá suporte às ambições do aeroporto de inovação contínua A Genetec anunciou hoje que o…