ISS apresentará tracking de acesso durante a ISC 2019

Líder no desenvolvimento de sistemas de vigilância de segurança e vídeo analíticos, a ISS anuncia sua participação na ISC 2019, para qual levará três soluções. O evento, que acontecerá no Expo Center Norte entre os dias 25 e 27 de junho, reúne as mais recentes tecnologias, produtos e serviços para o setor de segurança, além de atrair compradores de toda a cadeia produtiva, proporcionando o ambiente propício para a geração de negócios e networking. A ISS exibirá suas soluções nos estandes da distribuidora Spectra e das fabricantes Dahua e HIKVision, todas referências em seus segmentos.

Uma das novidades que a ISS levará à ISC 2019 é o ISS SecurOS Smart, um produto 100% desenvolvido no Brasil. Fruto de uma joint venture com a iControl, o ISS SecurOS Smart é um tracking de acesso totalmente integrado, que possibilita o rastreamento em tempo real e sincronização com as imagens gravadas. “Trata-se de um solução modular, que dá a possibilidade de incorporar múltiplas autenticações, e com ela o usuário pode gerar relatórios para controle de informações de uma forma sem similares no mercado”, adianta Daniel Feitosa, diretor regional da ISS no Brasil.

Para o reconhecimento biométrico, a fabricante apresentará o ISS SecurOSTM FaceX, uma solução robusta desenvolvido para ambientes controlados e não controlados, internos e externos, que atua na captura e reconhecimento simultâneo de múltiplas faces. A aplicação permite a pesquisa inteligente (com busca avançada e geração de listas de acesso) e, também, conectividade de banco de dados, com importação e exportação ilimitada de detectores faciais e suporte SDK. A novidade desta versão é que ela vem com um custo mais acessível que o anterior, pois não haverá mais a cobrança pela licença da base de dados. Até a instalação do software é diferente. “Antigamente, um projeto custava, somente em licenças, cerca de US$ 60 mil. Com a atualização do software, esse valor caiu para US$ 15 mil e, dependendo do projeto, cai entre 15 e 20 vezes o valor anterior”, detalha Feitosa.

E, por fim, os visitantes também poderão conhecer o ISS SecurOSTM Auto, a consagrada solução para monitoramento veicular da ISS que permite, entre suas diversas funções, o reconhecimento de veículos e a leitura de placas em alta velocidade (até 250 km/h), pesquisa inteligente (com geração rápida de relatórios e conectividade de banco de dados) e facilidade de conexão com BD externo e integração com equipamentos e dispositivos terceiros, com suporte SDK. “Com os softwares analíticos, reconhecimento de placas (LPR) e o VMS (video management system) desenvolvidos pela ISS, o usuário pode combinar e reunir dados fundamentais para o controle de incidentes, ou mesmo alimentar um BIG DATA”, afirma Daniel Feitosa, diretor regional da ISS no Brasil.

Além da demonstração dos produtos nos três estandes, a ISS ministrará duas palestras durante o evento. Joni Ramos, arquiteto em soluções de CFTV e segurança e responsável por toda a engenharia de suporte da ISS no Brasil, irá levar aos visitantes da feira dois importantes cases da área de segurança. No dia 26/06, às 16h, será apresentado no estande da Dahua o projeto para a Superintendência de Trens Urbanos do Recife (CBTU), que hoje conta com 1.380 câmeras funcionando dia e noite. “Os equipamentos captam e identificam imagens utilizando os analíticos ISS embarcados nas câmeras Dahua. Esta tecnologia está evitando invasões em áreas vitais à operação, bem como depredações, vandalismos ou outras ocorrências que poderiam paralisar o transporte de passageiros”, explicou Joni Ramos.

E no dia 27/06, às 16h30, será apresentado no estande da Hikvision o projeto para a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS Ceará), que transformou o estado em um dos mais vigiados do país. “Quando a tecnologia é bem empregada na administração pública, os resultados logo aparecem para a população. Hoje, o Ceará conta com 3.304 equipamentos de monitoramento instalados que ajudam a prevenir os mais variados tipos de incidentes. Só em Fortaleza, cuja área é de de 313,8Km², há 2.543 câmeras instaladas, o que na prática significa que, para cada km², há em média oito câmeras capturando imagens de quem passa”, afirmou Joni.

Notícias Relacionadas

Destaque

CentralSquare e Genetec fazem parceria para levar vídeo em tempo real aos socorristas

O CentralSquare, desenvolvedora de software de segurança pública, anuncia que firmou uma parceria com a Genetec. A parceria combina as…

Destaque

Segurança eletrônica é mais do que apenas equipamentos

O mercado da segurança eletrônica é um dos que mais cresce e um dos que gera mais emprego e renda…

Destaque

Policiais poderão fazer reconhecimento facial de suspeitos nas ruas usando câmera do celular

Ainda neste mês de outubro, policiais poderão fazer reconhecimento facial de suspeitos sem identificação em abordagem nas ruas com nova…