Intelbras lança central de alarme de incêndio endereçável com possibilidade de configuração via Wi-Fi

O produto produzido no Brasil oferece maior facilidade de uso, custo-benefício e segurança

A Intelbras, empresa brasileira desenvolvedora de tecnologias com 46 anos de história, amplia seu portfólio de soluções tecnológicas de detecção e alarme de incêndio com o lançamento da central de alarme de incêndio endereçável (CIE 1060). Desenvolvido no Brasil, o produto traz maior facilidade na instalação e pode ser configurado por aplicativo gratuito, via smartphone ou notebook.

“A Intelbras é uma empresa que investe continuamente em inovação, por isso, a CIE 1060 chega ao mercado com diferenciais competitivos tais como a facilidade de configurar através de celular ou computador via Wi-Fi, bem como a robustez do produto, pois atende a cenários com até 60 dispositivos endereçáveis”, ressalta Kleytton Belarmino, gerente do segmento de incêndio e iluminação da Intelbras. “Atrelado a isso, o produto tem certificado na NBR 7240-2, que garante a qualidade em conformidade com as normas nacionais e regulamentos técnicos. Trata-se de uma certificação voluntária e totalmente brasileira para soluções de detecção e alarme de incêndio”, complementa o executivo.

A nova central de alarme contra incêndio da Intelbras oferece ótima proteção contra surtos elétricos, além de atender a todos os requisitos de normas aplicáveis e ensaios laboratoriais. É indicada para residências, condomínios, restaurantes, academias, escolas, entre outros.

“A CIE 1060 é uma central de incêndio completa, desenvolvida para atender clientes que necessitam de um sistema de menor porte, integrado aos dispositivos da linha endereçável de alarme de incêndio da Intelbras. Ela pode ser facilmente configurada para proporcionar mais segurança, comodidade e proteção aos ambientes”, explica Belarmino.

A importância de um sistema de detecção de incêndio

Dados do Instituto Sprinkler Brasil (ISB) mostram que foram contabilizadas cerca de 2.300 ocorrências de incêndios estruturais de janeiro a dezembro de 2021. A categoria que registrou o maior número de ocorrências foi a de estabelecimentos comerciais (lojas, shopping centers e supermercados): um aumento de 64% se comparado a 2020.

Nesse sentido, sistemas de detecção e alarme de incêndio são indispensáveis para garantir a segurança e prevenir incêndios em diversos locais. Esses sistemas asseguram que, ao menor sinal de fogo ou fumaça, os responsáveis sejam comunicados para tomar as devidas providências a tempo, minimizando o risco de perder vidas e patrimônios. E são ainda mais importantes em lugares com grande circulação de pessoas, pois em muitos casos o fogo pode se espalhar rapidamente, exigindo evacuação imediata. 

Para que um sistema de detecção de incêndio seja confiável, é importante que ele atenda às especificidades técnicas determinadas pela ABNT e pelo Corpo de Bombeiros no que se refere à sua instalação e manutenção. Além disso, dentro de um projeto de prevenção de riscos, esses sistemas precisam passar por manutenções periódicas para garantir sua usabilidade e segurança.

“A certificação obtida pela Intelbras permite que a solução de detecção de incêndio funcione de forma eficaz, mantendo pessoas e patrimônios em segurança”, finaliza o executivo.

CIE 1060

A central de alarme de incêndio endereçável Intelbras, com certificação NBR 7240-2*, está disponível para compra nas revendas autorizadas Intelbras de todo o país. O produto tem um ano de garantia.

*A certificação das centrais de incêndio endereçáveis Intelbras na ABNT NBR ISO 7240-2 é um processo voluntário e especifica um conjunto de diretrizes gerais e definições utilizadas para descrever o sistema de detecção e alarme de incêndio (SDAI), composto de equipamentos instalados dentro e ao redor de edificações.

Notícias Relacionadas

Cases

VIVOTEK implanta solução aprimorada de vigilância para uma cervejaria japonesa centenária

Uma conhecida cervejaria japonesa centenária, reverenciada localmente por seu saquê, shochu, vinho de ameixa, cerveja e aromatizantes, opera cinco cervejarias…

Cibersegurança

Cibersegurança e o fator humano: muito além da tecnologia

Por Andréa Thomé e Leylah Macluf Quase todas as empresas médias e grandes já sofreram um ataque cibernético. As que…

Destaque

Aeroportos tendem a ter processos mais inteligentes e focados em oferecer melhores experiencias aos clientes

Com este objetivo, as empresas devem ampliar sua digitalização e adotar soluções de segurança e inteligência cada vez mais integradas…