Intelbras amplia sua linha de nobreaks online com lançamento de modelos ideais para Servidores e Provedores de Internet

A  Intelbras acaba de lançar dois novos modelos de Nobreaks, o DNB 3.0 kVA TW (torre) e o DNB 3.0 kVA RT (rack/torre), ação que amplia a linha de nobreaks online da empresa. Os produtos são indicados para Provedores de Serviço de Internet, e outros negócios que não podem sofrer paradas por tempo de comutação*, como data centers, servidores, computadores de alto desempenho, aparelhos médico-hospitalares de não sustentação à vida ou até mesmo empresas que investem em equipamentos caros e necessitam de proteção extra. Os produtos são capazes de proteger eletrônicos extremamente sensíveis em casos de curto-circuito, variação de frequência, surtos na rede elétrica, sobreaquecimento, sub/sobretensão e sobrecarga ou descarga total das baterias.

“A Intelbras busca sempre atender às necessidades dos seus clientes e parceiros e o lançamento do DNB 3.0 kVA TW e do DNB 3.0 kVA RT é a comprovação disso. Desenvolvemos a tecnologia presente em ambos especialmente para equipamentos sensíveis, que exigem energia de qualidade constantemente, livre de qualquer instabilidade da rede elétrica”, explica Maria Helena Garcia, Gerente do segmento de Nobreaks da Intelbras. “Para nós, proteção e segurança devem sempre vir em primeiro lugar. Por isso, as nossas soluções tecnológicas protegem, conectam, aproximam e transformam a vida dos nossos consumidores e parceiros”, completa.

A instabilidade elétrica já é conhecida na rotina da maioria dos brasileiros. Segundo dados apresentados pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) em 2020, os consumidores ficaram em torno de 14 horas sem energia no Brasil, esse número representa um total de 6,64 quedas de luz no período. Além disso, o País é recordista mundial em descargas elétricas, são 77,8 milhões de raios todos os anos, segundo o relatório feito pelo Grupo de Eletricidade Atmosférica (Elat). “Dados tão alarmantes demonstram que o cuidado com equipamentos eletrônicos deve ser prioridade, portanto o uso de nobreaks se torna essencial, assim como o investimento na segurança dos equipamentos”, explica a gerente.

Os modelos

Os novos modelos de nobreak da Intelbras contam com inovações para que aparelhos sensíveis e de alto custo não sofram quaisquer danos com quedas de energia, variações na rede elétrica ou raios. O bypass automático garante energia contínua aos equipamentos ligados mesmo se o nobreak sofrer falhas ou sobrecargas, ou seja, eletrônicos conectados não sofrem interrupção, reinicializações ou desligamentos durante a mudança do modo “rede” para o modo “bateria”. Isso acontece porque o tempo de transferência é zero e os equipamentos conectados não são impactados por essa mudança.

“Quando um surto elétrico acontece, o padrão é que o tempo de comutação seja de até 8 milésimos de segundos, o que não afeta a maioria dos eletrônicos simples, como TVs, roteadores, computadores, impressoras e sistemas de CFTV. Mas para equipamentos mais sensíveis, recomenda-se uma resposta mais ágil, como a dos dois modelos do DNB 3.0 kVA, que alimentam os equipamentos conectados a ele pelas suas baterias internas 24 horas por dia”, explica Thiago Nerys Ribeiro, Analista de produtos e negócios da Intelbras.

Os lançamentos contam também com um display de LCD para auxiliar o usuário a acompanhar as informações e o estado dos alarmes no visor, para então conseguir direcionar comandos com os botões de operação. Outra característica é que os produtos são monovolt, possibilitando funcionamento nas frequências 120V e 220V, além de possuírem um Software de Monitoramento Local incluso, que permite acompanhar o rendimento do nobreak por meio de cabo usb conectado a um computador local. Para maior comodidade do consumidor, seu carregamento é feito de forma automática mesmo com o produto desligado, basta que ele esteja conectado à rede elétrica.

Um grande diferencial dos aparelhos é a opção de adquirir à parte a placa de gerenciamento remoto PGR 801L, que pode ser conectada na traseira do Nobreak para que seja feita a instalação de um software de monitoramento à distância, capaz de ajudar os profissionais a atenderem seus clientes de forma remota.

“No mercado de energia existem muitos especialistas que conseguem fazer planejamentos com ótimas soluções para seus usuários. Quando a placa PGR 801L é instalada nos DNB 1.5 kVA ou DNB 3.0 kVA, ela permite que o mercado de Provedores de Serviço de Internet crie uma nova solução oferecendo esse monitoramento à distância para prevenir qualquer problema no funcionamento dos equipamentos eletrônicos sensíveis. Uma das funcionalidades, por exemplo, acusa a necessidade de troca de bateria, assim o especialista consegue alcançar novas oportunidades de vendas e ampliar seus negócios”, explica Ribeiro.

Uma das diferenças entre o DNB 3.0 kVA TW e o RT é a posição que cada um deles pode ser instalado. O modelo RT vem com um kit de pés para que o cliente escolha qual formato deseja usar, na disposição rack ou torre, enquanto o TW só permite o posto torre. A disposição rack ainda possui alta performance e eficiência com ampla faixa de operação, podendo ser instalada com um conjunto de trilhos (produtos até 2U de altura) de no máximo 19 polegadas.

Outro ponto divergente entre os produtos é o display rotativo e a função Hot Swap presente apenas no modelo RT; ela permite que a substituição das baterias seja feita sem desligar o Nobreak e os equipamentos conectados a ele, ou seja, os eletrônicos continuam ligados mesmo durante a manutenção do produto.

Além de todas essas vantagens, os dois modelos possuem módulos de baterias externas que podem ser adquirias separadamente. Os equipamentos MB 1209 TW e o MB 1209 RT possuem doze baterias de nove amperes conectadas em paralelo para manter a tensão de 72 Volts, evitando a queima dos fusíveis do equipamento. Cada nobreak comporta até quatro módulos adicionais.

“Os dois modelos do 3.0 kVA são indicados para cenários críticos, em que a presença de equipamentos sensíveis exige alto nível de qualidade de energia. Ele gera uma onda senoidal perfeita, sem distorções, oferecendo energia limpa aos equipamentos conectados a ele”, pontua Maria Helena. “A Intelbras é uma empresa que conhece as necessidades dos consumidores brasileiros e dos provedores de Internet, e por isso está sempre investindo para desenvolver novas tecnologias ajustadas às necessidades dos usuários. O lançamento constante de inovações que facilitam a rotina de seus clientes e parceiros é mais uma prova desse comprometimento”, finaliza a executiva.

Notícias Relacionadas

Revista

Nova edição da Revista Segurança Eletrônica está disponível

A nova edição da Revista Segurança Eletrônica (abril/2021) está no ar! Nela trouxemos o case do banco Santander, que reformulou…

Destaque

23ª edição da EXPOSEC é adiada para 2022

Maior feira de segurança na América Latina, antes programada para junho deste ano, foi transferida para o período de 7…

Destaque

Homem processa polícia após ser preso por engano por falha em reconhecimento facial

Um homem entrou com um processo contra a polícia de Detroit, nos Estados Unidos, após ser preso por engano por…