IBM lança plataforma de nuvem privada com características de cloud pública

A IBM anunciou globalmente o lançamento de uma plataforma de nuvem privada que, segundo a empresa, possui a mesma flexibilidade e usabilidade de uma cloud pública. Trata-se da IBM Cloud Private, desenvolvida para empresas que possuem cargas de trabalho (workloads) que não podem ser movidas para a nuvem pública ou que necessitam desenvolver aplicações nativas de nuvem e precisam ter a facilidade proporcionadas por um ambiente de cloud pública.

A IBM ressaltou que, ao combinar ferramentas de desenvolvimento para nuvem privada em sistemas existentes e serviços de nuvem pública, a nova plataforma possibilita às empresas integrarem totalmente software e serviços entre nuvens privadas e públicas, bem como expandirem e modernizarem seus aplicativos. Ou seja, a empresa pode montar uma nuvem privada em seus próprios sistemas (on-premises) ou ter um provedor administrando esta cloud.

“A IBM Cloud Private é destinado à empresas que possuem dados sensíveis e workloads alocados em sistemas internos de TI ocupando espaço. O cliente poderá ter sua cloud privada operando de forma ágil, fácil e segura, ou seja, a IBM uniu o melhor de dois mundos: a segurança e controle da nuvem privada com a flexibilidade e agilidade de uma plataforma de nuvem pública”, disse Sergio Loza, líder da divisão IBM Cloud Platform LA.

O executivo diz que a plataforma é indicada para empresas de setores sob forte regulação e também aquelas que operam com informações sensíveis e precisam ter uma cloud privada, tais como bancos, órgãos de governo e companhias da área de saúde, mas que também querem ter a flexibilidade de uma nuvem pública para acelerar o desenvolvimento de aplicações. Ele ressalta ainda que a IBM Cloud foi desenvolvida para funcionar em todas as plataformas de servidos, tanto o System z e Power System, da própria IBM, quanto servidores Intel, e já está disponível em todo mundo, inclusive no Brasil.

De acordo com Loza, na América Latina, já existem alguns clientes em fase de implantação da plataforma. Um deles é o Banco de Crédito do Chile (BCI). Segundo o chefe de arquitetura do BCI, Massimiliano Marocchi, a estratégia do banco é implementar microserviços em Kubernetes contêineres. “A IBM Cloud Private será a plataforma de nuvem corporativa que vamos usar na nossa jornada de transformação digital”, comentou.

Notícias Relacionadas

Cases

Grupo Unidasul adota solução óptica Furukawa em centro de distribuição e em novas unidades no Rio Grande do Sul

Com a expansão de sua rede de supermercados Rissul e de atacarejos Macromix pelo estado do Rio Grande do Sul,…

Destaque

Datacenters precisam de vigilância RSA para garantir segurança

Esta ferramenta do Genetec Security Center combinado ao uso dos sensores existentes ajuda a lidar proativamente com ameaças antes que…

Destaque

Como a tecnologia pode aprimorar a segurança em cidades inteligentes?

Apesar de o conceito de cidade inteligente ser relativamente recente, ele já se consolidou como assunto fundamental na discussão da…