IBM lança plataforma de nuvem privada com características de cloud pública

A IBM anunciou globalmente o lançamento de uma plataforma de nuvem privada que, segundo a empresa, possui a mesma flexibilidade e usabilidade de uma cloud pública. Trata-se da IBM Cloud Private, desenvolvida para empresas que possuem cargas de trabalho (workloads) que não podem ser movidas para a nuvem pública ou que necessitam desenvolver aplicações nativas de nuvem e precisam ter a facilidade proporcionadas por um ambiente de cloud pública.

A IBM ressaltou que, ao combinar ferramentas de desenvolvimento para nuvem privada em sistemas existentes e serviços de nuvem pública, a nova plataforma possibilita às empresas integrarem totalmente software e serviços entre nuvens privadas e públicas, bem como expandirem e modernizarem seus aplicativos. Ou seja, a empresa pode montar uma nuvem privada em seus próprios sistemas (on-premises) ou ter um provedor administrando esta cloud.

“A IBM Cloud Private é destinado à empresas que possuem dados sensíveis e workloads alocados em sistemas internos de TI ocupando espaço. O cliente poderá ter sua cloud privada operando de forma ágil, fácil e segura, ou seja, a IBM uniu o melhor de dois mundos: a segurança e controle da nuvem privada com a flexibilidade e agilidade de uma plataforma de nuvem pública”, disse Sergio Loza, líder da divisão IBM Cloud Platform LA.

O executivo diz que a plataforma é indicada para empresas de setores sob forte regulação e também aquelas que operam com informações sensíveis e precisam ter uma cloud privada, tais como bancos, órgãos de governo e companhias da área de saúde, mas que também querem ter a flexibilidade de uma nuvem pública para acelerar o desenvolvimento de aplicações. Ele ressalta ainda que a IBM Cloud foi desenvolvida para funcionar em todas as plataformas de servidos, tanto o System z e Power System, da própria IBM, quanto servidores Intel, e já está disponível em todo mundo, inclusive no Brasil.

De acordo com Loza, na América Latina, já existem alguns clientes em fase de implantação da plataforma. Um deles é o Banco de Crédito do Chile (BCI). Segundo o chefe de arquitetura do BCI, Massimiliano Marocchi, a estratégia do banco é implementar microserviços em Kubernetes contêineres. “A IBM Cloud Private será a plataforma de nuvem corporativa que vamos usar na nossa jornada de transformação digital”, comentou.

Notícias Relacionadas

Destaque

Polícia Federal deve iniciar fiscalização a bancos após 1 ano da publicação da portaria sobre segurança privada

Neste mês, completa um ano desde a publicação da portaria que regulamenta iniciativas para aumentar a segurança da população, empresas…

Destaque

Auvo Lança Auvo Chat na Exposec 2024: Inovação em Comunicação para o Setor de Segurança Eletrônica

A Auvo, plataforma completa de gestão para equipes externas, confirma presença na Exposec 2024 e apresenta uma inovação ao público…

Destaque

Aeroscan e Performancelab na Exposec: onde a segurança e a eficiência se encontram

É com essa mensagem que Aeroscan e Performancelab juntas na Exposec reafirmam a integração de suas plataformas para aumentar o…