Huawei lança primeiro terminal comercial para suportar a rede 5G

A Huawei lançou durante o Mobile World Congress o HUAWEI 5G CPE (customer-premises equipment), o primeiro terminal comercial do mundo a suportar o mundialmente reconhecido padrão de telecomunicação 3GPP para a 5G. Este dispositivo representa um marco para a Huawei, que prepara o cenário para a próxima geração da conectividade wireless.

Para garantir o pico de desempenho do seu 5G CPE, a Huawei usa o seu chipset Balong 5G01, de desenvolvimento próprio – o primeiro chipset comercial do mundo a suportar o padrão 3GPP para 5G, com velocidades teóricas de downlink de até 2.3 Gbps. Ele suporta a 5G entre todas as bandas de frequência, incluindo sub-6GHz e mmWave (onda milimétrica) para oferecer uma solução 5G completa, adequada para múltiplos casos de uso. O Balong 5G01 torna a Huawei a primeira empresa a oferecer uma solução 5G end-to-end por toda a sua rede, dispositivos e capacidades de chipset.

“A tecnologia 5G suportará o próximo salto para um mundo inteligente, onde pessoas, veículos, lares e dispositivos estarão totalmente conectados, fornecendo novas experiências, conclusões e capacidades”, disse Richard Yu, CEO do Huawei Consumer Business Group. “Desde 2009, a Huawei investiu US$ 600 milhões na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias 5G, tendo liderado o caminho com inovações em arquitetura de rede, uso de espectro e verificação de campo, entre outras. De veículos conectados a casas inteligentes, de AR/VR a vídeos holográficos, estamos comprometidos com o desenvolvimento de um maduro ecossistema 5G para que os consumidores possam se beneficiar de um mundo verdadeiramente conectado que transforme a maneira como nos comunicamos e compartilhamos”.

O HUAWEI 5G CPE possui dois modelos, o 5G CPE de baixa frequência (sub-6GHz) e o 5G CPE de alta frequência (mmWave). O Huawei 5G CPE de baixa frequência é pequeno e leve, compatível com redes 4G e 5G, e possui velocidades comprovadas de download de até 2 Gbps – 20 vezes mais do que os 100Mbps oferecidos pela fibra. Isso fornece uma experiência ultrarrápida, permitindo que os usuários desfrutem de vídeos e experiências de jogos VR, ou baixem um programa de TV em menos de um segundo. O HUAWEI 5G CPE de alta frequência está disponível para unidades internas e externas.

As redes 5G estabelecem novos padrões para conexões wireless com alta velocidade, grande largura de banda e baixa latência, com o pico da taxa de downlink de 20 Gbps, suporte para um milhão de dispositivos por km² e latência de até 0.5 ms. A 5G promete uma conexão melhorada entre as pessoas e a Internet das Coisas, aumentando o potencial para o número de dispositivos que podem estar conectados e a quantidade e o tipo de dados que podem ser compartilhados entre eles.

O Huawei CBG desenvolveu uma estratégia de dispositivos 5G que utiliza as qualidades de conectividade 5G de alta velocidade e baixa latência para criar melhores e mais variadas experiências conectadas para os usuários. Esta estratégia inclui smartphones, Wi-Fi móvel, módulos industriais e outros dispositivos para conectar pessoas e objetos em suas casas, veículos e além.

A Huawei trabalhou em parceria com mais de 30 operadoras de telecomunicações globais, incluindo Vodafone, Softbank, T-Mobile, Telefônica, China Mobile e China Telecom. Em 2017, a Huawei começou a testar redes 5G comerciais com seus parceiros. A Huawei concluiu testes de interoperabilidade e começou a oferecer a primeira rodada de redes 5G comerciais em 2018.

Notícias Relacionadas

Artigos

Radares: evolução e aplicação na segurança patrimonial

Por Engº Kleber Reis Eles são destaque nas feiras de segurança no Brasil e no mundo, e não é por…

Destaque

Como funciona a lei em relação à exposição de imagens em câmeras de segurança?

Francisco Gomes Júnior, advogado especialista em direito digital, explica que imagem é um dado pessoal e que não é permitido…

Destaque

Acaba de chegar ao Brasil drone capaz de voar 24 horas por dia

Desembarcou essa semana em São Paulo, diretamente de Israel, o drone cabeado com a capacidade de voar 24 horas por…