Huawei e Telefônica ampliam a evolução das redes LTE no Rio de Janeiro, Bogotá e Moterrey

Huawei e Telefônica assinaram o acordo 4.5G Evolution, com as primeiras implantações em Bogotá, Monterrey e Rio de Janeiro. Nessa evolução, a Telefônica está introduzindo a 4×4 MIMO, a Carrier Aggregation (CA), a 256-QAM e a CloudAIR (tecnologia própria da Huawei) em suas redes. Com a crescente popularidade do vídeo móvel e dos serviços de jogos online em tempo real, o tráfego de dados da Telefônica nos smartphones cresce em ritmo acelerado. Ao lado da Huawei, ela planeja acessar a tecnologia de rede 4.5G pela primeira vez nos próximos meses dentro dessas cidades, e considera levar essa tecnologia para outros países ainda em 2018.

Nesses locais, que demandam grandes quantidades de dados, o 4.5G Evolution aumentará a capacidade e o desempenho da rede móvel, oferecendo uma experiência melhor ao usuário. Além disso, com ele, o pico da taxa de transferência de downlink pode chegar até 1Gbps na rede comercial.

Juan Carlos García, diretor Global de Tecnologia e Arquitetura da Telefônica, está confiante nas habilidades do 4.5G Evolution. “O  4.5G Evolution é um dos principais passos no caminho para a 5G. Nos últimos dois anos, Telefônica e Huawei foram responsáveis por diversas inovações inéditas dessas tecnologias na indústria. Agora é a hora de transferir os resultados da inovação para redes comerciais, levando a melhor experiência de usuário para os nossos clientes”.

Já Edward Deng, presidente da Conta Global da Telefônica na Huawei, comentou como a tecnologia ajudará os negócios da Telefônica. “O 4.5G Evolution ajudaráa Telefônica a melhorar seus negócios ao introduzir tecnologias 5G nas redes LTE existentes. Serviços como os da 5G e novos modelos de negócios que a 5G suportará podem ser lançados e desenvolvidos rapidamente”.

Para testar as aplicações das futuras redes 5G hoje, na Alemanha, a Telefônica e a Huawei implantaram uma rede móvel de alta velocidade 4.5G como parte do projeto conjunto TechCity, que atinge taxas de dados de até 1.65GBit/s em condições de laboratório. Para os testes em campo, as duas empresas criaram uma rede piloto 4.5G em Munique. Além da melhoria da experiência para o usuário final, o 4.5G Evolution também habilitará novos serviços móveis para a Telefônica, como vídeo HD, WTTx, IoT celular e comunicações críticas, além de outros novos serviços móveis.

As novas tecnologias do 4.5G Evolution, como 4×4 MIMO, Carrier Aggregation e 256 QAM melhoram efetivamente a capacidade da rede. Especificamente, a 4×4 MIMO melhora a capacidade, a cobertura e a experiência do usuário sem espectro ou estações base adicionais. Enquanto isso, a CloudAIR oferece cloudificação do espectro para permitir que diferentes tecnologias de acesso ao radio compartilhem recursos de espectro dinamicamente, o que permite a evolução perfeita da rede. O 4.5G Evolution melhorará os atuais negócios MBB ao mesmo tempo em que os mantém no caminho para uma sucessão bem sucedida para a 5G no futuro.

Notícias Relacionadas

Destaque

PositivoSEG orienta empresas que pretendem investir em segurança eletrônica e não sabem por onde começar

Diretor de IoT, José Ricardo Tobias elenca cinco passos iniciais que vão garantir uma escolha inteligente para proteger os ativos…

Destaque

LogPlace inicia transporte de cargas de alto valor em parceria com a TBForte

O lançamento do serviço foi marcado por uma homenagem ao piloto Ayrton Senna com transporte do capacete utilizado em 1988…

Cases

Lotérica reduz custo na gestão de numerário e zera perdas com cofre inteligente

Cansado de assaltos e de perder horas do dia fazendo a contagem das cédulas, o empresário José Eduardo Nogueira de…