HID e iPassport trazem nova solução de verificação de identidade para o setor de transporte

Desenvolvida com inteligência artificial, a tecnologia de verificação de identidade de passageiros aprimora a experiência de viagem e otimiza a eficiência dos aeroportos

A HID, líder mundial em soluções confiáveis de identidade e segurança física, e a iPassport, fornecedora de soluções que permitem às organizações implementar tecnologias de identidade digital, assinaram recentemente um memorando de entendimento (MoU) para colaborar em uma nova solução de verificação de identidade para o setor de transporte. Esta solução fará sua estreia no evento Passenger Terminal EXPO 2023, que ocorre de 14 a 16 de março, no estande nº 1244 da HID.

Transitar pelo aeroporto requer uma sequência de pontos de contato e processos – desde o check-in até o despacho de bagagem, ponto de verificação de segurança, até compras no varejo/free-shop, acesso às salas VIP e embarque. E com milhares de viajantes enfrentando atrasos, cancelamentos, confusão de bagagens e a pressão contínua sobre a os funcionários dos aeroportos, a jornada do passageiro tornou-se mais complexa do que nunca.

Assim, as companhias aéreas precisam de uma verificação de identidade confiável e rápida para fornecer aos passageiros a tão esperada experiência de viagem segura e sem interrupções.

“Hoje, transitar com segurança em um aeroporto requer um sistema de verificação de identidade contínuo e que não somente melhora a experiência do passageiro, mas também otimiza a eficiência para todos. A HID está entusiasmada em colaborar com a iPassport para trazer esta nova solução ao mercado”, disse Vito Fabbrizio, diretor-gerente de biometria, tecnologias de acesso estendido da HID.

Com a abordagem modular da HID, as companhias aéreas e os operadores de aeroportos agora podem adicionar recursos de verificação de identidade de forma rápida e fácil aos sistemas existentes, sem precisar “rasgar e substituir” ou realizar migrações caras para uma nova plataforma.

Esta solução modular inclui os seguintes componentes:

• Hardware de câmera de reconhecimento facial
• Leitores de impressões digitais, documentos de identificação e bilhetes
• Kits de Desenvolvimento de Software (SDKs)
• Verificação de identidade e servidor biométrico
• Gerenciamento de dispositivo
• Serviços profissionais biométricos

Com a tecnologia de imagem multiespectral (MSI) patenteada pela HID e inteligência artificial (IA) construída dentro do Sistema de Identificação de Câmera HID U.ARE.U e com aprendizado ético, é possível alcançar um desempenho significativo e precisão de correspondência biométrica.

A utilização da tecnologia de reconhecimento facial em todo o aeroporto dependerá do consentimento prévio do passageiro durante a reserva ou check-in. Além disso, as informações biométricas são armazenadas e usadas apenas durante o tempo em que o passageiro estiver em trânsito no aeroporto para ajudar a atender à conformidade com as leis aplicáveis de privacidade de dados.

Além das companhias aéreas e aeroportos, outros segmentos da indústria de viagens, como navios de cruzeiro e hotelaria, também podem se beneficiar de:

• IA eticamente treinada e construída para eliminar o viés de correspondência biométrica.

• Detecção de ataque de apresentação facial (PAD) líder do setor para impedir tentativas de falsificação.

• Desempenho superior mesmo em meio a iluminação de baixa qualidade.

• Detecção automática do rosto, captura e verificações de qualidade de imagem – mesmo quando o uso de máscaras faciais.

• Processamento biométrico com segurança de endpoint no dispositivo para máxima proteção.

Notícias Relacionadas

Artigos

De onde vem essa tal de I.A.?

Por Nicolau Ramalho E essa tal de Inteligência Artificial? Novidade? Tendência? Moda? Será que é passageiro? ChatGPT, WatsonX, Bard. Inteligência…

Destaque

SegurPro investe em eletrificação da frota de veículos operacionais na Unilever

A multinacional de bens de consumo foi a primeira cliente da SegurPro no Brasil a adotar o uso de carros…

Destaque

Lei de Informática: instrumento de política industrial que beneficia produtos nacionais de segurança eletrônica

A Lei de Informática, Lei nº 8248/1991, também conhecida como Lei de TICs, é uma política que desde a década…