Havan aperfeiçoa segurança e reduz o tempo de investigação dos casos em 60%

Varejista tornou sua segurança mais estratégica e ágil, com redução significativa nos custos operacionais, diminuição de mais de 50% no número de fiscais das lojas, e maior eficiência e produtividade

A Havan é uma das maiores varejistas do Brasil, empregando mais de 22 mil pessoas em suas 174 megalojas. Com sede em Brusque, Santa Catarina, a empresa está no mercado há mais de 35 anos e hoje comercializa mais de 350 mil produtos nacionais e importados. A empresa também atende pedidos on-line e gerencia seu vasto estoque a partir de um centro de distribuição de última geração com 170 mil m2. Também supervisiona vários postos de gasolina e planeja continuar expandindo as operações em toda a região. Todos os dias, a equipe trabalha arduamente para manter clientes e colaboradores seguros, proteger ativos e garantir que os negócios funcionem muito bem.

Anos atrás, a Havan decidiu acelerar sua expansão. A meta era abrir 200 lojas até o final de 2023. Na época, a empresa tinha três sistemas de videomonitoramento diferentes, todos apresentando problemas e ficando cada vez mais difíceis de gerenciar e manter. Para acomodar as expansões, a equipe sabia que precisava rever sua infraestrutura tecnológica e encontrar uma solução de segurança física mais eficiente, escalável e moderna para suas crescentes operações de varejo. Eles queriam uma plataforma aberta que suportasse muitas tecnologias diferentes e permitisse gerenciar todos os seus dispositivos e sistemas a partir de um único local.

A solução a ser implementada deveria possibilitar a integração de novos softwares e hardwares, além de contemplar uma migração progressiva das câmeras e demais equipamentos existentes ao longo dos meses seguintes para ferramentas mais disruptivas. “Escolhemos o Genetec Security Center porque vimos na prática como a solução contribuiria para aprimorar a central de segurança com uma gestão única e federada, que nos permite monitorar, atender e controlar todas as unidades a partir da matriz”, disse Diego Dutra, coordenador de Suporte da Havan.

Na época, a empresa contava com três diferentes sistemas, muitos travamentos e dificuldades no tratamento de imagens, e que não permitiam a integração de ferramentas, câmeras ou equipamentos de outros fabricantes ou prestadores de serviços. Outra questão é que as câmeras distribuídas nas lojas não atendiam às expectativas em termos de rapidez e qualidade das imagens.

“Essa realidade vinha resultando em altos custos de manutenção e nos impedia de expandir nossa infraestrutura com a velocidade e qualidade que queríamos, pois para mantê-la teríamos de fazer grandes investimentos em projetos de integração e hardware, já que os que dispúnhamos não estavam suportando as demandas. Porém, mesmo assim não conseguiríamos alcançar o elevado patamar no qual estamos hoje”, explicou Dutra.

Com a nova solução, a Havan tem sistemas de monitoramento e controles mais eficientes e inteligentes, que podem ser acessados da central de segurança na matriz, online ou via mobile em qualquer lugar e horário. Nele, é possível obter relatórios analíticos que oferecem informações fundamentais para as áreas de segurança, operacionais e de negócios. “Como uma empresa de varejo inovadora e competitiva, nós estamos em constante mudança e é fundamental termos a possibilidade de evoluir nossa estrutura tecnológica, evitando a todo custo ficar refém de um único fornecedor. Precisávamos também de um fornecedor que fosse parceiro e atuasse de forma estratégica, buscando entender nosso negócio e sentir nossas dores a fim de se adiantar a futuras demandas e encontramos isso na equipe de suporte da Genetec”, afirmou Dutra. 

A solução da Genetec contribuiu principalmente para otimizar o tempo de resposta da equipe de segurança com a observação de múltiplas telas, com dashboards analíticos, que permitem monitorar e avaliar as operações das lojas, do centro de distribuição e dos postos 24 horas por dia, 7 dias por semana. Em eventuais ocorrências, o Security Center gera alarmes mais precisos em tempo real, o que melhora a produtividade e agilidade no acionamento da equipe de campo da Havan e dos órgãos de segurança pública, bem como diminui os impactos nas operações do dia a dia.

“Antes, nós sofríamos com muitos alarmes falsos (mais de 60 por dia), que demoravam cerca de 10 minutos para serem conferidos. Isto porque ao disparar estes alarmes era acionado um processo que envolvia a ida do gerente e dos seguranças à loja com suspeita de intrusão. No final, descobríamos que se tratava só de falha nos sensores, que eram disparados pela proximidade de animais ou por ventanias, por exemplo”, explicou Dutra. Agora, esse número caiu mais de 70%, pois vemos tudo com clareza e nitidez nos vídeos em no máximo dois minutos e não é mais necessário deslocar profissionais para o local ou desperdiçar tempo devido ao delay de acesso ao horário da ocorrência ou baixa qualidade de imagens obtidas. A tendência é que este número caia ainda mais com a migração para Genetec dos sistemas das nove lojas restantes.

Por suas características, a adoção do Security Center contribui para reduzir também as necessidades de viagens para investigação de incidentes e realização de treinamento. Antes, há oito anos, a Havan enviava um profissional para fazer a ronda nas 88 lojas existentes todos os meses e manter bem treinados os cerca de 15 ou 20 fiscais existentes por ponto de venda. Essa pessoa fazia, em média, viagens para seis localidades diferentes toda semana. Hoje, o acompanhamento é remoto e em tempo real e as viagens foram reduzidas a três por ano, pois são feitas só para integrar as equipes de fiscais, que foram reduzidas em mais 50% em cada loja, e conhecer rotinas e especificidades de cada local.

“Nós éramos 90% analógicos há oito anos e agora somos quase totalmente digitais, com uma infraestrutura infinitamente melhor, com mais de 9.000 câmeras IP de alta resolução. Outra vantagem é que nossos custos com manutenção caíram muito e nossa área de auditoria, que faz a investigação posterior às ocorrências dos eventos, reduziu em 60% o tempo gasto nas investigações para solução dos casos com o Security Center”, acrescentou o executivo da Havan.

Segundo Dutra, a Havan procura entender sempre o que é preciso para inovar e capacitar as equipes usando o suporte da tecnologia. Há dois anos, por exemplo, começou a dar maior atenção à cibersegurança e privacidade dos dados em função do aumento considerável dos ataques cibernéticos, assim como da entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de dados (LGPD). “Nesse momento, nos surpreendemos de forma positiva com as ferramentas incluídas no Genetec Security Center, que nos ajudam a garantir a segurança das informações e a privacidade dos dados”, detalha o gerente de Suporte da varejista.

A varejista conseguiu ter o retorno do investimento feito no projeto de segurança em apenas três anos, incluindo não só a contratação do Security Center, mas também a compra de novas câmeras e outros equipamentos. “Investir em tecnologia é essencial para garantir a segurança, a eficiência das operações e ajudar a incrementar os negócios. O Security Center é um dos pilares da segurança da Havan e tivemos o ganho extra de encontrar na Genetec uma parceira estratégica e sinérgica, com atendimento sempre rápido e prestativo, muita flexibilidade e assertividade na apresentação de soluções para nossas solicitações, até mesmo superando nossas expectativas”, informou Dutra.

Em um futuro próximo, a Havan pretende implementar o Security Center nas demais nove lojas, ficando assim com 100% das 173 lojas atuais protegidas pelo sistema. Além disso, estão em avaliação a instalação do sistema de controle de acesso, de detecção de incêndios e de reconhecimento facial, bem como a adoção de soluções IOT para aperfeiçoar o uso e controle dos equipamentos, de modo a apoiar o processo de expansão da varejista.

“A Havan é uma das maiores varejistas nacionais e uma empresa que prima pela excelência e inovação em todas as suas operações. Por isto, nós nos sentimos honrados de poder contribuir para o processo de expansão da companhia, garantindo maior segurança patrimonial e física aos seus colaboradores, além de ajudarmos a assegurar a cibersegurança e a privacidade”, destacou Rodrigo Oliveira, gerente de Contas da Genetec Brasil.

Notícias Relacionadas

Destaque

Inteligência Artificial e Segurança na Indústria Moderna

Por Bruno Gouvea Nas indústrias modernas, a proteção de ativos críticos, como maquinários de alto valor, estoques e informações sensíveis,…

Destaque

Avantia promove 7ª edição do Security Talks em São Paulo

Evento referência no segmento de segurança e tecnologia reúne líderes e especialistas para compartilhar perspectivas e insights exclusivos, envolvendo inovações…

Destaque

Inovação no setor público: o Brasil está na direção certa?

Por incrível que pareça, aparelhos de fax e pastas com arquivos de papel ainda são usados nos escritórios de muitas…