Grupo Prosegur apresenta plano estratégico para o triênio 2021-2023

O Grupo Prosegur apresentou ao mercado as principais linhas de atuação de sua estratégia para o triênio 2021-2023. Sob o nome de “Perform & Transform”, o novo plano visa consolidar a liderança global no setor de segurança e acelerar o crescimento rentável de suas operações.

O conceito “Perform” se refere à melhoria contínua dos processos, à geração de eficiência nas operações e à busca da flexibilidade necessária para operar no contexto pós-pandêmico. Já em relação ao conceito de “Transform”, o Grupo está trabalhando para desenvolver as soluções e serviços que serão fundamentais para seu futuro. A empresa está implantando uma infraestrutura tecnológica que apoia o modelo operacional e permite que a estratégia de inovação seja implementada. Para isso, destinará até € 90 milhões em investimentos nos próximos anos para as iniciativas de digitalização que implementará gradualmente, com o objetivo de alcançar os mercados que representam mais de dois terços das vendas do Grupo. O objetivo é acelerar na construção de uma proposta de valor diferencial e rentável e melhorar a experiência do cliente.

“Com este plano, aspiramos permanecer na vanguarda do nosso setor para continuar tornando o mundo um lugar mais seguro. O novo plano estratégico representa a combinação perfeita entre a melhoria de processos e a otimização de nossas operações, juntamente com iniciativas de inovação. Estamos convencidos de que, nesta nova etapa, daremos um grande passo à frente e isso se refletirá na valorização da empresa e de nossas ações comercializadas na Bolsa de Madri”, ressaltou Christian Gut, CEO Global do Grupo Prosegur.

O novo plano estratégico contempla uma evolução favorável das operações no segundo semestre deste ano e a recuperação dos volumes pré-pandemia em 2022. Ao longo dos três anos do plano, a multinacional espera gerar forte crescimento tanto no volume de vendas quanto em termos de rentabilidade. A empresa espera que suas receitas cresçam em torno de 5 ou 6% no médio e longo prazo, em linha com a taxa de crescimento anual composta dos setores de atividade em que atua. Essa estimativa significaria atingir um volume de negócios entre € 6,2 e 6,7 bilhões em 2030.

A diversificação em vendas será fortemente favorecida por iniciativas de inovação, o que significa que, até 2023, novos produtos representarão mais de 35% do faturamento e superarão o volume de negócios dos produtos tradicionais em 2030. Essa forte diversificação também se estenderá à distribuição geográfica das vendas, onde se destaca o crescimento esperado no mercado americano. O grupo estima que a receita desse mercado será responsável por 12% das receitas até o final de 2030, ante 4% atuais. Finalmente, o crescimento orgânico será complementado pela estratégia de alianças comerciais com parceiros estratégicos.

Além do crescimento orgânico das operações, a empresa continuará desenvolvendo sua estratégia de crescimento inorgânico e estima que, no período 2021-2023, as operações que totalizam cerca de 300 milhões em volume de negócios possam ser concluídas. Até 2030, esse número poderia aumentar entre 1 e 1,3 bilhão.

A rentabilidade das operações é um dos pilares do novo plano estratégico do Grupo Prosegur. A empresa espera superar os níveis de rentabilidade pré-pandemia em termos de EBITA em 2023. No longo prazo, e como resultado de iniciativas de transformação e diversificação, espera-se alcançar uma rentabilidade das operações na faixa de 12 a 15%. Da mesma forma, a geração de caixa será uma área de ação prioritária com o objetivo de manter ou exceder a taxa de conversão alcançada em 2020. Em relação à dívida, a empresa espera voltar ao seu nível histórico de alavancagem, uma vez que a situação se estabilize após a pandemia.

Quanto à evolução da atividade por linhas de negócios, a Prosegur Security – no Brasil liderada pela SegurPro, apostará no desenvolvimento de sua proposta de valor em torno do Security Operations Center (SOC) com de alcance interpaíses, como é o caso do SOC localizado na cidade de São Paulo e que tem capacidade para atender a países da América Latina, com serviços inteligentes que utilizam plataformas de IA, IoT e robótica com foco em segurança, Safety Business Continuity . Além, disso, as atividades em Global Risk Advisory e de segurança eletrônica com inteligência agregada continuarão na vanguarda da inovação para ampliar a entrega de serviços de qualidade. Finalmente, para esta unidade de negócios, o desenvolvimento das operações nos Estados Unidos será um vetor de crescimento fundamental.

Já na área da Prosegur Cash, a empresa apostará na diversificação dos negócios, especialmente com a ampliação do serviço de correspondente bancário, que possibilita a comodidade de movimentar valores, principalmente em cidades que não contam com agências. Neste sentido, o Brasil é um mercado estratégico para a companhia, considerando especialmente o interior do país por oferecer transações bancárias como saques, depósitos e pagamentos de contas aos cidadãos, e com isso favorecer à economia local. Ainda na área de novos produtos o Cash Today – uma solução com cofre inteligente de transferência de valores – será impulsionado com foco no setor varejista. O desenvolvimento dos serviços de gestão integral de caixas eletrônicos também receberá investimento global.

Na área de negócio da Prosegur Alarms, o crescimento das operações por meio de alianças continuará a ser uma prioridade após o bom resultado obtido na Espanha. Além disso, o desenvolvimento de novos serviços de vídeo analytics, os produtos DIY (do it yourself ou faça você mesmo) ou Prosegur Ojo de Halcon serão outras áreas de atuação nessa linha de negócios.

Na Cipher, unidade de negócios de cibersegurança, a empresa espera manter as altas taxas de crescimento registradas no último exercício e continuar gerando sinergias de negócios graças ao modelo de segurança integrada.

Por fim, a Prosegur AVOS se configura como uma unidade de negócios com forte potencial de crescimento com um portfólio de serviços altamente tecnológicos que lhe permitem oferecer uma proposta ao mercado totalmente diferenciada dos fornecedores tradicionais do setor de BPO (BusinessProcess Outsourcing).

Notícias Relacionadas

Destaque

Número de condomínios que utilizam portaria remota cresce 86% em 3 anos

Uma pesquisa realizada pela plataforma SíndicoNet em 2021 com 957 gestores de São Paulo mostra que 15,4% dos entrevistados migraram…

Destaque

Os três principais benefícios do vídeo inteligente para varejistas

Fala-se muito sobre como a análise de dados pode melhorar as operações de varejo. Mas, de acordo com Andy Martin,…

Destaque

Congresso ISC Brasil vai trazer novas tecnologias e tendências do setor de segurança integrada

Evento está incluído na pauta de atrações da exposição, que será presencial e realizada de 21 a 23 de setembro,…