Governo gastará R$ 12 milhões com videomonitoramento para reconhecimento facial

O gabinete de Segurança Institucional (GSI) pretende gastar até R$ 12,5 milhões com um sistema de videomonitoramento com reconhecimento facial e inteligência artificial para os prédios da Presidência da República. A informação é da coluna de Guilherme Amado, da revista Época.

Segundo o edital, a empresa contratada terá de instalar 708 câmeras de cinco tipos diferentes em uma área de 330 metros dos Palácios do Planalto, da Alvorada, do Jaburu e da Granja do Torto.

A publicação diz ainda que a lista inclui 69 câmeras panorâmicas de 180º, com valor de R$ 19 mil cada uma. O GSI afirma que a compra pretende inibir agressões pessoais, episódios de furtos e roubos e invasões às instalações presidenciais, além de “acompanhar a circulação de pessoal orgânico e visitantes”.

Notícias Relacionadas

Destaque

Congresso ISC Brasil vai reunir gestores de segurança e autoridades para debater soluções para integração entre segurança pública e privada

Evento acontecerá dentro da ISC Brasil, que será presencial e realizada de 21 a 23 de setembro, no Expo Center…

Destaque

Empresas de diferentes setores usam Genetec Mission Control para apoiar decisões nos procedimentos de inspeção de funcionários e visitantes

Isto porque o mecanismo de automação de segurança pode ser usado para estabelecer procedimentos de inspeção padronizados e eficientes para…

Destaque

Webinar: descubra a tecnologia multissensor de cobertura omnidirecional com a Illustra Pro Gen4

A Johnson Controls anuncia a realização de um encontro virtual para apresentar a tecnologia multissensor motorizada das câmeras Illustra Pro…