Genetec disponibiliza versão 5.6 da plataforma Security Center

A Genetec, fornecedora líder de segurança de arquitetura aberta e soluções de segurança pública, anunciou a disponibilidade global de sua plataforma de segurança unificada Security Center 5.6. As principais melhorias incluem medidas adicionais de segurança cibernética, um novo cliente web baseado em HTML5, integração de fechaduras eletrônicas SimonsVoss e a Mercury Security MS Bridge e a capacidade de registrar placas como credenciais de controle de acesso com a câmera SharpV AutoVu.

Novo Cliente Web e Mapas Melhorados
O cliente web do Centro de Segurança foi redesenhado com HTML5 para oferecer aos usuários uma experiência mais fluida e moderna na web. O cliente web garante que o Security Center seja acessível a partir de qualquer dispositivo ou navegador. Com o Genetec Plan Manager, os operadores agora podem monitorar o status das áreas de intrusão. O suporte incorporado para o software ArcGIS da ESRI adiciona camadas ricas de dados visuais para que as organizações se beneficiem de um contexto maior e insights de seu ambiente.

Controle de acesso
Tendo recentemente se tornado um parceiro Mercury Security Platinum Elite, o Security Center 5.6 introduz uma nova integração com o Mercury MS Bridge para ajudar os usuários finais a migrar de sistemas de controle de acesso próprios ou integrados para uma plataforma de segurança totalmente unificada. A Genetec também integrou a família de fechaduras digitais SimonsVoss e adicionou uma parceria de tecnologia e distribuição com a STid, fabricante de leitores de porta sem contato RFID.

Ampliando o controle de acesso ao estacionamento
O AutoVu, sistema de reconhecimento automático de placas(ALPR), permite que os usuários finais estendam sua cobertura de segurança além do edifício, pátios de estacionamento e perímetros da propriedade. Com o lançamento do Security Center 5.6, a nova câmera AutoVu SharpV ALPR pode ser registrada como um leitor de controle de acesso gerenciado pelo Synergis Cloud Link. Isso permite que os operadores gerenciem a atividade do veículo sem impedir o fluxo do veículo. E, ao atribuir uma placa de licença a um titular de cartão, como uma credencial, os usuários podem definir direitos de acesso específicos, controlar o acesso do veículo aos seus estacionamentos e executar relatórios de atividade do veículo.

Notícias Relacionadas

Cases

Grupo Unidasul adota solução óptica Furukawa em centro de distribuição e em novas unidades no Rio Grande do Sul

Com a expansão de sua rede de supermercados Rissul e de atacarejos Macromix pelo estado do Rio Grande do Sul,…

Destaque

Datacenters precisam de vigilância RSA para garantir segurança

Esta ferramenta do Genetec Security Center combinado ao uso dos sensores existentes ajuda a lidar proativamente com ameaças antes que…

Destaque

Como a tecnologia pode aprimorar a segurança em cidades inteligentes?

Apesar de o conceito de cidade inteligente ser relativamente recente, ele já se consolidou como assunto fundamental na discussão da…