Escola usa inteligência artificial e reconhecimento facial para identificar alunos distraídos

Uma escola de negócios em Paris, na França, começará a utilizar inteligência artificial e análise facial para determinar se os alunos estão prestando atenção na aula ou se estão distraídos. O software, chamado Nestor, será usado em aulas online na ESG Business School a partir de setembro. A tecnologia criada pela empresa LCA Learning foi apresentada em um evento da ONU, em Nova York.

De acordo com o fundador da LCA, Marcel Saucet, “a ideia é usar os dados que o Nestor coleta para melhorar o desempenho de estudantes e professores. O software usa a webcam do aluno para analisar movimentos oculares e expressões faciais e determinar se está prestando atenção na vídeo aula. Na sequência, é formulado um questionário com base no momento em que o aluno estava desatento. Os professores também poderão utilizar a tecnologia para identificar os momentos em que a atenção do aluno diminuiu, e assim melhorar os materiais de ensino” disse Saucet.

Em um primeiro momento, o Nestor será usado somente para aulas à distância, mas a ideia é lançar uma versão para aulas presenciais. Nesse modelo, alunos e professores receberiam em tempo real notificações sobre o nível de atenção. O objetivo seria o mesmo, melhorar o desempenho e aprendizado dos alunos  e a performance dos professores durante as aulas.

Fonte: The Verge.

Notícias Relacionadas

Artigos

Radares: evolução e aplicação na segurança patrimonial

Por Engº Kleber Reis Eles são destaque nas feiras de segurança no Brasil e no mundo, e não é por…

Artigos

Cybersecurity, redes sociais e higienização

Por Fernando Só e Silva e Felipe Gonçalves Vivemos hoje a 4° Revolução Industrial ou também, defendida por alguns profissionais…

Destaque

Drone com sensores e que se carrega sozinho substitui câmeras de segurança interna

Fabricante recebeu um financiamento de US$ 15 milhões para continuar o desenvolvimento do aparelho A segurança realizada por drones está…