Eliminando alarmes falsos: estratégias avançadas para otimizar a segurança perimetral em usinas fotovoltaicas com tecnologia de radar e drones

A segurança perimetral desempenha um papel fundamental na proteção de propriedades e instalações críticas. No entanto, um desafio constante enfrentado pelos profissionais de segurança é a ocorrência de alarmes falsos. Esses alarmes podem ter consequências graves, já que não apenas desviam a atenção dos operadores de segurança de ameaças reais, mas também minam a credibilidade de todo o sistema de vigilância. Isso pode levar a uma sensação de complacência, onde os operadores deixam de conferir adequadamente se tudo está em ordem na propriedade. Afinal, quem acreditaria em um sistema que dispara alarmes sem motivo aparente?

A principal razão para os alarmes falsos em operações de segurança perimetral são os sistemas tradicionais de proteção, como cercas e sensores. Esses sistemas são propensos a acionar alarmes falsos devido a diversas razões, como condições climáticas adversas, pequenos animais, folhagens em movimento e até mesmo erros técnicos. Isso gera um alto nível de frustração e perda de eficácia, e é aqui que entra a necessidade de soluções robustas.

Uma das soluções mais inovadoras para eliminar os alarmes falsos e fortalecer a segurança perimetral eficiente é o radar Magos. Este equipamento oferece uma gama de benefícios que o tornam a  escolha ideal para projetos de grandes áreas, como usinas fotovoltaicas. O radar Magos é capaz de cobrir uma área impressionante de até 600 mil metros quadrados, o equivalente a mais de 70 campos de futebol, com um único radar.

O equipamento também detecta a presença de pessoas, animais, veículos, drones e barcos a centenas de metros de distância do perímetro. Isso é possível graças à sua abertura vertical de 30 graus e abertura horizontal de 120 graus, permitindo uma identificação preventiva e antecipada de invasores. Além disso, a solução pode ser instalada a uma altura de até 60 metros, ampliando ainda mais o monitoramento e a detecção de possíveis ameaças.

Outro diferencial do radar Magos é sua necessidade mínima de infraestrutura. Não requer cabos, tubos ou manutenção frequente, consumindo um nível extremamente baixo de banda e energia. Ainda, pode ser alimentado por energia solar e receber sinais via rádio, tornando-o uma opção sustentável e flexível. O equipamento é capaz de funcionar em condições climáticas extremas, áreas molhadas e secas, sem comprometer o desempenho.

Para evitar alarmes falsos causados por pessoas autorizadas, o sistema Magos inclui uma função de “alvo amigo”, permitindo que indivíduos autorizados a estarem na propriedade ativem sua presença por meio de um aplicativo, eliminando disparos desnecessários.

Outra estratégia eficaz para proteger grandes áreas e reduzir alarmes falsos é a utilização dos  drones automatizados operados pelo software de gestão de drones da High Lander. As aeronaves podem realizar rondas perimetrais, monitoramento preventivo, pronta resposta e vigilância em áreas de difícil acesso para os operadores humanos.

Em usinas fotovoltaicas, os drones fornecem imagens aéreas em tempo real para a central de monitoramento, detectam alvos, identificam anomalias e oferecem vigilância mesmo em condições de completa escuridão. Essa abordagem integrada, combinando tecnologia avançada do radar Magos e drones automatizados, é uma maneira eficaz de eliminar alarmes falsos e fortalecer a segurança perimetral em projetos de grande escala, proporcionando tranquilidade e eficácia aos operadores de segurança.

Notícias Relacionadas

Destaque

Pumatronix lança ITSCAM 450+ com foco em estacionamentos e pedágios

A Pumatronix, uma das principais fabricantes nacionais de equipamentos para monitoramento de trânsito e sistemas de transporte inteligente (ITS), anuncia…

Destaque

Nova câmera de sensor duplo oferece 4K a 30 fps e suporte para analíticos de IA

A Axis Communications anuncia uma câmera multidirecional de sensor duplo projetada para excelentes panorâmicas de ângulo amplo e cobertura detalhada…

Destaque

Menino autista de 8 anos realiza sonho de conhecer câmeras de monitoramento do DF

Diagnosticado com transtorno do espectro autista aos 6 anos, Isaque tem hiperfoco em câmeras. Após postar vídeo na internet, ele…