Edifício paulistano aumenta segurança e reduz custos condominiais pela metade após adoção de portaria virtual

Por Redação

Com o aumento do mercado de portaria virtual, os condomínios brasileiros começam a aderir de forma mais assertiva essa novidade. Um exemplo disso, é o Edifício Serra Azul, localizado na região da Av. Paulista, em São Paulo. Há quase dois anos, o local conta com serviços da empresa FortServ e já conseguiu diminuir em 50% suas taxas condominiais, além do aumento da segurança em suas dependências.

De acordo com o síndico Claudio Câmera, o condomínio contava com a portaria convencional por muitos anos, mas resolveu inovar recentemente. “No começo houve um pouco de estranhamento com a portaria remota, mas os moradores se adaptaram bem ao novo conceito”, explicou. Para ele, o serviço, além de gerar economia, facilita bastante nas questões internas do condomínio. “Conseguimos ter um controle melhor das pessoas e veículos que circulam pelo prédio”, complementou.

Bruno Neves, diretor de Operações da FortServ, explica que, no serviço de portaria virtual, todo o controle de acesso de moradores, visitantes, prestadores de serviço e veículos é feito remotamente por funcionários que monitoram o local 24 horas por dia, por meio de câmeras, alarmes e áudio dos interfones. “O sistema também dispõe de dispositivos de pânico que podem ser acionados pelo morador a qualquer hora, sendo ideal em situações críticas”, disse Bruno.

Para o profissional, por mais que a portaria convencional ainda seja maioria nos edifícios do País, ainda possui alguns gargalos que prejudicam a segurança do prédio. “Na maioria dos assaltos a condomínios, os bandidos se utilizam da ingenuidade e falta de preparo dos porteiros que acabam liberan- Edifício Serra Azul do a entrada dos meliantes de forma equivocada. Além disso, ainda há muita falta de qualificação de profissionais dessa área, sendo que muitos dormem no serviço, abandonam o posto para realizar outras tarefas que não os competem ou se distraem com televisão ou outros dispositivos eletrônicos”, explicou Neves.

Notícias Relacionadas

Destaque

ZKTeco e Seventh fazem integração com SpeedFace V5L

A ZKTeco, fabricante mundial em tecnologia de segurança inteligente por meio de reconhecimento biométrico (facial, palma, veia do dedo e…

Destaque

Na volta às aulas, novas tecnologias ajudam a evitar contaminação nas escolas

Um estudo realizado pela Apeoesp, pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB) e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos…

Destaque

Drone ajudará Guarda Municipal de Porto Alegre em ações de combate à criminalidade

Para possibilitar maior agilidade às ações de combate à criminalidade em Porto Alegre, principalmente nas áreas de praças e parques, a…