Distribuidora especializada em segurança eletrônica investe 40% a mais para atender o novo normal

A pandemia da COVID-19 chegou e acelerou as mudanças tecnológicas do mundo, principalmente no setor de Segurança Eletrônica. O mercado que crescia em média 8% ao ano antes da pandemia e compreendia mais de 26 mil empresas, movimentando R$ 7 bilhões no país, agora tem um desafio pela frente para atender a nova demanda que surge no mundo.

Com soluções diferenciadas e completas, empresas especializadas em segurança eletrônica estão se reinventando para suprir este novo normal que anceia por estabelecimentos covidfree. É o caso da Dealer Shop, Distribuidora de Soluções em Projetos e Produtos de Segurança Eletrônica que investiu 40% a mais para incluir em seu portfólio câmeras de imagem termográficas, que permitem monitorar a temperatura corporal em tempo real e emitem alertas em caso de temperaturas elevadas, controles de acesso sem toque (touchless), além de câmeras que utilizam inteligência artificial para o reconhecimento do uso de máscaras faciais ou aglomeração de pessoas que não respeitem o distanciamento social.

Como diferencial, a empresa é a primeira do setor a dispor em sua sede, na capital paulistana, de um Centro de Experiências inovador dedicado aos clientes para que possam testar estas novas soluções tecnológicas, a partir de cenários que simulam de forma prática seus estabelecimentos.

A empresa, que tem como carro-chefe a distribuição de soluções de segurança remota, serviços de portaria, vigilância e atendimento aos usuários, agora detêm de uma gama completa de produtos que gerenciam o risco de pandemia dentro dos estabelecimentos dos clientes. Os resultados do investimento já são positivos; a distribuidora paulistana identificou um crescimento de 70% nas consultas sobre os equipamentos.

O diretor comercial, Rubens Branchini, explicou que os clientes mais interessados são do comércio de varejo. “Entendemos que a COVID-19 trouxe o novo normal, onde a segurança é e será imprescindível para a reabertura dos negócios no país, por isso, seguimos atentos no mercado disponibilizando o que há de melhor e mais atual em tecnologia para promoção de espaços covid-free”, afirmou o executivo.

Este é um caminho sem volta. Para se ter uma ideia, câmeras com softwares de reconhecimento facial, que hoje auxiliam na contenção da pandemia ao identificar o uso de máscaras, no futuro, estarão presentes no nosso dia a dia, em todos os lugares. Segundo a empresa de pesquisa MarketsandMarkets, estima-se que até 2021, o mercado de reconhecimento de imagem chegue a R$ 38,92 bilhões de dólares.

Investimento em inovação faz parte da cultura e rotina da Dealer Shop. Em 2019 a empresa fez altos investimentos exclusivamente para seu negócio de Security, incluindo novos sistemas internos que levaram mais assertividade e segurança para suas operações em São Paulo e no Brasil.

Notícias Relacionadas

Destaque

Pesquisadores de segurança enganam sistema de reconhecimento facial

Um time de pesquisadores da empresa de cibersegurança McAfee conseguiu enganar um sistema moderno de reconhecimento facial. Os especialistas divulgaram uma…

Destaque

HID Global apresenta tecnologia para automatizar o distanciamento social nos locais de trabalho

Conforme as organizações que fecharam no Brasil retomam suas operações, novos requisitos para criação de ambientes de trabalho seguros para…

Artigos

Transformação do sistema de videovigilância do setor bancário com tecnologia IP

Por Luis Miguel Dávila, Gerente de Vendas e Engenharia da Hanwha Techwin para a América Central A capacidade dos sistemas…