Digifort e Lógica Sul Tecnologia implantam tecnologia de monitoramento IP no aeroporto de Rio Branco

A Lógica Sul Tecnologia, integradora de soluções do software Digifort, acaba de registrar um importante caso de sucesso no segmento aeroportuário. Desta vez, o projeto foi desenvolvido no Aeroporto Plácido de Castro, localizado na cidade de Rio Branco, capital do Estado do Acre. A obra de manutenção e ampliação do complexo acreano foi orçada em R$ 178,2 milhões. O terminal de passageiros ganhou novas salas de embarque e desembarque doméstico e internacional, aumentando a capacidade operacional de 1,3 milhão para 2,4 milhões de usuários por ano. O projeto contou com a instalação de 36 novas câmeras IP’s de alta definição, sendo 11 câmeras PTZ’s, 21 câmeras do tipo Dome e quatro câmeras no padrão Bullet.

Com base no Rio Grande do Sul, ela desenvolve projetos em todo o território nacional, especialmente nas demandas de monitoramento IP com tecnologia Digifort. Fabiano Martins é gerente de contas sênior e responsável por vários projetos dentro da empresa. “Executamos recentemente a obra de ampliação do aeroporto no Acre. A solução completa foi atendida com o VMS Digifort, responsável pelo armazenamento e monitoramento das imagens internas e externas do Plácido de Castro, auxiliando na vigilância do terminal de passageiros. O local movimenta mais de 340 mil passageiros ao ano e 1,5 mil toneladas de cargas, números que justificam investimentos em segurança, gestão de riscos e infraestrutura”, revelou ele.

Tecnologias e integração via Digifort

A solução de monitoramento projetada pela integradora em Rio Branco apontou para o Digifort Enterprise – Versão 7. Segundo o gerente, a projeção levou em conta a alta escalabilidade do software, além das ferramentas profissionais que permitem utilização de análise inteligente de vídeo, entre outros recursos. “Além das câmeras com tecnologia de ponta, o projeto conta com servidor de armazenamento de alta capacidade. A solução utiliza o Digifort Enterprise para o servidor e 36 licenças para as câmeras de segurança. A nossa empresa também foi responsável pelo lançamento e certificação de mais de 400 pontos de rede IP, totalizando 20 quilômetros de cabos lançados nesta importante obra”.

Além do atendimento, módulos e recursos pioneiros do Digifort, Martins ressalta outros diferenciais que fizeram do software uma solução na medida certa para este caso de sucesso na região Norte do Brasil. “Sem dúvida, a confiabilidade nas ferramentas do Digifort para projetos de alta complexidade foi decisiva para a escolha do produto. Destaco alguns pontos que comprovam isso: está tudo operando perfeitamente, com algumas câmeras utilizando preset de posição e agendamento. O monitoramento funciona no Centro de Operações, controlado pelos fiscais de pátio e do operacional. Já fizemos algumas utilizações destes recursos por causa de ocorrências que foram capturadas pela tecnologia e vigilância é constante”.

Gestão estratégica e parcerias eficazes

Com esta ampliação, o complexo aeroportuário da capital acreana obteve infraestrutura, conectividade e tecnologia de monitoramento de imagens redundantes. Isso permite que o equipamento esteja preparado para atender demandas de crescimento, seja no movimento de passageiros ou na logística de cargas. “Também pensamos na gestão estratégica destas tecnologias. A Polícia Federal tem um ponto de monitoramento exclusivo, que possibilita a vigilância e a consulta das imagens gravadas. Uma empresa especializada em TI, também presta suporte técnico em todas as áreas do aeroporto. Esta preocupação multidisciplinar fez deste projeto um caso de sucesso tecnológico”, finalizou o gerente.

A respeito do Digifort, o software também está preparado para crescer com toda a capilaridade e flexibilidade que são características do produto líder do segmento nacional. Carlos Eduardo Bonilha, CEO do Digifort, valoriza os projetos do setor aeroportuário. “Ao lado de parceiros, integradores e da própria Infraero, o nosso produto coleciona casos de sucesso em diversos aeroportos brasileiros. Este projeto da Lógica Sul Tecnologia comprova a aderência das tecnologias que desenvolvemos para este e demais segmentos da economia internacional. Nossa equipe está à disposição para futuras demandas e se sente extremamente grata pelo nível de aceitação deste projeto no Acre”, finalizou o executivo.

Notícias Relacionadas

Destaque

CentralSquare e Genetec fazem parceria para levar vídeo em tempo real aos socorristas

O CentralSquare, desenvolvedora de software de segurança pública, anuncia que firmou uma parceria com a Genetec. A parceria combina as…

Destaque

Segurança eletrônica é mais do que apenas equipamentos

O mercado da segurança eletrônica é um dos que mais cresce e um dos que gera mais emprego e renda…

Destaque

Policiais poderão fazer reconhecimento facial de suspeitos nas ruas usando câmera do celular

Ainda neste mês de outubro, policiais poderão fazer reconhecimento facial de suspeitos sem identificação em abordagem nas ruas com nova…