Dahua Technology lança câmera 5G com foco em mobilidade

A Dahua Technology traz ao Brasil câmeras 5G – tecnologia a qual já chegou para 93 milhões de brasileiros com a recente implementação 5G pelo País. Dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) mostram que a cobertura se ampliou rapidamente, antecipando-se aos prazos estabelecidos, e está disponível a 46% da população. O sinal de 5G já foi disponibilizado a todas as capitais como também para cidades com população superior a 500 mil habitantes.

A implementação da tecnologia 5G no País abre um leque de oportunidades em vários setores. Nesse cenário, a Dahua inova e oferece dois modelos de uma série de câmeras com conexão 5G cujos módulos embarcados já foram certificados pela Anatel para funcionar com todas as frequências liberadas ao Brasil. Por ser o padrão mais moderno no que diz respeito à conectividade por sinal de celular, as empresas que utilizarem as câmeras poderão se beneficiar com as características robustas de latência muito baixa e maior velocidade da tecnologia para garantir uma boa experiência aos usuários.

Várias aplicações podem se beneficiar das câmeras 5G, como grandes eventos em estádios, áreas públicas em cidades inteligentes, segurança em áreas rurais, logística, mineração e qualquer localidade que não haja possibilidade de se fazer cabeamento.  As câmeras da série 5 nos modelos (DH-IPC-HFW5842DK1-Z-5G) e (DH-IPC-HFW5842DK1-Z4-5G) são capazes de detectar intrusão, ocupação inadequada de áreas, fazer contagem de pessoas e ainda prover detecção facial com diversos atributos, já que são embarcadas com analíticos de inteligência artificial.

Apesar de concebida para a rede 5G, nos locais onde ainda não funciona ou o sinal é fraco, automaticamente, converte para o sinal 4G, já que utiliza um módulo para conexão de um chip de um aparelho celular, com essa tecnologia. Tanto que um dos modelos de negócios é vender a solução como serviço, ou seja, as operadoras vendem a solução para empresas que precisam das câmeras para determinados eventos pontuais sem a necessidade de aquisição do equipamento.

“Uma das maiores vantagens é evitar o cabeamento, já que as câmeras utilizam a rede de telefonia celular. Desta forma, dispensa o custo de infraestrutura” diz Leonardo Saes, gerente de produto da Dahua Technology.” Para locais onde não há fibra óptica, o custo é apenas o pacote de dados contratado pela operadora de telefonia”, acrescenta.

Notícias Relacionadas

Artigos

De onde vem essa tal de I.A.?

Por Nicolau Ramalho E essa tal de Inteligência Artificial? Novidade? Tendência? Moda? Será que é passageiro? ChatGPT, WatsonX, Bard. Inteligência…

Destaque

SegurPro investe em eletrificação da frota de veículos operacionais na Unilever

A multinacional de bens de consumo foi a primeira cliente da SegurPro no Brasil a adotar o uso de carros…

Destaque

Lei de Informática: instrumento de política industrial que beneficia produtos nacionais de segurança eletrônica

A Lei de Informática, Lei nº 8248/1991, também conhecida como Lei de TICs, é uma política que desde a década…