Com cercamento eletrônico, Itapoá reforça a segurança pública

Graças à tecnologia das câmeras com OCR (Reconhecimento Óptico de Caracteres) embarcado e sistemas inteligentes, é possível monitorar a entrada e saída de veículos que possuem alguma restrição de circulação nos municípios brasileiros. O chamado cercamento eletrônico é um grande aliado para a segurança pública no combate à criminalidade.

Softwares, somados ao sistema de consulta de banco de dados, possibilitam a identificação e rastreio em tempo real de veículos roubados, suspeitos de participação em práticas criminosas ou infratores. Essa é a tecnologia adotada por algumas cidades brasileiras, entre elas, Itapoá, em Santa Catarina. O município investiu R$ 152 mil na solução ITSCAMPRO, além de 12 câmeras com OCR, fabricadas pela Pumatronix, a fim de reforçar a segurança e fornecer informações para a resolução de investigações policiais.

De acordo com o consultor comercial da Pumatronix, Cesar Valle, as câmeras têm alta precisão de captura de imagens de veículos em movimento, tanto durante o dia quanto à noite. “Há mais de quatro anos, um sistema semelhante foi implementado em Guaratuba, no Paraná, o que trouxe eficiência na resolução de casos, a partir da identificação dos veículos com algum tipo de restrição. Agora, o sistema de segurança pública de Itapoá poderá ser integrado ao de Guaratuba. Como são cidades praianas com grande movimentação de turistas, a segurança será reforçada por meio do controle de entrada e saída de automóveis e cruzamento de informações entre as Secretarias de Segurança Pública e órgãos de polícia, o que é muito importante, em especial nas épocas de grande fluxo, como no final do ano”, pontuou Valle.

Cesar ainda destaca que o software, além de emitir alertas dos veículos com restrições de circulação, se comunica com vários sistemas governamentais, permite pesquisas sobre o seu histórico, gera relatórios estatísticos, como tempo médio de deslocamento, velocidade média entre dois pontos, entre outras medições que auxiliam em uma gestão mais eficiente do tráfego. “Desde o tempo médio de deslocamento até a hora de entrada e saída do veículo. A solução é capaz de armazenar e entregar as informações necessárias aos sistemas de segurança e infração, o que traz agilidade e precisão aos órgãos fiscalizadores”, esclareceu.

As câmeras foram instaladas em pontos estratégicos de Itapoá pela empresa IESSA Tecnologia S.A, integradora de sistemas de mobilidade urbana e segurança. Já na fase de testes, realizada em janeiro deste ano, o software e as câmeras desenvolvidas pela Pumatronix, alcançaram uma acuracidade de leitura das placas veiculares superior a 95%, conforme relata o diretor da IESSA, Tales Sallem.

Ele comenta que Itapoá é uma cidade interestadual estratégica, por ser uma região portuária e que interliga outras praias, por isso a preocupação com a segurança pública. “Com essa implementação em locais específicos, desde o mês de maio, a fiscalização foi ampliada tanto na entrada da cidade quanto em pontos de saída, permitindo que o município obtenha dados de tráfego em relação à circulação de turistas”, disse.

Com essas informações em mãos, os órgãos fiscalizadores são capazes de distinguir o tráfego de veículos destinados ao turismo local ou portuário. “A integração dos bancos de dados com informações precisas, entre municípios da região e a polícia, é um grande ganho que o cercamento eletrônico traz para Itapoá, tanto em termos de segurança como para a eficiência nas operações de inteligência policial”, concluiu.

Notícias Relacionadas

Destaque

Pesquisadores de segurança enganam sistema de reconhecimento facial

Um time de pesquisadores da empresa de cibersegurança McAfee conseguiu enganar um sistema moderno de reconhecimento facial. Os especialistas divulgaram uma…

Destaque

HID Global apresenta tecnologia para automatizar o distanciamento social nos locais de trabalho

Conforme as organizações que fecharam no Brasil retomam suas operações, novos requisitos para criação de ambientes de trabalho seguros para…

Artigos

Transformação do sistema de videovigilância do setor bancário com tecnologia IP

Por Luis Miguel Dávila, Gerente de Vendas e Engenharia da Hanwha Techwin para a América Central A capacidade dos sistemas…