Com alto temor ao terrorismo, Paris reforça segurança em sistemas de controle de acesso em grandes sedes da Olimpíada

O risco de ataques terroristas foi destacado pelo diretor-executivo de segurança dos Jogos Olímpicos de Paris, Thomas Collomb, como principal preocupação da organização do evento no que diz respeito à proteção do público, dos atletas e de todas as outras pessoas que estarão presentes nas sedes de competições e nas grandes cerimônias de abertura e de encerramento da Olimpíada, marcada para ocorrer entre os dias 26 de julho e 11 de agosto. Esse temor pesou significativamente para os fortes investimentos a fim de garantir uma Olimpíada segura. O orçamento total anunciado por organizadores e autoridades para esse setor é de 320 milhões de euros (cerca de R$ 1,7 bilhão).

Em meio a esse cenário de preocupação, a filial francesa da Came, líder mundial em produtos para automação e controle de acesso, revelou ter sido escolhida para liderar os projetos de segurança nos quais diferentes equipamentos fornecidos pela empresa serão usados para a gestão do fluxo dos torcedores em três das principais sedes olímpicas dos Jogos de 2024: o Stade de France, o estádio Parque dos Príncipes e o complexo de tênis de Roland Garros.

Mais importante palco do futebol francês, o Stade de France tem capacidade para receber 80 mil pessoas e vai abrigar as disputas do atletismo e do rugby sevens na Olimpíada. No local, a Came instalou 167 catracas, sendo 39 delas de um modelo voltado principalmente ao controle rápido de entrada e saída do público. Já 112 desses dispositivos, além de operarem com eficiência, possuem leitores de identificação facial, enquanto outras 16 catracas funcionam como portões, cujas barreiras acrílicas abrem e fecham para permitir a passagem fácil de pessoas com deficiência.

“Este projeto foi possível graças à modularidade dos nossos produtos e sua capacidade de se adaptar ao máximo às soluções complexas. Para atender às exigências do Stade de France, todas as catracas tiveram de ser elevadas em 10 centímetros, com braços rebatíveis. Elas também têm a opção de conectar todo o sistema ao Fortress leitor (identificador de face), que é especializado em automação de segurança e intertravamento”, ressalta a filial francesa da Came.

A unidade da companhia também enfatiza que, assim como esse local, o Parque dos Príncipes precisou reforçar a segurança do seu esquema de controle de acesso para poder atender aos padrões obrigatórios para a Olimpíada. Casa do Paris Saint-Germain desde 1974, o estádio tem capacidade para 48 mil lugares e receberá as partidas de futebol masculino e feminino da competição.

Para essa sede olímpica, a Came forneceu 28 catracas de três modelos diferentes, sendo 27 delas com braços giratórios, cuja operação prática e sua tecnologia pesaram para que fossem escolhidas pelos organizadores dos Jogos de 2024 e instaladas no estádio do PSG. “Essas catracas têm a capacidade de atender a exigentes padrões de segurança. O sistema permite a passagem livre das pessoas em caso de uma evacuação de emergência ou falha de energia, o que é essencial em locais que hospedam eventos tão grandes”, enfatiza a Came de Paris ao descrever as características dos dispositivos.

E a presença da Came como líder desses projetos de segurança para essas importantes sedes olímpicas foi exaltada por Andrea Menuzzo, CEO global da empresa, durante visita à filial brasileira da multinacional, em Indaiatuba (SP), em janeiro, quando Menuzzo revelou que a companhia foi selecionada para cuidar dos sistemas de controle de acesso do complexo de tênis de Roland Garros. O tradicional torneio de Grand Slam contará com esses equipamentos já em sua próxima edição, entre os dias 20 de maio e 9 de junho, período em que a competição servirá como uma espécie de evento-teste para a Olimpíada.

“Graças também à experiência que acumulamos há bastante tempo em outros grandes eventos esportivos, estamos nos tornando uma referência no fornecimento de meios de controle de acesso para o público em arenas de competições. Nos Jogos Olímpicos de Paris, serviremos, por exemplo, ao Stade de France e, antes disso, estaremos com os nossos equipamentos em Roland Garros. Nos últimos anos no mercado do esporte, atuamos, principalmente no Catar, na Copa do Mundo de futebol, sendo que 80% dos estádios do torneio contaram com equipamentos da Came”, lembra Menuzzo.

Com capacidade total para 34 mil espectadores, o conjunto de quadras de Roland Garros abrigará as disputas do tênis e do boxe olímpico. Neste mês, recebeu 16 novas catracas da Came, que substituíram outras no local. “Para garantir e agilizar o acesso dos visitantes, o sistema de gestão de acesso do complexo teve de ser atualizado para assegurar a máxima organização e segurança durante o evento”, ressalta a unidade francesa da empresa, explicando que esse modelo de equipamento também possui braços giratórios que são facilmente movimentados para baixo, em caso de uma evacuação de emergência dos torcedores, assim como ocorre com os seus dispositivos no Parque dos Príncipes.

“Das 16 catracas, duas são removíveis e podem ser posicionadas para reforçar a segurança em locais específicos. Além disso, as catracas tiveram a sua altura elevada em 10 centímetros para se adequarem aos padrões das instalações existentes”, reforça a filial da Came em Paris.

Menuzzo, por sua vez, ainda revelou que a empresa também irá atuar neste ano como parte integrante do esquema de proteção montado para a próxima Eurocopa, maior competição de seleções do futebol europeu, que será de 14 de junho a 14 de julho, na Alemanha. “Neste caso, não estaremos com equipamentos de controle de acesso dentro dos estádios, mas atenderemos com alta segurança nas áreas externas. Portanto, há algumas situações, nas imediações das arenas, em que os organizadores nos pediram para fornecer bollards e road blockers (barreiras retráteis de alta resistência)”, completa.

Notícias Relacionadas

Destaque

Pumatronix lança ITSCAM 450+ com foco em estacionamentos e pedágios

A Pumatronix, uma das principais fabricantes nacionais de equipamentos para monitoramento de trânsito e sistemas de transporte inteligente (ITS), anuncia…

Destaque

Nova câmera de sensor duplo oferece 4K a 30 fps e suporte para analíticos de IA

A Axis Communications anuncia uma câmera multidirecional de sensor duplo projetada para excelentes panorâmicas de ângulo amplo e cobertura detalhada…

Destaque

Menino autista de 8 anos realiza sonho de conhecer câmeras de monitoramento do DF

Diagnosticado com transtorno do espectro autista aos 6 anos, Isaque tem hiperfoco em câmeras. Após postar vídeo na internet, ele…